Publicação do Livro: Mexe a Mão |

Publicação do Livro: Mexe a Mão

Mexe a mão é o segundo livro de poesias infantis da poeta e produtora cultural, Carolina Peixoto, produzido de forma artesanal.

Projeto por: Anna Carolina de Freitas Peixoto
R$ 5.180,00
arrecadado
meta R$ 5.000,00

44 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Anna Carolina de Freitas Peixoto

Anna Carolina de Freitas Peixoto
R$ 15
Lambe-poesia
1 benfeitor apoiando
QUE FOFO! Alguns poemas e seus desenhos sairão do livro para decorar e ocupar outros espaços.
R$ 30
Um livro pra chamar de seu
19 benfeitores apoiando
OBA! Valor especial de compra, apenas para colaboradores da campanha. APROVEITE!
R$ 45
Combo bão!
11 benfeitores apoiando
PARA VOCÊ! Um kit lindo com livro e pôster, por um precinho especial!
R$ 60
Mexe a Mão
4 benfeitores apoiando
FAÇA VOCÊ TAMBÉM! O livro Mexe a Mão está sendo desenvolvido de forma artesanal, costurado a mão. Para replicar essa ideia, disponibilizarei o arquivo* em PDF, com instruções de como reproduzi-lo, assim você garante um exemplar e poderá fazer quantos mais quiser. *o arquivo será em preto e branco.
R$ 80
Leva TUDO!!!
5 benfeitores apoiando
QUE LEGAL! Kit COMPLETO com o livro impresso e arquivo* em PDF - com instruções de como reproduzi-lo, além de pôster com poemas e ilustrações. *arquivo em preto e branco.
R$ 150
Tamanho FAMÍLIA
2 benfeitores apoiando
ÊTA COISA BOA! Dois exemplares do livro, o arquivo* em PDF para ser impresso e reproduzido - com instruções de como confeccionar, pôster A4 com poemas e ilustrações, ingressos para show** do trio musical Luz, Flores e Peixes - com músicas do meu primeiro livro. *arquivo em preto e branco. **show em local a definir.

48 disponíveis.

“Mexe a mão” é o segundo livro de poesias infantis da autora Carolina Peixoto, que atua no cenário literário independente desde 2012, como integrante dos coletivos Poetas Ambulantes e Slam das Minas – SP, além de projetos solos como escritora, articuladora e produtora cultural.
Trabalhou por quase dez anos com educação infantil, é apaixonada pelo universo lúdico e encantador dos pequenos, por isso busca sempre envolver em sua produção literária projetos que possam dialogar com as crianças. Seu primeiro livro, BOLA, LÁPIS E PAPEL foi publicado em 2013 e totalizou tiragem de 1000 exemplares, esgotado.
 

Poemas recheados dos mais variados elementos presentes no imaginário infantil, falando de bichos,  flores, bola, bolha...  como uma grande brincadeira poética. O projeto editorial propõe exploração sensorial através de texturas presentes na paginação e acabamento do livro, buscando através de uma linguagem lúdica atrair os pequenos desde a primeira infância, trabalhando com o livro para além da literatura.

 

 

O livro está sendo desenvolvido de forma autônoma e conta com diversas parcerias de amigos e parceiros, como o poeta Jefferson Santana - responsável pela formação da equipe de costura artesanal e a desenhista Gabi Wick, estreante no universo editorial aos quinze anos. A campanha foi elaborada para que pudesse não só custear a impressão, mas também remunerar os serviços prestados a esse projeto, inda que já seja desenvolvido independente de qualquer valor.

Mexe a Mão é um convite para o brincar, com rimas divertidas e personagens engraçados. As poesias dão asas a imaginação, bora voar?!

 

 

Carolina Peixoto

Sou mãe da Cecília, Poeta Ambulate e Slam das Minas SP. Artista, arteira, produtora, agitadora, amiga e faladeira. Gosto de paçoca, dormir muito e cachoeira.

Atuo no segmento cultural desde 2009, como sócia na empresa Baderna, que desenvolve elaboração e formatação de projetos culturais em diversas vertentes, para editais de patrocínio e financiamento cultural, participando da inscrição, acompanhamento e prestação de contas. Responsável também pela editoração de livros, criação de projeto gráficos, diagramação e publicação.

Em 2012 comecei a frequentar saraus e, em setembro, fui uma das idealizadoras do coletivo Poetas Ambulantes, grupo que realiza intervenções poéticas nos transportes públicos. Com o grupo apresentei-me em feiras literárias em Paraty, Recife e Poços de Caldas, Sesc-SP e diversos eventos culturais e saraus.

Desde março de 2016 componho a coletiva Slam das Minas SP, batalha de poesias destinada ao gênero feminino. Para além da batalha, o slam desenvolve um trabalho de prospecção de ideias e possibilidades poéticas, em torno de temáticas relacionadas ao universo feminino.

Ministrei oficinas de poesia em ONGs, unidades da Fundação CASA e escolas públicas, trabalhando atividades de exploração literária em diferentes linguagens, como produção de Fanzines, fotografia e escrita e criação. Com apoio de editais de financiamento, bem como a convite dos órgãos responsáveis.

Busco caminhos de desenvolver meu trabalho para o público infantil por notar certa carência desse tipo de produção na cena literária independente.

Publicações: BOLA, LÁPIS E PAPEL (2013); DEZluas (2017);

 

Campanha

O livro está sendo produzido de forma autônoma e conta com a colaboração de amigos e parceiros em todos os processos de construção do projeto. Por isso, a ideia de fazer campanha de financiamento coletivo é para além de conseguir imprimir mais exemplares, mas também possibilita remunerar todos os serviços de editoração e produção artesanal, difícil de custear de maneira independente.

Todas as metas foram pensadas para que haja oportunidade de ampliar o alcance para além do objeto livro, com propostas que explorem outras plataformas de divulgação e acesso à linguagem poética.

Abaixo um gráfico de como a verba será distribuída:

 

 

 

 

Anna Carolina de Freitas Peixoto ainda não publicou nenhuma notícia.

“Mexe a mão” é o segundo livro de poesias infantis da autora Carolina Peixoto, que atua no cenário literário independente desde 2012, como integrante dos coletivos Poetas Ambulantes e Slam das Minas – SP, além de projetos solos como escritora, articuladora e produtora cultural.
Trabalhou por quase dez anos com educação infantil, é apaixonada pelo universo lúdico e encantador dos pequenos, por isso busca sempre envolver em sua produção literária projetos que possam dialogar com as crianças. Seu primeiro livro, BOLA, LÁPIS E PAPEL foi publicado em 2013 e totalizou tiragem de 1000 exemplares, esgotado.
 

Poemas recheados dos mais variados elementos presentes no imaginário infantil, falando de bichos,  flores, bola, bolha...  como uma grande brincadeira poética. O projeto editorial propõe exploração sensorial através de texturas presentes na paginação e acabamento do livro, buscando através de uma linguagem lúdica atrair os pequenos desde a primeira infância, trabalhando com o livro para além da literatura.

 

 

O livro está sendo desenvolvido de forma autônoma e conta com diversas parcerias de amigos e parceiros, como o poeta Jefferson Santana - responsável pela formação da equipe de costura artesanal e a desenhista Gabi Wick, estreante no universo editorial aos quinze anos. A campanha foi elaborada para que pudesse não só custear a impressão, mas também remunerar os serviços prestados a esse projeto, inda que já seja desenvolvido independente de qualquer valor.

Mexe a Mão é um convite para o brincar, com rimas divertidas e personagens engraçados. As poesias dão asas a imaginação, bora voar?!

 

 

Carolina Peixoto

Sou mãe da Cecília, Poeta Ambulate e Slam das Minas SP. Artista, arteira, produtora, agitadora, amiga e faladeira. Gosto de paçoca, dormir muito e cachoeira.

Atuo no segmento cultural desde 2009, como sócia na empresa Baderna, que desenvolve elaboração e formatação de projetos culturais em diversas vertentes, para editais de patrocínio e financiamento cultural, participando da inscrição, acompanhamento e prestação de contas. Responsável também pela editoração de livros, criação de projeto gráficos, diagramação e publicação.

Em 2012 comecei a frequentar saraus e, em setembro, fui uma das idealizadoras do coletivo Poetas Ambulantes, grupo que realiza intervenções poéticas nos transportes públicos. Com o grupo apresentei-me em feiras literárias em Paraty, Recife e Poços de Caldas, Sesc-SP e diversos eventos culturais e saraus.

Desde março de 2016 componho a coletiva Slam das Minas SP, batalha de poesias destinada ao gênero feminino. Para além da batalha, o slam desenvolve um trabalho de prospecção de ideias e possibilidades poéticas, em torno de temáticas relacionadas ao universo feminino.

Ministrei oficinas de poesia em ONGs, unidades da Fundação CASA e escolas públicas, trabalhando atividades de exploração literária em diferentes linguagens, como produção de Fanzines, fotografia e escrita e criação. Com apoio de editais de financiamento, bem como a convite dos órgãos responsáveis.

Busco caminhos de desenvolver meu trabalho para o público infantil por notar certa carência desse tipo de produção na cena literária independente.

Publicações: BOLA, LÁPIS E PAPEL (2013); DEZluas (2017);

 

Campanha

O livro está sendo produzido de forma autônoma e conta com a colaboração de amigos e parceiros em todos os processos de construção do projeto. Por isso, a ideia de fazer campanha de financiamento coletivo é para além de conseguir imprimir mais exemplares, mas também possibilita remunerar todos os serviços de editoração e produção artesanal, difícil de custear de maneira independente.

Todas as metas foram pensadas para que haja oportunidade de ampliar o alcance para além do objeto livro, com propostas que explorem outras plataformas de divulgação e acesso à linguagem poética.

Abaixo um gráfico de como a verba será distribuída:

 

 

 

 

Anna Carolina de Freitas Peixoto ainda não publicou nenhuma notícia.