MIS - Museu da Imagem e do Som |

MIS - Museu da Imagem e do Som

O Museu da Imagem e do Som quer voltar a oferecer programação cultural para a cidade do Rio, temos o maior acervo do estado. Junte-se a nós!

Projeto por: Fundação Museu da Imagem e do Som
R$ 9.410,00
arrecadado
meta R$ 40.000,00

79 benfeitores
apoiaram essa campanha

Não foi dessa vez :/

A meta de arrecadação não foi atingida e todas as colaborações foram estornadas. Obrigado pelo apoio ainda assim!

POR

Fundação Museu da Imagem e do Som

Fundação Museu da Imagem e do Som

R$ 10
Fã de carteirinha
3 benfeitores apoiando
Valeu! Isso que é fã de carteirinha, mesmo não recebendo recompensa você quer ver essa programação cultural em prática. Obrigada.
R$ 20
Praça XV
2 benfeitores apoiando
Que legal! Você receberá nosso carinho e agradecimento nominal no Facebook do MIS, além de um botton para mostrar que torce pela gente.
R$ 60
Copacabana
2 benfeitores apoiando
Obrigada! Você receberá em alta resolução uma arte digital feita com exclusividade pelo design do MIS, além do agradecimento nominal no Facebook do MIS.
R$ 100
João da Baiana
5 benfeitores apoiando
É você que toca o pandeiro deste samba! Com esse apoio você receberá uma bolsa, um botton e uma caneca personalizada do MIS.
R$ 250
Leitor Nato
1 benfeitor apoiando
Você é um leitor nato e vai poder escolher dois livros da coleção MIS e ainda vai ganhar um livro do selo parceiro Se Liga!

19 disponíveis.
R$ 500
Rádio Nacional
Seja o primeiro a apoiar!
Temos aqui um autêntico amante da música brasileira. Você poderá escolher dois discos de vinil do selo MIS. Alguns exemplares são raridades e estarão disponíveis exclusivamente pelo financiamento coletivo. Aproveite!

10 disponíveis.
R$ 1.000
Nara Leão
Seja o primeiro a apoiar!
Você pulsa com a gente e por isso receberá uma camisa do MIS, um par de ingressos para a Feijoada no Quintal do MIS e nossos agradecimentos no site oficial do MIS e nas redes sociais.
R$ 3.000
Tito Madi
Seja o primeiro a apoiar!
Isso vai dar Bossa! Você terá a sua logomarca ou nome na exposição "Um MIS de História" e destaque nos agradecimentos do site e das redes sociais do MIS.
R$ 5.000
Augusto Malta
Seja o primeiro a apoiar!
Uau! Para os que apoiarem com esse valor, a logomarca ou nome do apoiador será colocado em todos os eventos do calendário fixo do MIS de 2019 e será destaque nos agradecimentos do site e redes sociais do MIS.

5 disponíveis.
R$ 10.000
Almirante
Seja o primeiro a apoiar!
Yes, nós temos o MIS! Você poderá dar nome a uma das salas de pesquisa do Museu da Imagem e do Som. São duas opções, uma na sede da Praça XV outra na Lapa. Além disso terá destaque nos agradecimentos do site e redes sociais do MIS.

2 disponíveis.

O Museu da Imagem e do Som tem como missão celebrar e conservar a cultura brasileira em todos os seus matizes desde sua criação, em 1965. Tanta história permitiu que o MIS fosse o Museu escolhido para ganhar uma nova sede que pudesse divulgar não só a memória nacional, mas a alma carioca. Enquanto isto, a equipe do MIS permanece exercendo suas atividades e quer voltar a disponibilizar em seus espaços culturais, localizados na Lapa e Praça XV, uma programação cultural para o Rio que vai de exposições, oficinas, rodas de samba, cinema, projeto educativo “Escola no Museu”, dentre outros.

O MIS continua desempenhando um grande trabalho voltado a proteger, preservar, guardar e conservar acervos museológicos, audiovisuais, iconográficos e sonoros, de valor histórico e sociocultural. Agora contamos com sua partipação, não só para relizarmos uma nova programação, mas também para a continuidade de projetos existentes, como o “Depoimentos para a Posteridade”, e para preservar seu acervo, com importantes coleções como as de Henrique Foreis, o Almirante, Augusto Malta, Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Nara Leão, sendo, portanto, um lugar cheio de sons, memórias e afetos.


Independentemente de suas novas instalações, em Copacabana, o MIS é muito maior que suas próprias paredes. Seu verdadeiro coração pulsa em seu acervo, e a cultura popular corre em suas veias. É para dar continuidade a esta história que pulsa tão viva que estamos entrando em contato. Desejamos fazer isso com você, e para isto pedimos sua colaboração para juntos compartilhar desse tesouro e ver tudo que ele pode te contar.

 

Veja abaixo o que pretendemos realizar com o financiamento coletivo:

 

 

 

A exposição, acontecerá na sede da Lapa e contará a história da Instituição, fazendo uma viagem pelo acervo e pelas grandes coleções, como a do radialista Almirante e de intérpretes da música brasileira, como Nara Leão e Elizeth Cardoso. Todo esse acervo estará exposto no nosso hall de entrada e mezanino, repaginados para receber nossa exposição. 

 

 

O MIS através do programa Cine MIS quer relançar um espaço para exibição de filmes e cineclubes gratuita e mensal, no auditório da sede da Praça XV que tem capacidade para 65 lugares.

 

 

 

O histórico prédio da Praça XV terá seus jardins tomados por um calendário mensal de rodas de samba e saraus, com diversos grupos convidados e já consagrados pelas ruas do Rio de Janeiro. Com parcerias, como o Rio Criativo, os eventos contarão com Feira Gastronômica para saciar a sede e a fome durante as rodas.  

 

Uma vez por mês será realizado pelo setor educativo, o dia da Escola no museu, onde alunos e professores, irão até o MIS da Praça XV para brincar e aprender com uma série de atividades educativas, como exibição de filmes, jogo de memória, circuito com dados.

 

A coleção Depoimentos para Posteridade é uma coleção de registros sonoros e audiovisuais, fonte de inesgotável pesquisa e memória, que começou com o discurso do governador Carlos Lacerda em 1965 e possui entre seus entrevistados nomes músicos, artistas e escritores, entre outros que vêm relatar suas histórias como testemunhas de uma época. Entre os nomes gravados encontram-se Clarice Lispector, Oscarito, Cartola etc.

 

A matemática aplicada ao estudo de ritmos auxilia no desenvolvimento da percepção musical, na compreensão da noção de tempo e na formação dos compassos. Pela comparação entre a matemática e a música através da análise de estruturas rítmicas será possível, identificar os diversos padrões usados por determinadas culturas.

 

Com uma vitrola, disponibilizaremos um totem itinerante pelos equipamentos da Lapa com uma caixa discos de vinis e fones de ouvido para que as pessoas possam ter contato com LPs que já foram do acervo sonoro do MIS.

 

A réplica da exposição que acontecerá na sede da Lapa e contará a história da Instituição, fazendo uma viagem pelo acervo e pelas grandes coleções, como a Radio Nacional, o radialista Almirante e de intérpretes da música brasileira, como Nara Leão e Elizeth Cardoso,  só que agora itinerante. A ideia é  que essa exposição saia da capital do Rio de Janeiro e possa circular em outras cidades do estado, possibilitando que o MIS vá as pessoas que não pdoem vir até ele.

 

 

O MIS, que tem a música em sua alma, quer incentivar composições inéditas. Por isso vai promover um festival que vai escolher as 10 melhores canções contando com voto popular para se apresentar em um show na sede da Praça XV , onde as três melhores canções  escolhidas por um corpo de jurados receberão seus prêmios em dinheiro. Todos os ritmos vão poder concorrer e por isso haverá mais três prêmios especiais: melhor interpretação, melhor arranjo e melhor letra.

 

 

 

 

 

 

Agora que já possibilitamos que você conheça um pouco do que queremos fazer, esperamos ter você junto a nós para que tanto os espaços do MIS se renovem, quanto a população possa voltar a ter acesso ao que é seu, afinal, quem não tem em sua vida uma referência ligada ao som ou a imagem.  Nossa instituição preserva em seu acervo a história de pessoas que lutaram pelo que amavam e agora é nossa vez de lutar pela instituição que amamos.

O Museu da Imagem e do Som tem como missão celebrar e conservar a cultura brasileira em todos os seus matizes desde sua criação, em 1965. Tanta história permitiu que o MIS fosse o Museu escolhido para ganhar uma nova sede que pudesse divulgar não só a memória nacional, mas a alma carioca. Enquanto isto, a equipe do MIS permanece exercendo suas atividades e quer voltar a disponibilizar em seus espaços culturais, localizados na Lapa e Praça XV, uma programação cultural para o Rio que vai de exposições, oficinas, rodas de samba, cinema, projeto educativo “Escola no Museu”, dentre outros.

O MIS continua desempenhando um grande trabalho voltado a proteger, preservar, guardar e conservar acervos museológicos, audiovisuais, iconográficos e sonoros, de valor histórico e sociocultural. Agora contamos com sua partipação, não só para relizarmos uma nova programação, mas também para a continuidade de projetos existentes, como o “Depoimentos para a Posteridade”, e para preservar seu acervo, com importantes coleções como as de Henrique Foreis, o Almirante, Augusto Malta, Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Nara Leão, sendo, portanto, um lugar cheio de sons, memórias e afetos.


Independentemente de suas novas instalações, em Copacabana, o MIS é muito maior que suas próprias paredes. Seu verdadeiro coração pulsa em seu acervo, e a cultura popular corre em suas veias. É para dar continuidade a esta história que pulsa tão viva que estamos entrando em contato. Desejamos fazer isso com você, e para isto pedimos sua colaboração para juntos compartilhar desse tesouro e ver tudo que ele pode te contar.

 

Veja abaixo o que pretendemos realizar com o financiamento coletivo:

 

 

 

A exposição, acontecerá na sede da Lapa e contará a história da Instituição, fazendo uma viagem pelo acervo e pelas grandes coleções, como a do radialista Almirante e de intérpretes da música brasileira, como Nara Leão e Elizeth Cardoso. Todo esse acervo estará exposto no nosso hall de entrada e mezanino, repaginados para receber nossa exposição. 

 

 

O MIS através do programa Cine MIS quer relançar um espaço para exibição de filmes e cineclubes gratuita e mensal, no auditório da sede da Praça XV que tem capacidade para 65 lugares.

 

 

 

O histórico prédio da Praça XV terá seus jardins tomados por um calendário mensal de rodas de samba e saraus, com diversos grupos convidados e já consagrados pelas ruas do Rio de Janeiro. Com parcerias, como o Rio Criativo, os eventos contarão com Feira Gastronômica para saciar a sede e a fome durante as rodas.  

 

Uma vez por mês será realizado pelo setor educativo, o dia da Escola no museu, onde alunos e professores, irão até o MIS da Praça XV para brincar e aprender com uma série de atividades educativas, como exibição de filmes, jogo de memória, circuito com dados.

 

A coleção Depoimentos para Posteridade é uma coleção de registros sonoros e audiovisuais, fonte de inesgotável pesquisa e memória, que começou com o discurso do governador Carlos Lacerda em 1965 e possui entre seus entrevistados nomes músicos, artistas e escritores, entre outros que vêm relatar suas histórias como testemunhas de uma época. Entre os nomes gravados encontram-se Clarice Lispector, Oscarito, Cartola etc.

 

A matemática aplicada ao estudo de ritmos auxilia no desenvolvimento da percepção musical, na compreensão da noção de tempo e na formação dos compassos. Pela comparação entre a matemática e a música através da análise de estruturas rítmicas será possível, identificar os diversos padrões usados por determinadas culturas.

 

Com uma vitrola, disponibilizaremos um totem itinerante pelos equipamentos da Lapa com uma caixa discos de vinis e fones de ouvido para que as pessoas possam ter contato com LPs que já foram do acervo sonoro do MIS.

 

A réplica da exposição que acontecerá na sede da Lapa e contará a história da Instituição, fazendo uma viagem pelo acervo e pelas grandes coleções, como a Radio Nacional, o radialista Almirante e de intérpretes da música brasileira, como Nara Leão e Elizeth Cardoso,  só que agora itinerante. A ideia é  que essa exposição saia da capital do Rio de Janeiro e possa circular em outras cidades do estado, possibilitando que o MIS vá as pessoas que não pdoem vir até ele.

 

 

O MIS, que tem a música em sua alma, quer incentivar composições inéditas. Por isso vai promover um festival que vai escolher as 10 melhores canções contando com voto popular para se apresentar em um show na sede da Praça XV , onde as três melhores canções  escolhidas por um corpo de jurados receberão seus prêmios em dinheiro. Todos os ritmos vão poder concorrer e por isso haverá mais três prêmios especiais: melhor interpretação, melhor arranjo e melhor letra.

 

 

 

 

 

 

Agora que já possibilitamos que você conheça um pouco do que queremos fazer, esperamos ter você junto a nós para que tanto os espaços do MIS se renovem, quanto a população possa voltar a ter acesso ao que é seu, afinal, quem não tem em sua vida uma referência ligada ao som ou a imagem.  Nossa instituição preserva em seu acervo a história de pessoas que lutaram pelo que amavam e agora é nossa vez de lutar pela instituição que amamos.

Fundação Museu da Imagem e do Som ainda não publicou nenhuma notícia.