MARI BLUE / cd autoral |

MARI BLUE / cd autoral

Vamos produzir música nova e independente! Vem comigo nessa!

Projeto por: Mari Blue
R$ 0,00
arrecadado
meta R$ 20.000,00

0 benfeitores
apoiaram essa campanha

Não foi dessa vez :/

A meta de arrecadação não foi atingida e todas as colaborações foram estornadas. Obrigado pelo apoio ainda assim!

POR

Mari Blue

Mari Blue

R$ 15
Apoiando com R$ 15,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
você tem seu nome nos agradecimentos no disco.
R$ 30
Apoiando com R$ 30,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
você recebe as músicas do meu CD por email antes do lançamento oficial, além de ter seu nome nos agradecimentos do disco.
R$ 50
Apoiando com R$ 50,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
você recebe meu CD autografado na sua casa + músicas por email antes do lançamento oficial + seu nome nos agradecimentos do disco.
R$ 80
Apoiando com R$ 80,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
você recebe um agradecimento especial e personalizado nas redes sociais + o CD autografado na sua casa + músicas por email antes do lançamento oficial + seu nome nos agradecimentos do disco.
R$ 100
Apoiando com R$ 100,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
você recebe uma CAMISA EXCLUSIVA pintada e assinada por mim (sou prendada hein!) + agradecimento especial e personalizado nas redes sociais + CD autografado em casa + músicas por email antes do lançamento oficial + nome nos agradecimentos do disco.
R$ 500
Apoiando com R$ 500,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
você recebe 2 CONVITES para show super VIP no Rio de Janeiro + CAMISA EXCLUSIVA pintada e assinada por mim (sou prendada hein!) + agradecimento especial e personalizado nas redes sociais + 2 CDs autografados em casa + músicas por email antes do lançamento oficial + nome nos agradecimentos do disco
R$ 1.000
Apoiando com R$ 1.000,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
você recebe em casa a gravação de uma MÚSICA DE SUA ESCOLHA (feita em estúdio profissional onde cantarei uma versão em piano e voz, especialmente feita para você) + 2 convites para show super VIP a ser realizado no Rio de Janeiro + agradecimento especial e personalizado nas redes sociais + 2 CDs autografados + 2 camisas exclusivas pintadas e assinadas por mim (sou prendada!) + músicas por email antes do lançamento oficial + seu nome nos agradecimentos do disco
R$ 2.000
Apoiando com R$ 2.000,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
EU FAREI UM SHOW NA SUA CASA!!* + você recebe em casa a gravação de uma música de sua escolha (feita em estúdio profissional onde cantarei uma versão em piano e voz, especialmente feita para você) + 2 CDs autografados + 2 camisas exclusivas pintadas e assinadas por mim (sou prendada!) + músicas por email antes do lançamento oficial + seu nome nos agradecimentos do disco. *dependendo da cidade, o translado e hospedagem não estarão inclusos *o formato do show, repertório e duração serão definidos por mim
R$ 4.000
Apoiando com R$ 4.000,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
a LOGOMARCA DA SUA EMPRESA estará no encarte do disco e divulgação do mesmo (flyers, vídeos, shows) + você ganha a gravação de um JINGLE cantado por mim + 3 CDs autografados + 2 camisas exclusivas especialmente confeccionadas e assinadas por mim (sou prendada!) + 2 convites para show super vip a ser realizado no Rio de Janeiro + músicas por email antes do lançamento oficial + seu nome nos agradecimentos do disco

Mari Blue

Olá! Obrigada por estar aqui!

Se você está ansioso para conhecer meu trabalho, eu já vou de início indicar dois links para que possa desfrutar um pouco:

www.maribluemusic.com
www.doismusica.com

Agora posso falar um pouco sobre mim e sobre o meu projeto!

Eu sou uma cantora, compositora e atriz mineira, nascida em 1989 em Belo Horizonte. Entretanto cresci em uma pequena cidade no interior, chamada Rio Casca. Aos 16 anos me mudei para um Rio maior, o Rio de Janeiro, onde comecei minha carreira artística. Meu ponto de partida foi o teatro, aos 17 anos ingressei nos cursos de Direção Teatral na UFRJ e Interpretação na UNIRIO, iniciando uma pequena trajetória, mas muito intensa nesse ramo. Já integrei dois grupos de teatro, primeiramente a Cia de Atores de Copacabana com Direção de Abílio Ramos e depois o grupo 6 Marias e Meia, que nasceu na UFRJ. Assim pude participar de muitas peças e festivais de teatro como atriz, fora experiências com direção e iluminação, que influenciaram meu olhar sobre o palco.

Nessa época eu já estudava canto com a querida Eduarda Fadini, e me apresentava como cantora em algumas ocasiões, mas isso se tornou insuficiente, eu precisava de muito mais, a vontade de me expressar na música era mais natural que o resto todo. Então fui estudar piano com o querido Roberto Bahal, com o foco na prática para que eu pudesse compor minhas canções de forma independente. Também estudei na época um pouquinho de gaita com o maravilhoso gaitista Jefferson Gonçalves, além de eventuais aulas de música em casa com meu pai (João Cantiber), um grande músico, com quem me apresento eventualmente e tive a honra de gravar uma faixa (Diana e Andréia) no seu terceiro disco solo: "Carioquices" (comemoração de 30 anos de carreira). Importante dizer também que eventualmente é possível me encontrar sapateando por aí em algum show ou gravação, arte que venho aprendendo com muitos mestres queridos como Flávio Salles, Christiane Tachlitsky e Steven Harper.
Enfim, tudo fluiu naturalmente, as músicas foram surgindo e a cantora foi fincando seus pés no chão. Daí em diante me apresentei nos mais variados e inusitados lugares, fui premiada com minha música em festivais como o Festival Nacional da Canção e Femurc, além de fazer frutíferas parcerias com amigos músicos que encontrei pelo caminho.

Falando nisso, em 2012 conheci Federico Puppi (numa roda de samba que estávamos dando canja), um violoncelista italiano recém chegado ao Rio de Janeiro. Montamos um duo de violoncelo e voz chamado Dois. Essa formação inusitada conquistou o público, então fizemos mais de 50 shows em um ano, incluindo uma turnê na Itália onde fomos muito elogiados pela crítica. Importante citar também, a minha parceria com o multi-instrumentista e compositor mineiro Mário Wamser, com quem tenho um trabalho que resgata um pouquinho da música mineira que crescemos ouvindo, misturando com todo o resto de ecletismo que nos permeia. Temos composições juntos e tive o prazer de produzir com ele o seu primeiro disco, onde canto em duas faixas.

Eu ainda não tive a oportunidade de gravar um disco da forma que eu gostaria, gravei dois trabalhos chamados "Parte de mim" e "Parte de mim 2", onde misturei minhas nascentes composições com músicas de amigos compositores, mas ambos foram feitos com bastante pressa e falta de recursos, já que o objetivo principal na época era suprir a urgência de ter um trabalho gravado. Agora, com mais calma, tenho a necessidade de gravar um cd com minha identidade artística mais definida e com mais maturidade. Entretanto, não me coloque facilmente dentro de um estilo musical, talvez você possa generalizar pois é preciso muitas vezes. Quero que minha música não tenha limites, no momento posso dizer que ela é muito sincera e direta, como uma boa geminiana, sou apaixonada por muitas sonoridades, e elas devem sair na minha composição com um tempero que eu nem lembro mais os ingredientes. No final, a minha necessidade de comunicar vem antes de qualquer coisa, sempre falo de percepções simples e mutáveis, muitas vezes particulares, mas com possibilidade de serem universalizadas.

Agora chegou a hora de conceber um cd com calma e o meu projeto é faze-lo nos próximos meses, sendo que a pré produção já vem sendo feita e assim que ele for financiado as gravações iniciarão. O álbum será produzido por mim e pelo grande violoncelista e amigo, Federico Puppi. As músicas a serem gravadas são de minha autoria, algumas já foram registradas e outras são inéditas. A concepção estética já foi feita e prefiro guardar em segredo pois dessa parte o público não precisa saber ou entender de antemão, posso dizer que vai ficar a minha cara, ou ter muitas das minhas facetas, vamos misturar o liso com o arranhado, o delicado com o agressivo, o clássico com o contemporâneo. A verba será totalmente destinada a gravação, mixagem, masterização e prensagem, sendo que vinte mil reais seriam insuficientes para fazer tudo com a qualidade que pretendo, entretanto conto com o apoio de profissionais e espaços que farão com que esse valor se multiplique. Depois a regra é difundir o trabalho por todos os cantos, se você participar vai receber em casa junto com outros mimos, se não, espero que o encontre facilmente em algum lugar, pois ele não será feito para minha posse, e sim para a o desfrute de qualquer pessoa que tenha o desejo de conhecer e apreciar.

Obrigada mais uma vez, e se puder compartilhe essa página para seus amigos! Um grande abraço!

Mari Blue ainda não publicou nenhuma notícia.

Mari Blue

Olá! Obrigada por estar aqui!

Se você está ansioso para conhecer meu trabalho, eu já vou de início indicar dois links para que possa desfrutar um pouco:

www.maribluemusic.com
www.doismusica.com

Agora posso falar um pouco sobre mim e sobre o meu projeto!

Eu sou uma cantora, compositora e atriz mineira, nascida em 1989 em Belo Horizonte. Entretanto cresci em uma pequena cidade no interior, chamada Rio Casca. Aos 16 anos me mudei para um Rio maior, o Rio de Janeiro, onde comecei minha carreira artística. Meu ponto de partida foi o teatro, aos 17 anos ingressei nos cursos de Direção Teatral na UFRJ e Interpretação na UNIRIO, iniciando uma pequena trajetória, mas muito intensa nesse ramo. Já integrei dois grupos de teatro, primeiramente a Cia de Atores de Copacabana com Direção de Abílio Ramos e depois o grupo 6 Marias e Meia, que nasceu na UFRJ. Assim pude participar de muitas peças e festivais de teatro como atriz, fora experiências com direção e iluminação, que influenciaram meu olhar sobre o palco.

Nessa época eu já estudava canto com a querida Eduarda Fadini, e me apresentava como cantora em algumas ocasiões, mas isso se tornou insuficiente, eu precisava de muito mais, a vontade de me expressar na música era mais natural que o resto todo. Então fui estudar piano com o querido Roberto Bahal, com o foco na prática para que eu pudesse compor minhas canções de forma independente. Também estudei na época um pouquinho de gaita com o maravilhoso gaitista Jefferson Gonçalves, além de eventuais aulas de música em casa com meu pai (João Cantiber), um grande músico, com quem me apresento eventualmente e tive a honra de gravar uma faixa (Diana e Andréia) no seu terceiro disco solo: "Carioquices" (comemoração de 30 anos de carreira). Importante dizer também que eventualmente é possível me encontrar sapateando por aí em algum show ou gravação, arte que venho aprendendo com muitos mestres queridos como Flávio Salles, Christiane Tachlitsky e Steven Harper.
Enfim, tudo fluiu naturalmente, as músicas foram surgindo e a cantora foi fincando seus pés no chão. Daí em diante me apresentei nos mais variados e inusitados lugares, fui premiada com minha música em festivais como o Festival Nacional da Canção e Femurc, além de fazer frutíferas parcerias com amigos músicos que encontrei pelo caminho.

Falando nisso, em 2012 conheci Federico Puppi (numa roda de samba que estávamos dando canja), um violoncelista italiano recém chegado ao Rio de Janeiro. Montamos um duo de violoncelo e voz chamado Dois. Essa formação inusitada conquistou o público, então fizemos mais de 50 shows em um ano, incluindo uma turnê na Itália onde fomos muito elogiados pela crítica. Importante citar também, a minha parceria com o multi-instrumentista e compositor mineiro Mário Wamser, com quem tenho um trabalho que resgata um pouquinho da música mineira que crescemos ouvindo, misturando com todo o resto de ecletismo que nos permeia. Temos composições juntos e tive o prazer de produzir com ele o seu primeiro disco, onde canto em duas faixas.

Eu ainda não tive a oportunidade de gravar um disco da forma que eu gostaria, gravei dois trabalhos chamados "Parte de mim" e "Parte de mim 2", onde misturei minhas nascentes composições com músicas de amigos compositores, mas ambos foram feitos com bastante pressa e falta de recursos, já que o objetivo principal na época era suprir a urgência de ter um trabalho gravado. Agora, com mais calma, tenho a necessidade de gravar um cd com minha identidade artística mais definida e com mais maturidade. Entretanto, não me coloque facilmente dentro de um estilo musical, talvez você possa generalizar pois é preciso muitas vezes. Quero que minha música não tenha limites, no momento posso dizer que ela é muito sincera e direta, como uma boa geminiana, sou apaixonada por muitas sonoridades, e elas devem sair na minha composição com um tempero que eu nem lembro mais os ingredientes. No final, a minha necessidade de comunicar vem antes de qualquer coisa, sempre falo de percepções simples e mutáveis, muitas vezes particulares, mas com possibilidade de serem universalizadas.

Agora chegou a hora de conceber um cd com calma e o meu projeto é faze-lo nos próximos meses, sendo que a pré produção já vem sendo feita e assim que ele for financiado as gravações iniciarão. O álbum será produzido por mim e pelo grande violoncelista e amigo, Federico Puppi. As músicas a serem gravadas são de minha autoria, algumas já foram registradas e outras são inéditas. A concepção estética já foi feita e prefiro guardar em segredo pois dessa parte o público não precisa saber ou entender de antemão, posso dizer que vai ficar a minha cara, ou ter muitas das minhas facetas, vamos misturar o liso com o arranhado, o delicado com o agressivo, o clássico com o contemporâneo. A verba será totalmente destinada a gravação, mixagem, masterização e prensagem, sendo que vinte mil reais seriam insuficientes para fazer tudo com a qualidade que pretendo, entretanto conto com o apoio de profissionais e espaços que farão com que esse valor se multiplique. Depois a regra é difundir o trabalho por todos os cantos, se você participar vai receber em casa junto com outros mimos, se não, espero que o encontre facilmente em algum lugar, pois ele não será feito para minha posse, e sim para a o desfrute de qualquer pessoa que tenha o desejo de conhecer e apreciar.

Obrigada mais uma vez, e se puder compartilhe essa página para seus amigos! Um grande abraço!

Mari Blue ainda não publicou nenhuma notícia.