LICURI cozinha artesanal Lagoa da Roça |

LICURI cozinha artesanal Lagoa da Roça

Montar cozinha artesanal para mulheres do sertão baiano para produzirem derivados do Coco Licuri, melhorando condições e estrutura de trabalho e ampliar renda.

Projeto por: AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EXTENSÃO AMAZÔNIA
R$ 10.900,00
arrecadado
meta R$ 16.500,00

6 benfeitores
apoiaram essa campanha

Não foi dessa vez :/

A meta de arrecadação não foi atingida e todas as colaborações foram estornadas. Obrigado pelo apoio ainda assim!

POR

AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EXTENSÃO AMAZÔNIA

AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EXTENSÃO AMAZÔNIA

R$ 100
EXCLUSIVE
Seja o primeiro a apoiar!
 Relatório do evento, incluindo prestação de contas  1 Post personalizado de agradecimento, via WhatsApp, para livre uso em mídias sociais;  1 Pote de biscoito de licuri.
R$ 250
MASTER
Seja o primeiro a apoiar!
 Relatório do evento, incluindo prestação de contas  1 Post personalizado de agradecimento, via WhatsApp, para livre uso em mídias sociais;  1 Kit de produtos derivados de licuri.  Convite para participar da “2ª Feira do Licuri de Campo Formoso-BA” (24 e 25/08/2019, no Povoado de Lagoa da Roça)* *Despesas com logística é de total responsabilidade do doador.
R$ 500
PREMIUM
Seja o primeiro a apoiar!
 Relatório do evento, incluindo prestação de contas  1 Vídeo personalizado de agradecimento, feito por nós mulheres, via WhatsApp, para livre uso em mídias sociais;  1 Pote de biscoito de licuri.  Convite para participar da “2ª Feira do Licuri de Campo Formoso-BA” (24 e 25/08/2019, no Povoado de Lagoa da Roça), na condição de jurado do “1º Festival de Gastronomia de Produtos Derivados de Licuri de Lagoa da Roça” *;  Artesanato personalizado de palha do licurizeiro. *Despesas com logística é de total responsabilidade do doador.

O que buscamos com o Projeto

Melhorar a qualidade de vida de 35 mulheres do Povoado de Lagoa da Roça, no sertão da Bahia, com aquisição de equipamentos e utensílios para potencializar a produção de doces e salgados, a partir do extrativismo sustentável do coco licuri.

 

O que é o Projeto SABOR LICURI: cozinha artesanal de Lagoa da Roça:

É um projeto de inclusão sócio produtiva que busca valorizar e realçar o talento e o empreendedorismo nato de mulheres de Lagoa da Roça, as quais trabalham com o extrativismo sustentável do Coco Licuri(1), de onde produzem doces e salgados para o sustento de suas famílias.

(1) Fruto do Licurizeiro. Palmeira nativa do semiárido. Protegida por lei, e que serve de sustento econômico e nutricional para pessoas há décadas, sendo um produto símbolo da cultura do sertão norte da Bahia. O Coco Licuri também serve de alimento a vários animais silvestres, incluindo a Arara Azul.

                                                                             

O Cenário - o antes e o agora:

O Povoado de Lagoa da Roça, município de Campo Formoso, é uma localidade típica do sertão da Bahia, portanto, com inúmeros problemas, como o baixo poder aquisitivo de seus moradores, causado pela pouca oferta de emprego na região; e as dificuldades impostas pela seca, limitando a produção de alimentos. Na localidade são 400 os residentes (121 famílias). Destes, 50 integram a Associação do Desenvolvimento Comunitário do Povoado de Lagoa da Roça, fundada em 2002.

A fé, a força de trabalho e o claro comportamento empreendedor demonstrado por um conjunto de pessoas, a maioria mulheres, fez brotar ideias para exercer atividades voltadas ao artesanato e a culinária, ambos com grande preocupação em resgatar, revigorar e divulgar a cultura típica do sertão baiano. Esses movimentos desafiaram as desigualdades e as muitas barreiras impostas.

Apesar das superações e consequentes avanços, muito ainda há que melhorar. A carência ainda é gritante; as oportunidades são para poucos; a produção culinária no povoado destinada ao comércio local, tem contribuído com a renda de pelo menos 35 mulheres, as quais estão divididas em dois grupos de produção. Ocorre que os produtos são feitos sem equipamentos e utensílios adequados, o que ocasiona muito esforço e tempo de trabalho, comprometendo a qualidade e limitando o valor de mercado desses produtos. É pouco resultado financeiro para tamanha dedicação e esforço.

 

Um pouco de nossa trajetória vitoriosa e onde pensamos chegar:

A ideia de trabalhar o Licuri no Povoado surge em 2008, quando criamos um grupo para fabricar artesanato do licurizeiro e alimentos  típicos do sertão nordestino. Muitas foram as dificuldades, mas a fé e força de vontade nos fez acreditar que poderíamos ir além. E fomos!

Depois de idas e vindas; alguns poucos apoios, mas também muitas barreiras; foi que em 2015 a Secretaria de Mulheres do SINTRAF criou o CEAF - Coletivo de Empreendimentos da Agricultura Familiar. Continuávamos a produzir de modo improvisado, mas mantendo o esforço e dedicação.

Em 2018 nossa autoestima foi melhorada. Conseguimos realizar a “1ª Feira do Licuri de Campo Formoso” e nossa Associação foi incluída no Projeto Biomassa Brasil, mantido pelo Instituto InterCement e executado pela ONG Extensão Amazônia. Recebemos equipamentos, capacitação e capital de giro para o extrativismo e processamento do Licuri. Os resíduos do que produzimos, agora são transformados em energia térmica na cimenteira da InterCement, em Campo Formoso, ajudando a reduzir a emissão de CO2 para a atmosfera, ou seja, agora também contribuímos para diminuir o “efeito estufa”. Estamos orgulhosas disso!

O alvo agora é  melhorar nossas condições e estrutura de trabalho para produzir biscoitos, doces, sorvetes, iogurte e outros, a partir do Coco Licuri, colhidos por nós mesmas no sertão de Campo Formoso-BA. Hoje é tudo muito precário, os equipamentos e utensílios são de uso doméstico, o que compromete a produtividade e a qualidade dos produtos. O Projeto SABOR LICURI – cozinha artesanal de Lagoa da Roça, foi criado para fazer frente a mais esse desafio. Com sua contribuição e nosso esforço permanente, alcançaremos os objetivos almejados. Nos ajude a chegar lá!

                     

 

 

 

 

 

 

O Impacto Esperado:

A ideia é que nós mulheres que fazemos parte do projeto tenhamos melhorada nossa qualidade de vida; passemos a criar e industrializar, de modo artesanal, porém, com melhor qualidade e eficiência, produtos alimentícios derivados do coco licuri – biscoitos (doces e salgados); doces (cocadas; rocambole; licuri caramelizado; bolos, tortas; etc); sorvetes; iogurtes; azeite. E consigamos manter viva e revigorada a cultura gastronômica local/regional, expandindo para outras regiões, dentro e fora da Bahia. Com esses impactos e conquistas teremos Nossa autoestima elevada, a partir do nosso empoderamento; aglutinando maior número de mulheres para o grupo; e fortalecendo os laços afetivos no Povoado de Lagoa da Roça.

 

Por que precisamos de sua ajuda?

Sua ajuda se faz necessária para que possamos adquirir os equipamentos, utensílios e insumos essenciais para melhorar as condições de trabalho e a qualidade dos alimentos que fazemos. Assim teremos produtos valorizados, vendas aumentadas e o desenvolvimento econômico e empreendedor de todas nós potencializado.

 

Observação: Serão duas metas financeiras a alcançar. A primeira, no valor de R$16.500,00, para estruturar a cozinha (equipamentos e utensílios). A segunda, de R$9.000,00, para qualificar a cozinha (insumos, materiais e capacitação). Juntas, totalizam R$25.500,00.

 

 

AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EXTENSÃO AMAZÔNIA ainda não publicou nenhuma notícia.

O que buscamos com o Projeto

Melhorar a qualidade de vida de 35 mulheres do Povoado de Lagoa da Roça, no sertão da Bahia, com aquisição de equipamentos e utensílios para potencializar a produção de doces e salgados, a partir do extrativismo sustentável do coco licuri.

 

O que é o Projeto SABOR LICURI: cozinha artesanal de Lagoa da Roça:

É um projeto de inclusão sócio produtiva que busca valorizar e realçar o talento e o empreendedorismo nato de mulheres de Lagoa da Roça, as quais trabalham com o extrativismo sustentável do Coco Licuri(1), de onde produzem doces e salgados para o sustento de suas famílias.

(1) Fruto do Licurizeiro. Palmeira nativa do semiárido. Protegida por lei, e que serve de sustento econômico e nutricional para pessoas há décadas, sendo um produto símbolo da cultura do sertão norte da Bahia. O Coco Licuri também serve de alimento a vários animais silvestres, incluindo a Arara Azul.

                                                                             

O Cenário - o antes e o agora:

O Povoado de Lagoa da Roça, município de Campo Formoso, é uma localidade típica do sertão da Bahia, portanto, com inúmeros problemas, como o baixo poder aquisitivo de seus moradores, causado pela pouca oferta de emprego na região; e as dificuldades impostas pela seca, limitando a produção de alimentos. Na localidade são 400 os residentes (121 famílias). Destes, 50 integram a Associação do Desenvolvimento Comunitário do Povoado de Lagoa da Roça, fundada em 2002.

A fé, a força de trabalho e o claro comportamento empreendedor demonstrado por um conjunto de pessoas, a maioria mulheres, fez brotar ideias para exercer atividades voltadas ao artesanato e a culinária, ambos com grande preocupação em resgatar, revigorar e divulgar a cultura típica do sertão baiano. Esses movimentos desafiaram as desigualdades e as muitas barreiras impostas.

Apesar das superações e consequentes avanços, muito ainda há que melhorar. A carência ainda é gritante; as oportunidades são para poucos; a produção culinária no povoado destinada ao comércio local, tem contribuído com a renda de pelo menos 35 mulheres, as quais estão divididas em dois grupos de produção. Ocorre que os produtos são feitos sem equipamentos e utensílios adequados, o que ocasiona muito esforço e tempo de trabalho, comprometendo a qualidade e limitando o valor de mercado desses produtos. É pouco resultado financeiro para tamanha dedicação e esforço.

 

Um pouco de nossa trajetória vitoriosa e onde pensamos chegar:

A ideia de trabalhar o Licuri no Povoado surge em 2008, quando criamos um grupo para fabricar artesanato do licurizeiro e alimentos  típicos do sertão nordestino. Muitas foram as dificuldades, mas a fé e força de vontade nos fez acreditar que poderíamos ir além. E fomos!

Depois de idas e vindas; alguns poucos apoios, mas também muitas barreiras; foi que em 2015 a Secretaria de Mulheres do SINTRAF criou o CEAF - Coletivo de Empreendimentos da Agricultura Familiar. Continuávamos a produzir de modo improvisado, mas mantendo o esforço e dedicação.

Em 2018 nossa autoestima foi melhorada. Conseguimos realizar a “1ª Feira do Licuri de Campo Formoso” e nossa Associação foi incluída no Projeto Biomassa Brasil, mantido pelo Instituto InterCement e executado pela ONG Extensão Amazônia. Recebemos equipamentos, capacitação e capital de giro para o extrativismo e processamento do Licuri. Os resíduos do que produzimos, agora são transformados em energia térmica na cimenteira da InterCement, em Campo Formoso, ajudando a reduzir a emissão de CO2 para a atmosfera, ou seja, agora também contribuímos para diminuir o “efeito estufa”. Estamos orgulhosas disso!

O alvo agora é  melhorar nossas condições e estrutura de trabalho para produzir biscoitos, doces, sorvetes, iogurte e outros, a partir do Coco Licuri, colhidos por nós mesmas no sertão de Campo Formoso-BA. Hoje é tudo muito precário, os equipamentos e utensílios são de uso doméstico, o que compromete a produtividade e a qualidade dos produtos. O Projeto SABOR LICURI – cozinha artesanal de Lagoa da Roça, foi criado para fazer frente a mais esse desafio. Com sua contribuição e nosso esforço permanente, alcançaremos os objetivos almejados. Nos ajude a chegar lá!

                     

 

 

 

 

 

 

O Impacto Esperado:

A ideia é que nós mulheres que fazemos parte do projeto tenhamos melhorada nossa qualidade de vida; passemos a criar e industrializar, de modo artesanal, porém, com melhor qualidade e eficiência, produtos alimentícios derivados do coco licuri – biscoitos (doces e salgados); doces (cocadas; rocambole; licuri caramelizado; bolos, tortas; etc); sorvetes; iogurtes; azeite. E consigamos manter viva e revigorada a cultura gastronômica local/regional, expandindo para outras regiões, dentro e fora da Bahia. Com esses impactos e conquistas teremos Nossa autoestima elevada, a partir do nosso empoderamento; aglutinando maior número de mulheres para o grupo; e fortalecendo os laços afetivos no Povoado de Lagoa da Roça.

 

Por que precisamos de sua ajuda?

Sua ajuda se faz necessária para que possamos adquirir os equipamentos, utensílios e insumos essenciais para melhorar as condições de trabalho e a qualidade dos alimentos que fazemos. Assim teremos produtos valorizados, vendas aumentadas e o desenvolvimento econômico e empreendedor de todas nós potencializado.

 

Observação: Serão duas metas financeiras a alcançar. A primeira, no valor de R$16.500,00, para estruturar a cozinha (equipamentos e utensílios). A segunda, de R$9.000,00, para qualificar a cozinha (insumos, materiais e capacitação). Juntas, totalizam R$25.500,00.

 

 

AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EXTENSÃO AMAZÔNIA ainda não publicou nenhuma notícia.