Operação VIDA de Combate ao CORONAVÍRUS |

Operação VIDA de Combate ao CORONAVÍRUS

CAMPANHA DE DOAÇÃO DE UM MILHÃO DE SABONETES PARA COMUNIDADES! APOIE!

Project by: OPERAÇÃO VIDA
R$ 38.382,00
pledged
goal R$ 50.000,00

235
backers

76%
pledged

13
hours to go

PAYMENTS UP TO 6 INSTALLMENTS

Ajude-nos a bater nossa meta até 11/07/2020 - 23:59

BY

OPERAÇÃO VIDA

OPERAÇÃO VIDA
R$ 20
40 SABONETES
19 backers
Aqui a sua recompensa é social! Apoiando com esse valor, você viabiliza a distribuição de 40 sabonetes
R$ 50
100 SABONETES
52 backers
Aqui a sua recompensa é social! Apoiando com esse valor, você viabiliza a distribuição de 100 sabonetes
R$ 100
200 SABONETES
41 backers
Aqui a sua recompensa é social! Apoiando com esse valor, você viabiliza a distribuição de 200 sabonetes
R$ 150
300 SABONETES
7 backers
Aqui a sua recompensa é social! Apoiando com esse valor, você viabiliza a distribuição de 300 sabonetes
R$ 200
400 SABONETES
15 backers
Aqui a sua recompensa é social! Apoiando com esse valor, você viabiliza a distribuição de 400 sabonetes
R$ 500
1.000 SABONETES
11 backers
Aqui a sua recompensa é social! Apoiando com esse valor, você viabiliza a distribuição de 1.000 sabonetes
R$ 1.000
2.000 SABONETES
4 backers
Aqui a sua recompensa é social! Apoiando com esse valor, você viabiliza a distribuição de 2.000 sabonetes
R$ 2.500
5.000 SABONETES
2 backers
Aqui a sua recompensa é social! Apoiando com esse valor, você viabiliza a distribuição de 5.000 sabonetes
R$ 5.000
10.000 SABONETES
Be the first to back!
Aqui a sua recompensa é social! Apoiando com esse valor, você viabiliza a distribuição de 10.000 sabonetes
R$ 10.000
20.000 SABONETES
Be the first to back!
Aqui a sua recompensa é social! Apoiando com esse valor, você viabiliza a distribuição de 20.000 sabonetes

Didn't find what you wanted?

Another value

Ajude a Operação Vida distribuir UM MILHÃO de sabonetes, para que os menos favorecidos tenham condições mínimas de proteção à proliferação do Coronavírus! 

 

A Operação VIDA executa seu trabalho em 4 pilares:

          1- Doações de PJ e PF;

          2- Aquisição de grandes quantidades de sabonetes;

          3- Parceria nos transportes (sem custo);

          4- Parceria nas Comunidades para distribuição (sem custo).

 

Ao recebermos sua doação, este valor será automaticamente destinado à fabricação de sabonetes.

A transportadora PGL Brasil arcará com todos os custos envolvidos para operação logística, recolhendo os sabonetes na fábrica e levando-os para institutos sociais parceiros.

Os institutos sociais em mais de 2.000 comunidades na Grande São Paulo e Grande Rio de Janeiro, representados pela Atados, entregerão os produtos da Operação VIDA de forma eficiente e consciente nos lares dos moradores das comunidades assistidas pelo projeto, recebendo segurança, paz e direito à luta contra proliferação do Coronavírus em seus lares.

Nossos parceiros de Comunicação doaram seus recursos, e estão trabalhando intensamente em nossos canais de mídia, dos seus conteúdos e da divulgação desta ação.

Por último, e igualmente importante, são nossos parceiros institucionais. Verdadeiros multiplicadores para arrecadação e estruturação do projeto. Nos encher de boas energias!

 

Nosso mais profundo muito obrigado aos nossos parceiros por assumirem custos e doarem seus recursos, para que a Operação VIDA entregue mais produtos a mais lares brasileiros!

Nosso mais profundo muito obrigado à você, doador, pelo seu gesto de amor!

 

O trabalho de cada um é a força de todos nós!


 

Parcerias estabelecidas:

          - Crowdfunding: BENFEITORIA

          - Transportadora: PGL Brasil

          - Social: Atados

          - Comunicação: Informare; REMIR; Brandflix; JCZ 

          - Instituicional: Women Invest; AGES Consultoria; Caminho do Sol

 

Contato direto com a Operação VIDA:

          - E-mail: operacaovida2020@gmail.com 

          - Telefone: (11) 94764-4944

Seu primeiro contato será com o Pedro Lopes, e será muito bem-vindo!

 

 

De acordo com pesquisa, do Data Favela realizada no mês de março/20, existem cerca de 13,6 milhões de moradores de favela no Brasil. Se uma pessoa consome, em média, 1 sabonete por semana, e estimarmos que o CORONAVÍRUS se alastre por 3 meses no território brasileiro, o consumo de sabonetes em nossas favelas será de aproximadamente 171 milhões de unidades durante o período.

Sim, nossos esforços são apenas uma parte, mas é um gesto de amor que levará um pouco de paz as famílias assistidas. Cada doação fará a diferença na proteção de um lar. Muitos lares estão desamparados uma vez que estão sendo obrigados a optar por ter o alimento à mesa ou ter produtos de higiene para se lutar contra a contaminação.

Neste trágico momento social e econômico, muitos estão perdendo seus empregos e ou deixando de trabalhar, com aumento de custo em casa, que agora contam com seus filhos 24h por dia, por estarem com suas aulas suspensas. Moradores devem escolher entre comprar itens de higiene ou de alimentação, ou pior, muitos estão sem condições alguma de comprar quaisquer que sejam os itens.

 

São apenas R$ 0,50 para que a Operação VIDA consiga realizar a entrega de 1 unidade de sabonete para 1 lar. 

Esta campanha pretende realizar a entrega de 1.000.000 de sabonetes. Provaremos que gestos de amor constroem paz e segurança em lares, neste momento tão sensível.

Moradores de favelas na Grande São Paulo e Grande Rio de Janeiro, por meio de uma ação consciente de nossos parceiros e dos mais de 2.000 institutos sociais ligados à Operação VIDA, receberão os seguintes itens:

          - Sabonetes;
          - Guias de como lavar as mãos, segundo à OMS.

 

R$ 0,50 = 01 Sabonete. 

"Quando só temos olhos para o que nos falta, faltam olhos para quem precisa." Ana Jácomo.

 

"As capitais Rio de Janeiro e São Paulo já registram caso de transmissão comunitária, quando não é identificada a origem da contaminação. Com isso, o país entra em uma nova fase da estratégia brasileira, a de criar condições para diminuir os danos que o vírus pode causar à população. Em videoconferência com profissionais das Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país, o Ministério da Saúde anunciou, nesta sexta-feira (13), recomendações para evitar a disseminação da doença. 

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão, e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las."

Saúde anuncia orientações para evitar a disseminação do coronavírus - Natália Monteiro, Vanessa Aquino, Sílvia Pacheco e Luísa Scheneiders. Ministério da Saúde. 13 de março de 2020.

"O coronavírus é um vírus encapsulado, bastante sensível ao contato com detergentes, como o sabão. O envelope pode dar a ideia que esse vírus é mais forte, mas é justamente o contrário. "A camada do envelope, por conter gordura, é muito sensível a solventes, sabão, à dessecação (extrema secura), à falta de umidade no ambiente", afirma Fernando Spilki, presidente da Sociedade Brasileira de Virologia.

A BBC News Brasil conversou com infectologistas e colheu as principais recomendações do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), o Serviço de Saúde britânico (NHS) e do Ministério da Saúde brasileiro nesse sentido. A principal — simples, porém bastante eficiente — é lavar as mãos com sabão após usar o banheiro, sempre que chegar em casa ou antes de manipular alimentos."

Coronavírus: com chegada da doença ao Brasil, o que realmente funciona para se proteger?. Camilla Veras Mota e Matheus Magenta. BBC News Brasil, São Paulo e Londre. 6 de fevereiro de 2020.

"Lavar as mãos com sabão, quando feito corretamente, é fundamental na luta contra a nova doença do coronavírus (Covid-19), mas milhões de pessoas não têm acesso imediato a um lugar para lavar as mãos, disse o UNICEF hoje. No total, apenas três em cada cinco pessoas em todo o mundo têm instalações básicas para se lavar as mãos, de acordo com os dados mais recentes. "Lavar as mãos com sabão é uma das coisas mais baratas e eficazes que você pode fazer para proteger você mesmo e os outros contra o coronavírus, bem como contra muitas outras doenças infecciosas. No entanto, para bilhões, mesmo as medidas mais básicas estão simplesmente fora de alcance"

Lavar as mãos com sabão – fundamental na luta contra o coronavírus – está "fora de alcance" para bilhões. Elisa Meirelles Reis. Oficial de Comunicação UNICEF Brasil. Brasília. 13 de março de 2020


 

De acordo com pesquisa realizada pelo Data Favela em 262 favelas entre 20 e 22 de março deste ano, existe risco de convulsão social no Brasil em virtude da pandemia. O Data Favela surgiu da parceria entre Celso Athayde, fundador da Central Única das Favelas – CUFA e Renato Meirelles, presidente do Instituto Locomotiva.

A pesquisa aponta que 97% dos moradores já mudaram sua rotina por causa do Coronavírus. Entre os moradores com filhos em idade escolar, 86% deixaram de ir para a escola, e destes, 84% tiveram seus gastos em casa aumentados. Reflita que com crianças passando mais tempo em suas casas e brincando nas ruas, maiores são os gastos e os riscos de contaminação.

Foi apresentado também percentuais da situação de trabalho dos moradores de favela, sendo: 47% são autônomos(as); 19% possuem carteira assinada; 10% são estudantes; 10% são aposentados(as); 8% são desempregados(as) e procurou emprego nos últimos 30 dias; 8% são empregados(as) sem carteira assinada; 5% são donos(as) de casa; 3% empresário(a); 3% funcionário(a) público(a); 2% são desempregados(as) e não procurou emprego nos últimos 30 dias.

Segundo dados da pesquisa, 7 em cada 10 famílias da comunidades já tiveram a renda familiar diminuída por causa do Coronavírus. Além disso, 78% dos entrevistados conhecem alguém que já teve diminuição de renda. A maioria afirma que o cuidado com suas famílias seria prejudicado se tivessem que ficar em casa sem renda. 


 

Desde que o Coronavírus chegou ao Brasil, as recomendações mais divulgadas para combater a sua proliferação foram: ficar em casa e lavar as mãos. Mas como deverão agir os que não possuem opção de fazer home office gerando renda e, por consequência, não têm condições de manter estes produtos em dia em sua casa de 2 cômodos e 10 moradores?

São mais de 13 milhões de moradores de comunidades no Brasil, trabalhando como autônomos, em sua maioria - sem opção de home office. Ao voltarem para seus lares, os familiares que se encontram no grupo de risco são expostos à contaminação. A realidade é que os moradores de comunidades estão desamparados, contam com pouca informação, com falta de estrutura sanitária e se encontram em ambientes com as maiores taxas de densidade demográfica do quadro social brasileiro.

 

É neste cenário que a Operação VIDA, seus parceiros e todos os doadores estão trabalhando, para intensificar a distribuição de sabonetes, levando também folhetos explicativos de como lavar as mãos, segundo a OMS. Temos como objetivo reduzir a proliferação do Coronavírus nas comunidades e proteger seus moradores. É apenas uma pequena parcela, mas fará a diferença na vida de cada casa dos mais de 1.000.000 de moradores de comunidades que, com sua ajuda, serão impactados com nossa operação. 

Entendemos que todos devem ter condições para combater e proteger não só a si próprio, mas, principalmente, proteger seus familiares e amigos que se encontram no grupo de risco. Todos devem ter o direito à vida. 

 

Sua doação levará segurança aos moradores de comunidade, protegerá aqueles que se encontram no grupo de risco, achatará a curva de crescimento do Coronavírus e contribuirá para desafogar o sistema de saúde brasileiro.

De forma complementar, nossas parcerias trazem renda aos fabricantes de sabonete, que trabalham exclusivamente para esta causa. Movimentaremos a economia brasileira.

 

 

 

Nesta campanha, não haverá custos na operação logística e na distribuição dos produtos dentro das comunidades, uma vez que a PGL Logística, a Atados e os institutos socias parceiros executarão seus serviços gratuitamente para a Operação VIDA.

 

 

Texto do livro: As mais belas parábolas de todos os tempos” – Alexandre Rangel

Um garoto pobre, com cerca de doze anos de idade, vestido e calçado de forma humilde, entra na loja, escolhe um sabonete comum e pede ao proprietário que embrulhe para presente e diz com orgulho:

- É para minha mãe!

O dono da loja ficou comovido diante da singeleza daquele presente. Olhou com piedade para o seu freguês e, sentindo uma grande compaixão, teve vontade de ajudá-lo. Pensou que poderia embrulhar, junto com o sabonete comum, algum artigo mais significativo. Entretanto, ficou indeciso: ora olhava para o garoto, ora para os artigos que tinha em sua loja. Devia ou não fazer? O coração dizia que sim, a mente dizia não.

O garoto, notando a indecisão do homem, pensou que ele estivesse duvidando de sua capacidade de pagar. Colocou a mão no bolso, retirou as moedinhas que dispunha e as colocou sobre o balcão.

O homem ficou ainda mais comovido quando viu as moedas de valor tão insignificante e continuava com seu conflito mental. Em sua intimidade concluía que, se o garoto pudesse, ele compraria algo bem melhor para sua mãe. Lembrou de sua própria mãe. Fora pobre e muitas vezes, em sua infância e adolescência, também desejava presentear sua mãe. Quando conseguiu emprego, ela já havia partido para o mundo espiritual. O garoto, com aquele gesto, estava mexendo nas profundezas dos seus sentimentos.

Do outro lado do balcão, o menino começou a ficar ansioso. Alguma coisa parecia estar errada. Por que o homem não embrulhava logo o sabonete? Ele já escolhera, pedira para embrulhar e até tinha mostrado as moedas para o pagamento... Por que a demora? Qual o problema? No campo da emoção, dois sentimentos se entreolhavam: a compaixão do lado do homem, a desconfiança por parte do garoto. Impaciente, ele perguntou:

- Moço, está faltando alguma coisa?

- Não. - respondeu o proprietário da loja - É que de repente me lembrei de minha mãe. Ela morreu quando eu ainda era muito jovem. Sempre quis dar um presente para ela, mas desempregado, nunca consegui comprar nada.

Na espontaneidade de seus 12 anos, perguntou o menino:

- Nem um sabonete?

O homem se calou. Refletiu um pouco e desistiu da idéia de melhorar o presente do garoto. Embrulhou o sabonete com o melhor papel que tinha na loja, colocou uma fita e despachou o freguês sem responder mais nada. A sós, pôs-se a pensar. Como é que nunca pensara em dar algo pequeno e simples para sua mãe? Sempre entendera que presente tinha que ser alguma coisa significativa, tanto assim que, minutos antes, sentira piedade da singela compra e pensara em melhorar o presente adquirido.

Comovido, entendeu que naquele dia tinha recebido uma grande lição. Junto com o sabonete do menino, seguia algo muito mais importante e grandioso, o melhor de todos os presentes: o Gesto de Amor!
 

4 operações de entregas de sabonetes concluídas!! E tem muito mais por vir!

Em: 12/04/2020 17:15

Nos últimos 7 dias, junto à PGL Brasil e Atados, a Operação VIDa realizou, em 4 operações, a distribuição do primeiro lote de 50.000 sabonetes adiquiridos da Razzo Brasil.

ONGs apoiadas: Instituto Anchieta Grajaú; Projeto Alavanca Brasil; Instituto Ana Rosa; CECI Jaraguá; Projeto Pac; Fundação Julita; Projeto Lado do Bem; Sociedade Amigos Unidos do Jd. 3 corações; Associação Cultural Filhos da Corrente; Associação Fabrica de Sonhos; Mirante Cultural; Valor do EU - Igreja São Francisco; Esperança Garcia - Quilombo da Parada; Instituto Reviver; Bloco do Beco; Fundo Sarau do Binho; Projeto Sonhar; Coletivo M8 – Mulheres; CASI - Centro de Apoio à saúde do idoso; Centro Comunitário e Creche Sinhazinha Meirelles; Associação Criança Brasil; Instituto Social Bola na Rede.

Regiões: Jaraguá; Anchieta; Pirituba; Grajaú; Santo Amaro; Vila Sônia.

Acompanhe nossas novidades!

 


PRIMEIRA AQUISIÇÃO DE SABONETES CONCLUÍDA! QUASE 5 TONELADAS!!

Em: 03/04/2020 13:55

A Operação VIDA fez sua primeira aquisição de sabonetes!

Nossa parceira e fabricante Razzo do Brasil disponibilizou - a um preço MUITO diferenciado - 50.000 unidades de sabonetes, totalizando quase 5 toneladas! 

Em 463 caixas, os produtos foram coletados gratuitamente pela nossa parceira PGL do Brasil! Eles foram para o armazém da empresa e as entregas para as famílias começarão amanhã mesmo!

 

Fique sempre por dentro das nossas novidades!


A Band Sports abriu as portas para a Operação VIDA

Em: 01/04/2020 18:57

A Opearação VIDA apresentou seu trabalho no programa VIVA O ESPORTE, neste dia primeiro de abril.

Julio Bergamo, que comanda o programa, ficou muito feliz e emocionado em abrir as portas de seu canal, nos convidando para uma segunda participação para apresentar nossas entregas e as comunidades assistidas pelo programa! Muito obrigado!

Contamos com nossos doadores para levar prevenção, proteção e paz para lares brasileiros, achatando a curva de proliferação deste vírus.

Acesse o link para ver a entrevista: https://tvuol.uol.com.br/video/rodrigo-aguiar-fala-sobre-acao-social-que-preve-doacao-de-sabonetes-04024D183562E0B96326

O trabalho de cada um é a força de todos nós! 


Operação VIDA na JOVEM PAN!

Em: 01/04/2020 13:21

Dia 31.03 foi marcado pela participação da Operação VIDA na Jovem PAN.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, a Operação VIDA foi ao ar, representada pelo nosso querido Rodrigo Aguiar, um dos idealizadores da operação.

Para assitir, acesse o link abaixo a partir do momento 1:19:10.

https://www.youtube.com/watch?v=RGovieDp4iM 


Ajude a Operação Vida distribuir UM MILHÃO de sabonetes, para que os menos favorecidos tenham condições mínimas de proteção à proliferação do Coronavírus! 

 

A Operação VIDA executa seu trabalho em 4 pilares:

          1- Doações de PJ e PF;

          2- Aquisição de grandes quantidades de sabonetes;

          3- Parceria nos transportes (sem custo);

          4- Parceria nas Comunidades para distribuição (sem custo).

 

Ao recebermos sua doação, este valor será automaticamente destinado à fabricação de sabonetes.

A transportadora PGL Brasil arcará com todos os custos envolvidos para operação logística, recolhendo os sabonetes na fábrica e levando-os para institutos sociais parceiros.

Os institutos sociais em mais de 2.000 comunidades na Grande São Paulo e Grande Rio de Janeiro, representados pela Atados, entregerão os produtos da Operação VIDA de forma eficiente e consciente nos lares dos moradores das comunidades assistidas pelo projeto, recebendo segurança, paz e direito à luta contra proliferação do Coronavírus em seus lares.

Nossos parceiros de Comunicação doaram seus recursos, e estão trabalhando intensamente em nossos canais de mídia, dos seus conteúdos e da divulgação desta ação.

Por último, e igualmente importante, são nossos parceiros institucionais. Verdadeiros multiplicadores para arrecadação e estruturação do projeto. Nos encher de boas energias!

 

Nosso mais profundo muito obrigado aos nossos parceiros por assumirem custos e doarem seus recursos, para que a Operação VIDA entregue mais produtos a mais lares brasileiros!

Nosso mais profundo muito obrigado à você, doador, pelo seu gesto de amor!

 

O trabalho de cada um é a força de todos nós!


 

Parcerias estabelecidas:

          - Crowdfunding: BENFEITORIA

          - Transportadora: PGL Brasil

          - Social: Atados

          - Comunicação: Informare; REMIR; Brandflix; JCZ 

          - Instituicional: Women Invest; AGES Consultoria; Caminho do Sol

 

Contato direto com a Operação VIDA:

          - E-mail: operacaovida2020@gmail.com 

          - Telefone: (11) 94764-4944

Seu primeiro contato será com o Pedro Lopes, e será muito bem-vindo!

 

 

De acordo com pesquisa, do Data Favela realizada no mês de março/20, existem cerca de 13,6 milhões de moradores de favela no Brasil. Se uma pessoa consome, em média, 1 sabonete por semana, e estimarmos que o CORONAVÍRUS se alastre por 3 meses no território brasileiro, o consumo de sabonetes em nossas favelas será de aproximadamente 171 milhões de unidades durante o período.

Sim, nossos esforços são apenas uma parte, mas é um gesto de amor que levará um pouco de paz as famílias assistidas. Cada doação fará a diferença na proteção de um lar. Muitos lares estão desamparados uma vez que estão sendo obrigados a optar por ter o alimento à mesa ou ter produtos de higiene para se lutar contra a contaminação.

Neste trágico momento social e econômico, muitos estão perdendo seus empregos e ou deixando de trabalhar, com aumento de custo em casa, que agora contam com seus filhos 24h por dia, por estarem com suas aulas suspensas. Moradores devem escolher entre comprar itens de higiene ou de alimentação, ou pior, muitos estão sem condições alguma de comprar quaisquer que sejam os itens.

 

São apenas R$ 0,50 para que a Operação VIDA consiga realizar a entrega de 1 unidade de sabonete para 1 lar. 

Esta campanha pretende realizar a entrega de 1.000.000 de sabonetes. Provaremos que gestos de amor constroem paz e segurança em lares, neste momento tão sensível.

Moradores de favelas na Grande São Paulo e Grande Rio de Janeiro, por meio de uma ação consciente de nossos parceiros e dos mais de 2.000 institutos sociais ligados à Operação VIDA, receberão os seguintes itens:

          - Sabonetes;
          - Guias de como lavar as mãos, segundo à OMS.

 

R$ 0,50 = 01 Sabonete. 

"Quando só temos olhos para o que nos falta, faltam olhos para quem precisa." Ana Jácomo.

 

"As capitais Rio de Janeiro e São Paulo já registram caso de transmissão comunitária, quando não é identificada a origem da contaminação. Com isso, o país entra em uma nova fase da estratégia brasileira, a de criar condições para diminuir os danos que o vírus pode causar à população. Em videoconferência com profissionais das Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país, o Ministério da Saúde anunciou, nesta sexta-feira (13), recomendações para evitar a disseminação da doença. 

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão, e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las."

Saúde anuncia orientações para evitar a disseminação do coronavírus - Natália Monteiro, Vanessa Aquino, Sílvia Pacheco e Luísa Scheneiders. Ministério da Saúde. 13 de março de 2020.

"O coronavírus é um vírus encapsulado, bastante sensível ao contato com detergentes, como o sabão. O envelope pode dar a ideia que esse vírus é mais forte, mas é justamente o contrário. "A camada do envelope, por conter gordura, é muito sensível a solventes, sabão, à dessecação (extrema secura), à falta de umidade no ambiente", afirma Fernando Spilki, presidente da Sociedade Brasileira de Virologia.

A BBC News Brasil conversou com infectologistas e colheu as principais recomendações do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), o Serviço de Saúde britânico (NHS) e do Ministério da Saúde brasileiro nesse sentido. A principal — simples, porém bastante eficiente — é lavar as mãos com sabão após usar o banheiro, sempre que chegar em casa ou antes de manipular alimentos."

Coronavírus: com chegada da doença ao Brasil, o que realmente funciona para se proteger?. Camilla Veras Mota e Matheus Magenta. BBC News Brasil, São Paulo e Londre. 6 de fevereiro de 2020.

"Lavar as mãos com sabão, quando feito corretamente, é fundamental na luta contra a nova doença do coronavírus (Covid-19), mas milhões de pessoas não têm acesso imediato a um lugar para lavar as mãos, disse o UNICEF hoje. No total, apenas três em cada cinco pessoas em todo o mundo têm instalações básicas para se lavar as mãos, de acordo com os dados mais recentes. "Lavar as mãos com sabão é uma das coisas mais baratas e eficazes que você pode fazer para proteger você mesmo e os outros contra o coronavírus, bem como contra muitas outras doenças infecciosas. No entanto, para bilhões, mesmo as medidas mais básicas estão simplesmente fora de alcance"

Lavar as mãos com sabão – fundamental na luta contra o coronavírus – está "fora de alcance" para bilhões. Elisa Meirelles Reis. Oficial de Comunicação UNICEF Brasil. Brasília. 13 de março de 2020


 

De acordo com pesquisa realizada pelo Data Favela em 262 favelas entre 20 e 22 de março deste ano, existe risco de convulsão social no Brasil em virtude da pandemia. O Data Favela surgiu da parceria entre Celso Athayde, fundador da Central Única das Favelas – CUFA e Renato Meirelles, presidente do Instituto Locomotiva.

A pesquisa aponta que 97% dos moradores já mudaram sua rotina por causa do Coronavírus. Entre os moradores com filhos em idade escolar, 86% deixaram de ir para a escola, e destes, 84% tiveram seus gastos em casa aumentados. Reflita que com crianças passando mais tempo em suas casas e brincando nas ruas, maiores são os gastos e os riscos de contaminação.

Foi apresentado também percentuais da situação de trabalho dos moradores de favela, sendo: 47% são autônomos(as); 19% possuem carteira assinada; 10% são estudantes; 10% são aposentados(as); 8% são desempregados(as) e procurou emprego nos últimos 30 dias; 8% são empregados(as) sem carteira assinada; 5% são donos(as) de casa; 3% empresário(a); 3% funcionário(a) público(a); 2% são desempregados(as) e não procurou emprego nos últimos 30 dias.

Segundo dados da pesquisa, 7 em cada 10 famílias da comunidades já tiveram a renda familiar diminuída por causa do Coronavírus. Além disso, 78% dos entrevistados conhecem alguém que já teve diminuição de renda. A maioria afirma que o cuidado com suas famílias seria prejudicado se tivessem que ficar em casa sem renda. 


 

Desde que o Coronavírus chegou ao Brasil, as recomendações mais divulgadas para combater a sua proliferação foram: ficar em casa e lavar as mãos. Mas como deverão agir os que não possuem opção de fazer home office gerando renda e, por consequência, não têm condições de manter estes produtos em dia em sua casa de 2 cômodos e 10 moradores?

São mais de 13 milhões de moradores de comunidades no Brasil, trabalhando como autônomos, em sua maioria - sem opção de home office. Ao voltarem para seus lares, os familiares que se encontram no grupo de risco são expostos à contaminação. A realidade é que os moradores de comunidades estão desamparados, contam com pouca informação, com falta de estrutura sanitária e se encontram em ambientes com as maiores taxas de densidade demográfica do quadro social brasileiro.

 

É neste cenário que a Operação VIDA, seus parceiros e todos os doadores estão trabalhando, para intensificar a distribuição de sabonetes, levando também folhetos explicativos de como lavar as mãos, segundo a OMS. Temos como objetivo reduzir a proliferação do Coronavírus nas comunidades e proteger seus moradores. É apenas uma pequena parcela, mas fará a diferença na vida de cada casa dos mais de 1.000.000 de moradores de comunidades que, com sua ajuda, serão impactados com nossa operação. 

Entendemos que todos devem ter condições para combater e proteger não só a si próprio, mas, principalmente, proteger seus familiares e amigos que se encontram no grupo de risco. Todos devem ter o direito à vida. 

 

Sua doação levará segurança aos moradores de comunidade, protegerá aqueles que se encontram no grupo de risco, achatará a curva de crescimento do Coronavírus e contribuirá para desafogar o sistema de saúde brasileiro.

De forma complementar, nossas parcerias trazem renda aos fabricantes de sabonete, que trabalham exclusivamente para esta causa. Movimentaremos a economia brasileira.

 

 

 

Nesta campanha, não haverá custos na operação logística e na distribuição dos produtos dentro das comunidades, uma vez que a PGL Logística, a Atados e os institutos socias parceiros executarão seus serviços gratuitamente para a Operação VIDA.

 

 

Texto do livro: As mais belas parábolas de todos os tempos” – Alexandre Rangel

Um garoto pobre, com cerca de doze anos de idade, vestido e calçado de forma humilde, entra na loja, escolhe um sabonete comum e pede ao proprietário que embrulhe para presente e diz com orgulho:

- É para minha mãe!

O dono da loja ficou comovido diante da singeleza daquele presente. Olhou com piedade para o seu freguês e, sentindo uma grande compaixão, teve vontade de ajudá-lo. Pensou que poderia embrulhar, junto com o sabonete comum, algum artigo mais significativo. Entretanto, ficou indeciso: ora olhava para o garoto, ora para os artigos que tinha em sua loja. Devia ou não fazer? O coração dizia que sim, a mente dizia não.

O garoto, notando a indecisão do homem, pensou que ele estivesse duvidando de sua capacidade de pagar. Colocou a mão no bolso, retirou as moedinhas que dispunha e as colocou sobre o balcão.

O homem ficou ainda mais comovido quando viu as moedas de valor tão insignificante e continuava com seu conflito mental. Em sua intimidade concluía que, se o garoto pudesse, ele compraria algo bem melhor para sua mãe. Lembrou de sua própria mãe. Fora pobre e muitas vezes, em sua infância e adolescência, também desejava presentear sua mãe. Quando conseguiu emprego, ela já havia partido para o mundo espiritual. O garoto, com aquele gesto, estava mexendo nas profundezas dos seus sentimentos.

Do outro lado do balcão, o menino começou a ficar ansioso. Alguma coisa parecia estar errada. Por que o homem não embrulhava logo o sabonete? Ele já escolhera, pedira para embrulhar e até tinha mostrado as moedas para o pagamento... Por que a demora? Qual o problema? No campo da emoção, dois sentimentos se entreolhavam: a compaixão do lado do homem, a desconfiança por parte do garoto. Impaciente, ele perguntou:

- Moço, está faltando alguma coisa?

- Não. - respondeu o proprietário da loja - É que de repente me lembrei de minha mãe. Ela morreu quando eu ainda era muito jovem. Sempre quis dar um presente para ela, mas desempregado, nunca consegui comprar nada.

Na espontaneidade de seus 12 anos, perguntou o menino:

- Nem um sabonete?

O homem se calou. Refletiu um pouco e desistiu da idéia de melhorar o presente do garoto. Embrulhou o sabonete com o melhor papel que tinha na loja, colocou uma fita e despachou o freguês sem responder mais nada. A sós, pôs-se a pensar. Como é que nunca pensara em dar algo pequeno e simples para sua mãe? Sempre entendera que presente tinha que ser alguma coisa significativa, tanto assim que, minutos antes, sentira piedade da singela compra e pensara em melhorar o presente adquirido.

Comovido, entendeu que naquele dia tinha recebido uma grande lição. Junto com o sabonete do menino, seguia algo muito mais importante e grandioso, o melhor de todos os presentes: o Gesto de Amor!
 

4 operações de entregas de sabonetes concluídas!! E tem muito mais por vir!

Em: 12/04/2020 17:15

Nos últimos 7 dias, junto à PGL Brasil e Atados, a Operação VIDa realizou, em 4 operações, a distribuição do primeiro lote de 50.000 sabonetes adiquiridos da Razzo Brasil.

ONGs apoiadas: Instituto Anchieta Grajaú; Projeto Alavanca Brasil; Instituto Ana Rosa; CECI Jaraguá; Projeto Pac; Fundação Julita; Projeto Lado do Bem; Sociedade Amigos Unidos do Jd. 3 corações; Associação Cultural Filhos da Corrente; Associação Fabrica de Sonhos; Mirante Cultural; Valor do EU - Igreja São Francisco; Esperança Garcia - Quilombo da Parada; Instituto Reviver; Bloco do Beco; Fundo Sarau do Binho; Projeto Sonhar; Coletivo M8 – Mulheres; CASI - Centro de Apoio à saúde do idoso; Centro Comunitário e Creche Sinhazinha Meirelles; Associação Criança Brasil; Instituto Social Bola na Rede.

Regiões: Jaraguá; Anchieta; Pirituba; Grajaú; Santo Amaro; Vila Sônia.

Acompanhe nossas novidades!

 


PRIMEIRA AQUISIÇÃO DE SABONETES CONCLUÍDA! QUASE 5 TONELADAS!!

Em: 03/04/2020 13:55

A Operação VIDA fez sua primeira aquisição de sabonetes!

Nossa parceira e fabricante Razzo do Brasil disponibilizou - a um preço MUITO diferenciado - 50.000 unidades de sabonetes, totalizando quase 5 toneladas! 

Em 463 caixas, os produtos foram coletados gratuitamente pela nossa parceira PGL do Brasil! Eles foram para o armazém da empresa e as entregas para as famílias começarão amanhã mesmo!

 

Fique sempre por dentro das nossas novidades!


A Band Sports abriu as portas para a Operação VIDA

Em: 01/04/2020 18:57

A Opearação VIDA apresentou seu trabalho no programa VIVA O ESPORTE, neste dia primeiro de abril.

Julio Bergamo, que comanda o programa, ficou muito feliz e emocionado em abrir as portas de seu canal, nos convidando para uma segunda participação para apresentar nossas entregas e as comunidades assistidas pelo programa! Muito obrigado!

Contamos com nossos doadores para levar prevenção, proteção e paz para lares brasileiros, achatando a curva de proliferação deste vírus.

Acesse o link para ver a entrevista: https://tvuol.uol.com.br/video/rodrigo-aguiar-fala-sobre-acao-social-que-preve-doacao-de-sabonetes-04024D183562E0B96326

O trabalho de cada um é a força de todos nós! 


Operação VIDA na JOVEM PAN!

Em: 01/04/2020 13:21

Dia 31.03 foi marcado pela participação da Operação VIDA na Jovem PAN.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, a Operação VIDA foi ao ar, representada pelo nosso querido Rodrigo Aguiar, um dos idealizadores da operação.

Para assitir, acesse o link abaixo a partir do momento 1:19:10.

https://www.youtube.com/watch?v=RGovieDp4iM