[SP] Movimento ELA |

[SP] Movimento ELA

Ajude artistas e produtoras culturais, periféricas e/ou de baixa renda da Baixada Santista a se manterem no período de quarentena.

Projeto por: Mariany Passos dos Santos
R$ 4.860,00
arrecadado
meta R$ 30.000,00

15
benfeitores

16%
arrecadado

24
dias restantes

PARCELE SEU PAGAMENTO EM ATÉ 6 VEZES

Ajude-nos a bater nossa meta até 21/06/2020 - 23:59


POR

Mariany Passos dos Santos

Mariany Passos dos Santos
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
2 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!

Não encontrou o que queria?

Outro valor

O Movimento ELA - Empoderamento, Liberdade e Arte, atua há 2 anos no fortalecimento, capacitação e visibilidade de mulheres trabalhadoras da cultura na Baixada Santista.

Com a pandemia, estas mulheres que muitas vezes são as principais responsáveis pelo sustento de suas famílias tiveram os meios de geração de renda comprometidos, além de verem restringidas também as possibilidades de exercício de sua expressão enquanto artistas.

Realizaremos um festival online que será uma fonte de renda para as mulheres e também meio de divulgação de sua arte. O conteúdo do festival retroalimenta de forma sistêmica o fortalecimento feminino ao propiciar entretenimento, reflexão e o desenvolvimento de habilidades para outras mulheres a partir de shows, rodas de conversa e workshops exibidos nos 3 dias de festival.

O ELA – empoderamento, liberdade e arte é um movimento formado por mulheres atuantes em diferentes áreas da cadeia da produção cultural que decidiram se unir para reivindicar espaços e se fortalecer mutuamente frente a uma cena majoritariamente masculina.

Buscando a equidade de gênero na arte realizamos: festivais anuais, oficinas, encontros e   festas que ocupam o espaço público cuja produção cultural e artística é totalmente feita por mulheres, no amplo sentido do que significa a palavra. 

Beneficiaremos mulheres de toda Baixada Santista e suas periferias com ênfase na Zona Noroeste de Santos, área continental de São Vicente e Vicente de Carvalho. Vivemos em um contexto extremamente desigual, em uma região que abriga simultaneamente o maior porto e a maior favela de palafitas da América Latina. Santos é ainda a 3a cidade em segregação racial do país. Soma-se a isso a desigualdade de gênero que atinge todas as profissões, o que não escapa a realidade das artistas e produtoras culturais.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

 

Mariany Passos dos Santos ainda não publicou nenhuma notícia.

O Movimento ELA - Empoderamento, Liberdade e Arte, atua há 2 anos no fortalecimento, capacitação e visibilidade de mulheres trabalhadoras da cultura na Baixada Santista.

Com a pandemia, estas mulheres que muitas vezes são as principais responsáveis pelo sustento de suas famílias tiveram os meios de geração de renda comprometidos, além de verem restringidas também as possibilidades de exercício de sua expressão enquanto artistas.

Realizaremos um festival online que será uma fonte de renda para as mulheres e também meio de divulgação de sua arte. O conteúdo do festival retroalimenta de forma sistêmica o fortalecimento feminino ao propiciar entretenimento, reflexão e o desenvolvimento de habilidades para outras mulheres a partir de shows, rodas de conversa e workshops exibidos nos 3 dias de festival.

O ELA – empoderamento, liberdade e arte é um movimento formado por mulheres atuantes em diferentes áreas da cadeia da produção cultural que decidiram se unir para reivindicar espaços e se fortalecer mutuamente frente a uma cena majoritariamente masculina.

Buscando a equidade de gênero na arte realizamos: festivais anuais, oficinas, encontros e   festas que ocupam o espaço público cuja produção cultural e artística é totalmente feita por mulheres, no amplo sentido do que significa a palavra. 

Beneficiaremos mulheres de toda Baixada Santista e suas periferias com ênfase na Zona Noroeste de Santos, área continental de São Vicente e Vicente de Carvalho. Vivemos em um contexto extremamente desigual, em uma região que abriga simultaneamente o maior porto e a maior favela de palafitas da América Latina. Santos é ainda a 3a cidade em segregação racial do país. Soma-se a isso a desigualdade de gênero que atinge todas as profissões, o que não escapa a realidade das artistas e produtoras culturais.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

 

Mariany Passos dos Santos ainda não publicou nenhuma notícia.