[SP] Musas contra o Coronavirus |

[SP] Musas contra o Coronavirus

Em tempos que abraços físicos não são prudentes, “abrace” as Musas e apoie a mulheres a gerarem renda e a doarem mascaras para população de rua.

Projeto por: Thais Cristina do Santos
R$ 27.585,00
arrecadado
meta R$ 15.874,00

25 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Thais Cristina do Santos

Thais Cristina do Santos
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 100
Gratidão
3 benfeitores apoiando
agradecimento no instagram
R$ 200
Máscara Musas
Seja o primeiro a apoiar!
A cada R$100,00 reais sua família recebe 5 máscaras.

450 disponíveis.
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!

A meta é de R$45 mil sendo que, cada cota de R$ 15 mil garante a produção para um grupo de 10 mulheres com a compra de matéria-prima, manutenção de máquinas, alimentação, iniciar a produção das máscaras e pagamento semanal da produção. São beneficiários de cada grupo de 10 mulheres chefe de família, seus co-dependentes (média de 58 pessoas). Essa produção ao longo de 30 dias beneficiará 1.000 pessoas em situação de rua (10% da produção), além de proteger cerca de 9.000 profissionais em hospitais com máscaras vendidas.

Se alcançarmos a meta final de R$45.000,00 impactamos 3 grupos de 10 mulheres, cerca de 174 pessoas co-dependentes, distribuímos as máscaras a 3.000 pessoas em situação de rua e beneficiaremos 27 mil profissionais com as máscaras vendidas.

Com a venda das máscaras será possível obter capital de giro para os próximos ciclos para continuidade na produção de máscaras dos grupos envolvidos.

A Conexão Musas é um programa que tem como missão conectar mulheres em situação de vulnerabilidade através de processos e projetos voltados ao desenvolvimento pessoal e a geração de renda. Desenvolvemos o trabalho em rede junto a diferentes grupos de costureiras e artesãs de 4 diferentes cidades, impactando 4 diferentes zonas periféricas: Cracolândia no centro de São Paulo, Araçoiaba da Serra, Sorocaba, São Jose dos Campos e Campinas localizada no Jd. Columbia no bairro Campo Belo.

Vivo junto com meninas que vieram de Cracolândia de São Paulo, Santos, São José dos Campos e Campinas e construímos com elas um condomínio social na zona rural do bairro de Araçoiabinha. Esse condomínio é formado por mulheres mães que batalharam para poder conquistar seu espaço e sua dignidade. Todas nós nascemos na periferia mas acabamos tendo que morar na rua por violência e pobreza extrema, usamos drogas no passado e tivemos filhos e isso nos uniu em uma ONG que nos apoiou a construir nosso condomínio e hoje ele é nosso espaço de periferia no qual estamos lutando para enfrentar as dificuldades econômicas, o  preconceito e o risco de infecção ao Coronavírus.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Thais Cristina do Santos ainda não publicou nenhuma notícia.

A meta é de R$45 mil sendo que, cada cota de R$ 15 mil garante a produção para um grupo de 10 mulheres com a compra de matéria-prima, manutenção de máquinas, alimentação, iniciar a produção das máscaras e pagamento semanal da produção. São beneficiários de cada grupo de 10 mulheres chefe de família, seus co-dependentes (média de 58 pessoas). Essa produção ao longo de 30 dias beneficiará 1.000 pessoas em situação de rua (10% da produção), além de proteger cerca de 9.000 profissionais em hospitais com máscaras vendidas.

Se alcançarmos a meta final de R$45.000,00 impactamos 3 grupos de 10 mulheres, cerca de 174 pessoas co-dependentes, distribuímos as máscaras a 3.000 pessoas em situação de rua e beneficiaremos 27 mil profissionais com as máscaras vendidas.

Com a venda das máscaras será possível obter capital de giro para os próximos ciclos para continuidade na produção de máscaras dos grupos envolvidos.

A Conexão Musas é um programa que tem como missão conectar mulheres em situação de vulnerabilidade através de processos e projetos voltados ao desenvolvimento pessoal e a geração de renda. Desenvolvemos o trabalho em rede junto a diferentes grupos de costureiras e artesãs de 4 diferentes cidades, impactando 4 diferentes zonas periféricas: Cracolândia no centro de São Paulo, Araçoiaba da Serra, Sorocaba, São Jose dos Campos e Campinas localizada no Jd. Columbia no bairro Campo Belo.

Vivo junto com meninas que vieram de Cracolândia de São Paulo, Santos, São José dos Campos e Campinas e construímos com elas um condomínio social na zona rural do bairro de Araçoiabinha. Esse condomínio é formado por mulheres mães que batalharam para poder conquistar seu espaço e sua dignidade. Todas nós nascemos na periferia mas acabamos tendo que morar na rua por violência e pobreza extrema, usamos drogas no passado e tivemos filhos e isso nos uniu em uma ONG que nos apoiou a construir nosso condomínio e hoje ele é nosso espaço de periferia no qual estamos lutando para enfrentar as dificuldades econômicas, o  preconceito e o risco de infecção ao Coronavírus.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Thais Cristina do Santos ainda não publicou nenhuma notícia.