[PA] Mulheres Marajoaras em Movimento |

[PA] Mulheres Marajoaras em Movimento

Apoie 25 mulheres marajoaras, que vivem nas periferias de Belém, com transferência de renda e a criação de uma rede de informação e cuidado.

Projeto por: Lute Sem Fronteiras
R$ 38.210,00
arrecadado
meta R$ 17.249,00

92 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Lute Sem Fronteiras

Lute Sem Fronteiras
R$ 10
Agradecimento + boletim
1 benfeitor apoiando
Ao colaborar com 10 reais o seu nome constará em uma agradecimento cheio de afeto em nossos post nas redes sociais (Facebook e Instagram) e você receberá o boletim de notícias do Observatório do Marajó.

2999 disponíveis.
R$ 30
Agradecimento + boletim
3 benfeitores apoiando
Ao colaborar com 30 reais o seu nome constará em uma agradecimento cheio de afeto em nossos post nas redes sociais (Facebook e Instagram) e você receberá o boletim de notícias do Observatório do Marajó.

2997 disponíveis.
R$ 50
Agradecimento + boletim
3 benfeitores apoiando
Ao colaborar com 50 reais o seu nome constará em uma agradecimento cheio de afeto em nossos post nas redes sociais (Facebook e Instagram) e você também receberá o boletim de notícias do Observatório do Marajó.

2997 disponíveis.
R$ 100
Caderno 1.ed. + agradecimento + boletim
16 benfeitores apoiando
Ao colaborar com 100 reais, você terá acesso em primeira mão ao Caderno do Marajó ed.01, seu nome constará em uma agradecimento cheio de afeto em nossos post nas redes sociais (Facebook e Instagram) e você também receberá o boletim de notícias do Observatório do Marajó.

2984 disponíveis.
R$ 500
Caderno 1.ed. + agradecimento + boletim
2 benfeitores apoiando
Ao colaborar com 500 reais (x3 R$ do fundo frente), você garante o auxílio de uma mulher marajoara por 2 meses terá acesso em primeira mão ao Caderno do Marajó ed.01, seu nome constará em uma agradecimento cheio de afeto em nossos post nas redes sociais (Facebook e Instagram) e você também receberá o boletim de notícias do Observatório do Marajó.

2998 disponíveis.
R$ 1.000
Caderno 1.ed. + agradecimento + boletim
1 benfeitor apoiando
Ao colaborar com 1000 reais (x3 R$ do fundo frente), você garante o auxílio de três mulheres marajoaras por 2 meses, terá acesso em primeira mão ao Caderno do Marajó ed.01, seu nome constará em uma agradecimento cheio de afeto em nossos post nas redes sociais (Facebook e Instagram) e você também receberá o boletim de notícias do Observatório do Marajó.

2999 disponíveis.
R$ 4.000
Caderno 1.ed. + agradecimento + boletim
Seja o primeiro a apoiar!
Ao colaborar com 4000 reais, você garante o auxílio de doze mulheres marajoaras por 2 meses, terá acesso em primeira mão ao Caderno do Marajó ed.01, seu nome constará em uma agradecimento cheio de afeto em nossos post nas redes sociais (Facebook e Instagram) e você também receberá o boletim de notícias do Observatório do Marajó.

3000 disponíveis.
R$ 6.000
Caderno 1.ed. + boletim + nome no site
1 benfeitor apoiando
Ao colaborar com 6000 reais, você garante o auxílio de vinte e uma mulheres marajoaras por 2 meses, terá acesso em primeira mão ao Caderno do Marajó ed.01, receberá nosso boletim de notícias e o seu nome ou logo da sua empresa irá aparecer nos nossos sites (LSF e Obs. do Marajó).

2999 disponíveis.
R$ 10.000
Caderno 1.ed. + boletim + nome no site
Seja o primeiro a apoiar!
Ao colaborar com 10.000 reais, você garante o auxílio das vinte e cinco mulheres marajoaras por 2 meses + os custos administrativos da campanha. Você terá acesso em primeira mão ao Caderno do Marajó ed.01, receberá nosso boletim de notícias e o seu nome ou logo da sua empresa irá aparecer nos nossos sites (LSF e Obs. do Marajó).

3000 disponíveis.

Em condições precárias e sem acesso a direitos, mulheres marajoaras são especialmente vulnerabilizadas por um contexto marcado pela violência e exploração sexual e convivem constantemente com a ideia de deslocamentos como estratégia de acesso a direitos e oportunidades. Muitas migram para Belém ou Macapá. Ainda assim, seguem vulnerabilizadas.

Tornam-se trabalhadoras domésticas, cuidadoras, catadoras, manicures, caixas de supermercado, garçonetes, profissionais do sexo. Ocupam trabalhos informais, precarizados e não têm seus direitos trabalhistas reconhecidos. Moram em quartos dos fundos nos trabalhos ou em habitações insalubres e superlotadas em periferias urbanas. Não têm redes de cuidado e apoio na cidade, conhecem uma "tia"ou a patroa que convidou.

O projeto Rede de Apoio a Mulheres Marajoaras em Movimento tem como objetivo viabilizar uma rede de apoio para e entre mulheres marajoaras que viveram deslocamentos e hoje vivem nas periferias de Belém.

A rede de Apoio funcionará em duas frentes:

1. Criando um ambiente seguro, de confiança, cuidado e troca de informação entre mulheres que, a partir das suas experiências de deslocamento, se afastaram de suas redes originais de identidade e solidariedade;
2. Garantindo, para essas mulheres, um auxílio emergencial de R$400,00 por dois ou três meses, dependendo da arrecadação dessa campanha!

A Lute Sem Fronteiras é uma organização sem fins lucrativos criada em 2012 para fortalecer projetos e trabalhos que começaram em 2009, no município de Portel, na Ilha do Marajó. A missão da LSF é promover o acesso a direitos e o desenvolvimento endógeno de comunidades tradicionais, ribeirinhas e quilombolas, do Marajó. Para isso, nesses 10 anos de trabalho, apoiamos estratégias e projetos comunitários em três frentes: Saúde, alimentação e moradia; Educação e cidadania; e Empreendedorismo local.

Em 2020, a LSF lança o Observatório do Marajó, um observatório de políticas públicas do Marajó e seus 16 municípios, que busca aumentar e fortalecer o espaço cívico da Ilha organizando conhecimento de diferentes formatos em tecnologias sociais acessíveis para a população. Nesse momento de pandemia, a rede de apoio a mulheres marajoaras é a primeira estratégia de ação emergencial que estamos propondo para ajudar essas famílias em vulnerabilidade. Afinal, nossa preocupação não é com os números, mas com as pessoas que eles representam.

As mulheres marajoaras que viveram deslocamentos, mesmo os espontâneos, em sua maioria, estão hoje triplamente expostas ao coronavírus: na informalidade de seus trabalhos, não têm seus direitos trabalhistas protegidos e são constrangidas a furarem o isolamento social; na insalubridade de suas casas, não têm acesso à saneamento básico e mora em habitações compartilhadas com muitas pessoas; na pobreza urbana sem uma rede de apoio, ficam reféns desse ciclo de informalidade, insalubridade e vulnerabilidade social.

Esse é um ciclo vicioso intensificado pela COVID-19, que não só as expõem ao vírus de forma desproporcional e sem condições de tratamento seguro mas sujeita-nas a uma dinâmica de vida para o qual não têm estrutura financeira e emocional.

A região metropolitana de Belém concentra quase 70% dos casos e dos óbitos de todo o Estado do Pará. Vamos conectar essas mulheres que saíram do Marajó em busca de vidas melhores e atualmente estão nas periferias da região metropolitana de Belém e criar um espaço que amenize a situação dramática agravada pela pandemia.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

COLABORAÇÕES EXTERNAS

R$1.000,00

colaborador

A campanha [PA] Mulheres Marajoaras em Movimento captou os valores acima através de ações de arrecadação independentes, ou seja, fora da plataforma Benfeitoria. Ficou com dúvidas? Clique aqui

Lute Sem Fronteiras ainda não publicou nenhuma notícia.

Em condições precárias e sem acesso a direitos, mulheres marajoaras são especialmente vulnerabilizadas por um contexto marcado pela violência e exploração sexual e convivem constantemente com a ideia de deslocamentos como estratégia de acesso a direitos e oportunidades. Muitas migram para Belém ou Macapá. Ainda assim, seguem vulnerabilizadas.

Tornam-se trabalhadoras domésticas, cuidadoras, catadoras, manicures, caixas de supermercado, garçonetes, profissionais do sexo. Ocupam trabalhos informais, precarizados e não têm seus direitos trabalhistas reconhecidos. Moram em quartos dos fundos nos trabalhos ou em habitações insalubres e superlotadas em periferias urbanas. Não têm redes de cuidado e apoio na cidade, conhecem uma "tia"ou a patroa que convidou.

O projeto Rede de Apoio a Mulheres Marajoaras em Movimento tem como objetivo viabilizar uma rede de apoio para e entre mulheres marajoaras que viveram deslocamentos e hoje vivem nas periferias de Belém.

A rede de Apoio funcionará em duas frentes:

1. Criando um ambiente seguro, de confiança, cuidado e troca de informação entre mulheres que, a partir das suas experiências de deslocamento, se afastaram de suas redes originais de identidade e solidariedade;
2. Garantindo, para essas mulheres, um auxílio emergencial de R$400,00 por dois ou três meses, dependendo da arrecadação dessa campanha!

A Lute Sem Fronteiras é uma organização sem fins lucrativos criada em 2012 para fortalecer projetos e trabalhos que começaram em 2009, no município de Portel, na Ilha do Marajó. A missão da LSF é promover o acesso a direitos e o desenvolvimento endógeno de comunidades tradicionais, ribeirinhas e quilombolas, do Marajó. Para isso, nesses 10 anos de trabalho, apoiamos estratégias e projetos comunitários em três frentes: Saúde, alimentação e moradia; Educação e cidadania; e Empreendedorismo local.

Em 2020, a LSF lança o Observatório do Marajó, um observatório de políticas públicas do Marajó e seus 16 municípios, que busca aumentar e fortalecer o espaço cívico da Ilha organizando conhecimento de diferentes formatos em tecnologias sociais acessíveis para a população. Nesse momento de pandemia, a rede de apoio a mulheres marajoaras é a primeira estratégia de ação emergencial que estamos propondo para ajudar essas famílias em vulnerabilidade. Afinal, nossa preocupação não é com os números, mas com as pessoas que eles representam.

As mulheres marajoaras que viveram deslocamentos, mesmo os espontâneos, em sua maioria, estão hoje triplamente expostas ao coronavírus: na informalidade de seus trabalhos, não têm seus direitos trabalhistas protegidos e são constrangidas a furarem o isolamento social; na insalubridade de suas casas, não têm acesso à saneamento básico e mora em habitações compartilhadas com muitas pessoas; na pobreza urbana sem uma rede de apoio, ficam reféns desse ciclo de informalidade, insalubridade e vulnerabilidade social.

Esse é um ciclo vicioso intensificado pela COVID-19, que não só as expõem ao vírus de forma desproporcional e sem condições de tratamento seguro mas sujeita-nas a uma dinâmica de vida para o qual não têm estrutura financeira e emocional.

A região metropolitana de Belém concentra quase 70% dos casos e dos óbitos de todo o Estado do Pará. Vamos conectar essas mulheres que saíram do Marajó em busca de vidas melhores e atualmente estão nas periferias da região metropolitana de Belém e criar um espaço que amenize a situação dramática agravada pela pandemia.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Lute Sem Fronteiras ainda não publicou nenhuma notícia.