Matheus Padrón em Georgia Institute of Technology |

Matheus Padrón em Georgia Institute of Technology

Sonhar alto, Voar alto

Projeto por: Estudar Fora
R$ 2.050,00
arrecadado
meta R$ 25.000,00

2 benfeitores
apoiaram essa campanha

Não foi dessa vez :/

A meta de arrecadação não foi atingida e todas as colaborações foram estornadas. Obrigado pelo apoio ainda assim!

POR

Estudar Fora

Estudar Fora
R$ 15
Apoiando com R$ 15,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
E-mail de agradecimento
R$ 30
Apoiando com R$ 30,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Anterior + vídeo de agradecimento
R$ 50
Apoiando com R$ 50,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Anterior + Cartão Postal da cidade de Atlanta
R$ 100
Apoiando com R$ 100,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Anterior + Acesso a vídeos exclusivos da vida nos Estados Unidos por 1 ano
R$ 500
Apoiando com R$ 500,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Anterior + Carta de agradecimento personalizada escrita à mão + Vídeo conferencia no Skype sobre assuntos como: O que pretendo fazer em Atlanta, a Universidade, o processo de application e suas maiores dificuldades. Podemos falar também sobre a aviação em geral, futebol ou carnaval. A decisão é sua!
R$ 1.000
Apoiando com R$ 1.000,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Anterior + Presente dos Estados Unidos (Inicialmente um pequeno souvenir da cidade de Atlanta ou da Universidade)
R$ 3.000
Apoiando com R$ 3.000,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Anterior + Peça de roupa (Camisa, Cachecol ou Boné) com a marca da Universidade (Georgia Tech)

Sobre o projeto

Todos tem seus sonhos. Alguns preferem guardá-los para si mesmos, outros compartilham com o mundo. Alguns são menos exigentes, outros querem o “impossível”. Alguns se contentam em apenas sonhar, outros fazem o que for preciso para torná-los realidade. Alguns são os “pé no chão”, para outros “o céu é o limite”.

Existem os “alguns” e existem os “outros”. Os “alguns” estão em todo lugar, os “outros” são mais raros. Os “alguns” esperam acontecer, os “outros” fazem a hora. Durante toda minha vida lutei para ser um “outro”. Educação, estudo, comprometimento, interesse, vontade e, sobretudo, SONHOS. Entender desde cedo que, de fato, o céu é o limite, foi fundamental para eu buscar crescer e realizar meus sonhos. Para mim, contudo, o ditado assumiu um sentido um pouco mais literal e o céu realmente virou meu limite.

A idéia de sair do chão e voar sempre me intrigou muito. Como aquelas máquinas de centenas de toneladas conseguiam sair tão facilmente do chão? Como conseguiam alcançar quase a velocidade do som e levar uma pessoa de um Continente a outro em questão de horas? Desde pequeno sabia que quando crescesse queria trabalhar com a aviação. Comissário de bordo? Piloto? Controlador de tráfego aéreo? As opções eram muitas. Só no Ensino Médio consegui me decidir: quero ser um Engenheiro Aeronáutico, ou melhor, vou ser um Engenheiro Aeronáutico.

Decidida a carreira, faltava escolher o lugar. Entre muitas pesquisas e conversas descobri, quase que sem querer, o Georgia Institute of Technology. Com uma infra-estrutura fora do comum e um dos melhores programas de Engenharia do mundo (9ª do mundo em Engenharia, segundo o ranking de 2013 da QS Top Universities), estudar na Georgia Tech, virou meu sonho. O sonho que para “alguns” seria impossível, mas que para mim valia todo e qualquer esforço para realizá-lo. E, felizmente, esse sonho aconteceu: fui aceito na Universidade para estudar engenharia, começando em agosto de 2014.

Concretizar esse sonho, porém, possui um custo muito elevado. A anuidade de U$$40.000,00 (aproximadamente) e o custo de vida (seguro de saúde, transporte, alimentação…) se transformaram em uma barreira enorme. Mas aqui estou eu, para vencer os “alguns” que acham impossível derrubar essa barreira e convocar os “outros” que, assim como eu, sabem a importância de lutar pelos sonhos e fazer acontecer. Este “outro” é você. Colabore com esse sonho para eu ir longe, voar alto, fazer acontecer. Faça acontecer!

Universidades em que foi aprovado

Georgia Institute of Technology, University of Illinois

Principais conquistas pessoais e acadêmicas

- Presidente do Grêmio Estudantil do Colégio de São Bento;

- Aprovado em Engenharia de Produção na UFRJ no 2º ano;

- Aprovado em Engenharia de Produção na UFRJ em 3º lugar;

- Projeto de Mentoria para alunos interessados em estudar nos EUA;

- Participação e Medalhas em Olímpiadas de matemática.

Como pretendo utilizar esses recursos?

Os R$25.000,00 são o preço mínimo calculado para que eu possa ir aos Estados Unidos. O uso será focado em cobrir parte dos $28.306,00 (aproximadamente R$62.556,26, com o dolar a R$2,21).

Estudar Fora ainda não publicou nenhuma notícia.

Sobre o projeto

Todos tem seus sonhos. Alguns preferem guardá-los para si mesmos, outros compartilham com o mundo. Alguns são menos exigentes, outros querem o “impossível”. Alguns se contentam em apenas sonhar, outros fazem o que for preciso para torná-los realidade. Alguns são os “pé no chão”, para outros “o céu é o limite”.

Existem os “alguns” e existem os “outros”. Os “alguns” estão em todo lugar, os “outros” são mais raros. Os “alguns” esperam acontecer, os “outros” fazem a hora. Durante toda minha vida lutei para ser um “outro”. Educação, estudo, comprometimento, interesse, vontade e, sobretudo, SONHOS. Entender desde cedo que, de fato, o céu é o limite, foi fundamental para eu buscar crescer e realizar meus sonhos. Para mim, contudo, o ditado assumiu um sentido um pouco mais literal e o céu realmente virou meu limite.

A idéia de sair do chão e voar sempre me intrigou muito. Como aquelas máquinas de centenas de toneladas conseguiam sair tão facilmente do chão? Como conseguiam alcançar quase a velocidade do som e levar uma pessoa de um Continente a outro em questão de horas? Desde pequeno sabia que quando crescesse queria trabalhar com a aviação. Comissário de bordo? Piloto? Controlador de tráfego aéreo? As opções eram muitas. Só no Ensino Médio consegui me decidir: quero ser um Engenheiro Aeronáutico, ou melhor, vou ser um Engenheiro Aeronáutico.

Decidida a carreira, faltava escolher o lugar. Entre muitas pesquisas e conversas descobri, quase que sem querer, o Georgia Institute of Technology. Com uma infra-estrutura fora do comum e um dos melhores programas de Engenharia do mundo (9ª do mundo em Engenharia, segundo o ranking de 2013 da QS Top Universities), estudar na Georgia Tech, virou meu sonho. O sonho que para “alguns” seria impossível, mas que para mim valia todo e qualquer esforço para realizá-lo. E, felizmente, esse sonho aconteceu: fui aceito na Universidade para estudar engenharia, começando em agosto de 2014.

Concretizar esse sonho, porém, possui um custo muito elevado. A anuidade de U$$40.000,00 (aproximadamente) e o custo de vida (seguro de saúde, transporte, alimentação…) se transformaram em uma barreira enorme. Mas aqui estou eu, para vencer os “alguns” que acham impossível derrubar essa barreira e convocar os “outros” que, assim como eu, sabem a importância de lutar pelos sonhos e fazer acontecer. Este “outro” é você. Colabore com esse sonho para eu ir longe, voar alto, fazer acontecer. Faça acontecer!

Universidades em que foi aprovado

Georgia Institute of Technology, University of Illinois

Principais conquistas pessoais e acadêmicas

- Presidente do Grêmio Estudantil do Colégio de São Bento;

- Aprovado em Engenharia de Produção na UFRJ no 2º ano;

- Aprovado em Engenharia de Produção na UFRJ em 3º lugar;

- Projeto de Mentoria para alunos interessados em estudar nos EUA;

- Participação e Medalhas em Olímpiadas de matemática.

Como pretendo utilizar esses recursos?

Os R$25.000,00 são o preço mínimo calculado para que eu possa ir aos Estados Unidos. O uso será focado em cobrir parte dos $28.306,00 (aproximadamente R$62.556,26, com o dolar a R$2,21).

Estudar Fora ainda não publicou nenhuma notícia.