Projeto Marieta |

Projeto Marieta

Venha fazer parte da construção de seu centro cultural de confiança


Projeto por: Cactus Consultoria em Produções Artísticas
R$ 1.420,00
arrecadado por mês
meta R$ 2.100,00

30
assinantes

68%
arrecadado

Faça parte desse projeto!
Vire um assinante mensal.



ASSINATURAS
R$ 20 por mês
8 assinantes mensais
R$ 40 por mês
8 assinantes mensais
R$ 60 por mês
6 assinantes mensais
R$ 100 por mês
4 assinantes mensais
POR

Cactus Consultoria em Produções Artísticas

Cactus Consultoria em Produções Artísticas

O Marieta é um centro de cultura voltado para os desafios do presente e o pensamento contemporâneo.

Com uma programação artística, cultural, cidadã e humana;
Cursos públicos, debates e encontros;
Cineclube semanal gratuito, com filmes preciosos;
Residência cultural para pessoas pesquisadoras, artistas e pensadoras;
Um centro cultural para descobrir, questionar e pensar o mundo em que habitamos;
Com muito amor.

_______________

Missão Marieta

Era assim que o Marieta se apresentava ao público, antes do recente fechamento por quarentena.

Fundado em 2015 por pessoas de gerações diferentes com interesses em comum, o Marieta é um centro cultural com sede no centro de São Paulo. Cuidado por uma equipe de voluntários e estagiários, o espaço funciona como local de trabalho e pesquisa para pessoas atuantes na área cultural.

Com o objetivo de difundir conhecimento e estimular o debate público, o Marieta oferece uma programação cultural pública voltada aos mais diversos temas do pensamento contemporâneo em arte, cultura e sociedade, sempre em diálogo horizontal com as pessoas participantes.

Desde 2016, o Marieta tem organizado diversas atividades e ações, como o cineclube semanal gratuito, programa de residências culturais, debates e cursos sobre temas diversos (curadoria, arquitetura, fotografia, roteiro, artes plásticas etc.), grupos de pesquisa, laboratórios tecnológicos, entre outras. Com vocação transdisciplinar, o centro acolhe variados tipos de propostas.

____________

Princípios 

Para alcançar o ideal de uma democracia cultural é necessário alimentar um sistema onde todos sejam incluídos nos processos de produção e difusão cultural. Não queremos apenas formar público, mas potencializar a participação ativa das pessoas na vida cultural da sociedade.

Para atingir gradualmente este objetivo fundamental, o Marieta tem praticado uma série de estratégias e processos internos que fomentam a participação de seus interlocutores de forma ativa e inclusiva.

Desde 2019, mantemos uma política de bolsas integrais, reservando ao menos 20% das vagas em todas as nossas atividades educativo- formativas para pessoas em situação de vulnerabilidade social, estimulando uma aproximação ainda maior entre pessoas de realidades distintas e contribuindo para a construção de uma comunidade democrática a partir das diferenças.

Acreditamos ser indispensável o acesso horizontal, intelectualmente estimulante, aos bens culturais; quando conseguimos unir pessoas de origens radicalmente diferentes, promovemos debates produtivos, estimulando uma cidadania ativa.

Nesse sentido, o Marieta busca cumprir um papel vital de harmonização social; é essencial a manutenção e valorização de espaços que promovam experiências continuadas de contato com a cultura, com programações que se estendem para além do evento isolado.

Em coerência com nossos princípios de inclusão e participação, o Marieta tem operado no último ano um processo de despersonalização de sua curadoria, criando sistemas participativos na programação das atividades. Através de formulários online disponibilizados publicamente é possível sugerir pautas de atividades e reflexões, tornando o centro cultural um espaço comunitário mais abrangente. Sabemos que sozinhas vamos bem, mas juntas vamos melhor!


____________

Mundo Novo

Com o avanço da crise de Covid-19 em março de 2020, o espaço físico do projeto foi temporariamente fechado e suspensa boa parte das atividades. Mesmo com graves dificuldades financeiras decorrentes da impossibilidade de realizar atividades presenciais e precisando pagar as despesas fixas de manutenção do espaço, a equipe de voluntários que administra o projeto, com o apoio de seus interlocutores, tem conseguido oferecer à sua comunidade importantes momentos de atenção e propósito nos tempos de isolamento, com a programação “Marieta Virtual”.

As propostas virtuais tiveram o êxito de alcançar e conectar pessoas de diferentes regiões do país, construindo um espaço propositivo de troca e produção cultural, possibilitando arranjos e encontros inéditos. Para uma visão completa das atividades realizadas em pandêmia, acesse o Anuário Marieta 2020.


____________

Mantendo o espaço com Apoio Mensal da comunidade

Lançamos a campanha de apoio mensal em cinco metas:

A primeira meta é EMERGENCIAL referente ao valor mínimo que o espaço necessita receber para se sustentar (custos fixos de manutenção do espaço!), seguido por metas com o objetivo de aumentar gradualmente a programação e o número de bolsas integrais, até conseguir oferecer 100% das atividades de forma gratuita e financiadas pela nossa comunidade!

Durante a pandemia nossa programação é 100% virtual e precisamos da colaboração de vocês para mantermos nosso espaço de pé em tempos tão incertos!

____________

O que você ganha com isso?

Além de colaborar para manter a existência do projeto, você recebe 20% de desconto em todas as atividades do Marieta.

Mariete-se: vem fazer parte da construção do seu centro cultural de confiança!

___________

Atividades na pandemia 


Transa Marieta

O Transa Marieta é um programa de entrevistas com personalidades da arte e da cultura contemporânea, nascido com a intenção – que se tornou guia ao longo do tempo – de convidar ao debate personalidades da arte e da cultura contemporâneas.

Queríamos, mesmo em um espaço virtual, propiciar o encontro, fomentar a faísca do pensamento criativo e oferecer, aos que tivessem interesse, um momento de alento dos horrores deste mundo. Para isso, uma conversa evidentemente não bastaria: seria necessário algo potente, um encontro de forças, um ato de gestação coletiva: uma transa. Transa Marieta.

Ao conceber o projeto, sentimos a importância de escolher personalidades notáveis para serem entrevistadas, mas acompanhadas de entrevistadoras e entrevistadores de idades, trajetórias e pensamentos diversos, para compor uma mesa virtual onde a conversa pulsante fosse a regra, e onde a expansão do território da experiência fosse o objetivo.

Todos os episódios são transmitidos ao vivo e disponibilizados gratuitamente em nossas plataformas digitais, acessíveis à todas as pessoas interessadas. Nas onze edições realizadas até hoje - descritas no detalhe na página a seguir - todas as pessoas convidadas participaram de maneira voluntária, entendendo a importância da documentação e registro das experiências excepcionais dos entrevistados.

Segunda Temporada (2021)

#11 - Kleber Mendonça Filho com Caio Guerra, Maeve Jinkins, Magaly Corgosinho e Roberto Gervitz; mediação de Abilio Guerra

Primeira Temporada (2020)

#10 - Heloisa Buarque de Hollanda com Adriana Ferreira, Clara Alvim, Francisco Alvim e Stephanie Ribeiro; mediação de Giovanni Pirelli

#9 - Zé Miguel Wisnik com Eucanaã Ferraz e Evandro Camperom; mediação de Abilio Guerra

#8 - Carmen Silva com Bruno Ramos, Débora Sanches, Eliane Caffé e Luiz Gonzaga “Gegê” da Silva; mediação de Giovanni Pirelli

#7 - Gilberto Gil com Chico César, Djamila Ribeiro, Keyna Eleison e Luiz Fernando de Almeida, mediação de Abilio Guerra e Giovanni Pirelli

#6 – Zé Celso Martinez Corrêa com Giovanni Pirelli, Cafira Zoé, Casé Angatu, Marcelo Dalourzi e Marília Gallmeister

#5 - Ailton Krenak com Abilio Guerra, Isa Grinspum, Marco Altberg e Suely Rolnik

#4 - Danilo Santos de Miranda com Abilio Guerra, Giovanni Pirelli e Marta Bogéa

#3 - Erminia Maricato com Abilio Guerra, Celso Aparecido Sampaio, João Sette Whitaker e Lizete Rubano

#2 - Arrigo Barnabé com Abilio Guerra, Carla Camurati, Luiz Gê, João e Paulo Sampaio

#1 - Milton Hatoum com Abilio Guerra, Augusto Massi e Julia Bussius

__________

Grupos de Desenvolvimento

A cultura salva. Nós do Marieta sempre acreditamos profundamente em seu poder transformador, libertador. Uma sociedade culturalmente ativa é uma sociedade sadia, viva, mais preparada para enfrentar os desafios do presente/futuro.

A cultura une, oferece alento aos sofrimentos do coração e da razão, cria novos horizontes onde a imaginação pode correr solta, transformando o mundo. Quando ficou claro que a pandemia não seria vencida de imediato, precisamos inventar um novo jeito de fazer cultura. Como trocar, dialogar, experimentar, brincar, errar e criar de novo no isolamento de nossos refúgios pandêmicos? Como oferecer, virtualmente, um espaço fértil, seguro e aberto para todas aquelas pessoas que precisam dar vazão à sua criatividade?

Esse novo espaço deveria contemplar as palavras de Paulo Freire, que sempre orientaram nosso fazer: um lugar “onde não há ignorantes absolutos, nem sábios absolutos: há pessoas que, em comunhão, buscam saber mais”. Pensamos em momentos de troca e reflexão coletiva para grupos de até 20 pessoas, para discutir, problematizar e evoluir projetos pessoais artísticos e culturais.

Os grupos foram abertos para todas as pessoas interessadas, que puderam se inscrever através de um chamamento público online. As propostas foram selecionadas com o objetivo de formar coletivos heterogêneos, estimulantes e inclusivos, com pessoas de gerações distantes, com diferentes experiências, de inúmeros lugares do Brasil (e até do mundo).

Desde maio de 2020, os grupos se reúnem online uma vez por semana, por duas horas e meia. A cada sessão, projetos individuais são apresentados pelas suas idealizadoras e, em seguida, debatidos por todos os integrantes em trocas sinceras, críticas e engajadas. As turmas são auto-organizadas, sob a coordenação de um colaborador do Marieta.

Estão ativos, no primeiro semestre de 2021:

Grupos de Roteiro
4 turmas
83 participantes
33 cidades
17 estados
2 países
___

Grupo de Curadoria
1 turma
16 participantes
9 cidades
8 estados
2 países
___
Grupo de Animação
1 turma
21 participantes
15 cidades
10 estados
1 pais
___
Grupo de Projetos Culturais
1 turma
22 participantes
9 cidades
4 estados
2 países

para ter acesso à lista completa de participantes e ementa de cada grupo, acesse este link

___________


Podcast "É Tudo Roteiro"

Com a suspensão das atividades do cineclube durante o período de pandemia, Caio Guerra iniciou o projeto É Tudo Roteiro, programa de Podcast e YouTube de análise de filmes, para manter o público engajado na discussão cinematográfica.

O programa é gratuito e aberto para toda comunidade.

O primeiro episódio pode ser assistido neste link :)

Cactus Consultoria em Produções Artísticas ainda não publicou nenhuma notícia.

O Marieta é um centro de cultura voltado para os desafios do presente e o pensamento contemporâneo.

Com uma programação artística, cultural, cidadã e humana;
Cursos públicos, debates e encontros;
Cineclube semanal gratuito, com filmes preciosos;
Residência cultural para pessoas pesquisadoras, artistas e pensadoras;
Um centro cultural para descobrir, questionar e pensar o mundo em que habitamos;
Com muito amor.

_______________

Missão Marieta

Era assim que o Marieta se apresentava ao público, antes do recente fechamento por quarentena.

Fundado em 2015 por pessoas de gerações diferentes com interesses em comum, o Marieta é um centro cultural com sede no centro de São Paulo. Cuidado por uma equipe de voluntários e estagiários, o espaço funciona como local de trabalho e pesquisa para pessoas atuantes na área cultural.

Com o objetivo de difundir conhecimento e estimular o debate público, o Marieta oferece uma programação cultural pública voltada aos mais diversos temas do pensamento contemporâneo em arte, cultura e sociedade, sempre em diálogo horizontal com as pessoas participantes.

Desde 2016, o Marieta tem organizado diversas atividades e ações, como o cineclube semanal gratuito, programa de residências culturais, debates e cursos sobre temas diversos (curadoria, arquitetura, fotografia, roteiro, artes plásticas etc.), grupos de pesquisa, laboratórios tecnológicos, entre outras. Com vocação transdisciplinar, o centro acolhe variados tipos de propostas.

____________

Princípios 

Para alcançar o ideal de uma democracia cultural é necessário alimentar um sistema onde todos sejam incluídos nos processos de produção e difusão cultural. Não queremos apenas formar público, mas potencializar a participação ativa das pessoas na vida cultural da sociedade.

Para atingir gradualmente este objetivo fundamental, o Marieta tem praticado uma série de estratégias e processos internos que fomentam a participação de seus interlocutores de forma ativa e inclusiva.

Desde 2019, mantemos uma política de bolsas integrais, reservando ao menos 20% das vagas em todas as nossas atividades educativo- formativas para pessoas em situação de vulnerabilidade social, estimulando uma aproximação ainda maior entre pessoas de realidades distintas e contribuindo para a construção de uma comunidade democrática a partir das diferenças.

Acreditamos ser indispensável o acesso horizontal, intelectualmente estimulante, aos bens culturais; quando conseguimos unir pessoas de origens radicalmente diferentes, promovemos debates produtivos, estimulando uma cidadania ativa.

Nesse sentido, o Marieta busca cumprir um papel vital de harmonização social; é essencial a manutenção e valorização de espaços que promovam experiências continuadas de contato com a cultura, com programações que se estendem para além do evento isolado.

Em coerência com nossos princípios de inclusão e participação, o Marieta tem operado no último ano um processo de despersonalização de sua curadoria, criando sistemas participativos na programação das atividades. Através de formulários online disponibilizados publicamente é possível sugerir pautas de atividades e reflexões, tornando o centro cultural um espaço comunitário mais abrangente. Sabemos que sozinhas vamos bem, mas juntas vamos melhor!


____________

Mundo Novo

Com o avanço da crise de Covid-19 em março de 2020, o espaço físico do projeto foi temporariamente fechado e suspensa boa parte das atividades. Mesmo com graves dificuldades financeiras decorrentes da impossibilidade de realizar atividades presenciais e precisando pagar as despesas fixas de manutenção do espaço, a equipe de voluntários que administra o projeto, com o apoio de seus interlocutores, tem conseguido oferecer à sua comunidade importantes momentos de atenção e propósito nos tempos de isolamento, com a programação “Marieta Virtual”.

As propostas virtuais tiveram o êxito de alcançar e conectar pessoas de diferentes regiões do país, construindo um espaço propositivo de troca e produção cultural, possibilitando arranjos e encontros inéditos. Para uma visão completa das atividades realizadas em pandêmia, acesse o Anuário Marieta 2020.


____________

Mantendo o espaço com Apoio Mensal da comunidade

Lançamos a campanha de apoio mensal em cinco metas:

A primeira meta é EMERGENCIAL referente ao valor mínimo que o espaço necessita receber para se sustentar (custos fixos de manutenção do espaço!), seguido por metas com o objetivo de aumentar gradualmente a programação e o número de bolsas integrais, até conseguir oferecer 100% das atividades de forma gratuita e financiadas pela nossa comunidade!

Durante a pandemia nossa programação é 100% virtual e precisamos da colaboração de vocês para mantermos nosso espaço de pé em tempos tão incertos!

____________

O que você ganha com isso?

Além de colaborar para manter a existência do projeto, você recebe 20% de desconto em todas as atividades do Marieta.

Mariete-se: vem fazer parte da construção do seu centro cultural de confiança!

___________

Atividades na pandemia 


Transa Marieta

O Transa Marieta é um programa de entrevistas com personalidades da arte e da cultura contemporânea, nascido com a intenção – que se tornou guia ao longo do tempo – de convidar ao debate personalidades da arte e da cultura contemporâneas.

Queríamos, mesmo em um espaço virtual, propiciar o encontro, fomentar a faísca do pensamento criativo e oferecer, aos que tivessem interesse, um momento de alento dos horrores deste mundo. Para isso, uma conversa evidentemente não bastaria: seria necessário algo potente, um encontro de forças, um ato de gestação coletiva: uma transa. Transa Marieta.

Ao conceber o projeto, sentimos a importância de escolher personalidades notáveis para serem entrevistadas, mas acompanhadas de entrevistadoras e entrevistadores de idades, trajetórias e pensamentos diversos, para compor uma mesa virtual onde a conversa pulsante fosse a regra, e onde a expansão do território da experiência fosse o objetivo.

Todos os episódios são transmitidos ao vivo e disponibilizados gratuitamente em nossas plataformas digitais, acessíveis à todas as pessoas interessadas. Nas onze edições realizadas até hoje - descritas no detalhe na página a seguir - todas as pessoas convidadas participaram de maneira voluntária, entendendo a importância da documentação e registro das experiências excepcionais dos entrevistados.

Segunda Temporada (2021)

#11 - Kleber Mendonça Filho com Caio Guerra, Maeve Jinkins, Magaly Corgosinho e Roberto Gervitz; mediação de Abilio Guerra

Primeira Temporada (2020)

#10 - Heloisa Buarque de Hollanda com Adriana Ferreira, Clara Alvim, Francisco Alvim e Stephanie Ribeiro; mediação de Giovanni Pirelli

#9 - Zé Miguel Wisnik com Eucanaã Ferraz e Evandro Camperom; mediação de Abilio Guerra

#8 - Carmen Silva com Bruno Ramos, Débora Sanches, Eliane Caffé e Luiz Gonzaga “Gegê” da Silva; mediação de Giovanni Pirelli

#7 - Gilberto Gil com Chico César, Djamila Ribeiro, Keyna Eleison e Luiz Fernando de Almeida, mediação de Abilio Guerra e Giovanni Pirelli

#6 – Zé Celso Martinez Corrêa com Giovanni Pirelli, Cafira Zoé, Casé Angatu, Marcelo Dalourzi e Marília Gallmeister

#5 - Ailton Krenak com Abilio Guerra, Isa Grinspum, Marco Altberg e Suely Rolnik

#4 - Danilo Santos de Miranda com Abilio Guerra, Giovanni Pirelli e Marta Bogéa

#3 - Erminia Maricato com Abilio Guerra, Celso Aparecido Sampaio, João Sette Whitaker e Lizete Rubano

#2 - Arrigo Barnabé com Abilio Guerra, Carla Camurati, Luiz Gê, João e Paulo Sampaio

#1 - Milton Hatoum com Abilio Guerra, Augusto Massi e Julia Bussius

__________

Grupos de Desenvolvimento

A cultura salva. Nós do Marieta sempre acreditamos profundamente em seu poder transformador, libertador. Uma sociedade culturalmente ativa é uma sociedade sadia, viva, mais preparada para enfrentar os desafios do presente/futuro.

A cultura une, oferece alento aos sofrimentos do coração e da razão, cria novos horizontes onde a imaginação pode correr solta, transformando o mundo. Quando ficou claro que a pandemia não seria vencida de imediato, precisamos inventar um novo jeito de fazer cultura. Como trocar, dialogar, experimentar, brincar, errar e criar de novo no isolamento de nossos refúgios pandêmicos? Como oferecer, virtualmente, um espaço fértil, seguro e aberto para todas aquelas pessoas que precisam dar vazão à sua criatividade?

Esse novo espaço deveria contemplar as palavras de Paulo Freire, que sempre orientaram nosso fazer: um lugar “onde não há ignorantes absolutos, nem sábios absolutos: há pessoas que, em comunhão, buscam saber mais”. Pensamos em momentos de troca e reflexão coletiva para grupos de até 20 pessoas, para discutir, problematizar e evoluir projetos pessoais artísticos e culturais.

Os grupos foram abertos para todas as pessoas interessadas, que puderam se inscrever através de um chamamento público online. As propostas foram selecionadas com o objetivo de formar coletivos heterogêneos, estimulantes e inclusivos, com pessoas de gerações distantes, com diferentes experiências, de inúmeros lugares do Brasil (e até do mundo).

Desde maio de 2020, os grupos se reúnem online uma vez por semana, por duas horas e meia. A cada sessão, projetos individuais são apresentados pelas suas idealizadoras e, em seguida, debatidos por todos os integrantes em trocas sinceras, críticas e engajadas. As turmas são auto-organizadas, sob a coordenação de um colaborador do Marieta.

Estão ativos, no primeiro semestre de 2021:

Grupos de Roteiro
4 turmas
83 participantes
33 cidades
17 estados
2 países
___

Grupo de Curadoria
1 turma
16 participantes
9 cidades
8 estados
2 países
___
Grupo de Animação
1 turma
21 participantes
15 cidades
10 estados
1 pais
___
Grupo de Projetos Culturais
1 turma
22 participantes
9 cidades
4 estados
2 países

para ter acesso à lista completa de participantes e ementa de cada grupo, acesse este link

___________


Podcast "É Tudo Roteiro"

Com a suspensão das atividades do cineclube durante o período de pandemia, Caio Guerra iniciou o projeto É Tudo Roteiro, programa de Podcast e YouTube de análise de filmes, para manter o público engajado na discussão cinematográfica.

O programa é gratuito e aberto para toda comunidade.

O primeiro episódio pode ser assistido neste link :)

Cactus Consultoria em Produções Artísticas ainda não publicou nenhuma notícia.