[SP] Pagode da 27 |

[SP] Pagode da 27

A iniciativa pretende assistir em torno de 60 famílias da região do Parque Grajaú com cestas básicas, insumos de higiene e livros.

Projeto por: FLAVIO SARMENTO BARBOZA
R$ 18.801,00
arrecadado
meta R$ 18.800,00

20 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

FLAVIO SARMENTO BARBOZA

FLAVIO SARMENTO BARBOZA
R$ 10
Obrigada!
3 benfeitores apoiando
Seu apoio é muito importante para nós!
R$ 30
Gratidão!
Seja o primeiro a apoiar!
Nosso eterno agradecimento <3
R$ 50
Que incrível!
Seja o primeiro a apoiar!
Uau! Muito obrigada pela sua colaboração.
R$ 100
Muito obrigada!
1 benfeitor apoiando
Gratidão enorme pelo seu apoio!
R$ 500
Sucesso!
Seja o primeiro a apoiar!
Seu apoio é fundamental!
R$ 1.000
Mega impacto!
Seja o primeiro a apoiar!
Mil vezes obrigada por estar conosco nessa!
R$ 5.000
Sem palavras!
Seja o primeiro a apoiar!
Temos como descrever o quanto estamos gratos por seu apoio!

No começo dessa quarentena, juntamente com a equipe do programa Saúde da Família, selecionamos algumas famílias do Pq Grajaú, tendo como critério a vulnerabilidade social. Com doações avulsas já começamos a distribuição de cestas básicas, Kits Higiene e livros. Entretanto, percebemos  que se agrava a necessidade de insumos básicos para muitas famílias, como alimentos e remédios. Nesse projeto, vamos usar a força do samba como sempre usamos pela dignidade humana  de uma população que há gerações é marginalizada. 

Há 15 anos o Pagode da 27 promove semanalmente lazer com cultura através da roda samba onde valorizamos as raízes afro-brasileiras do gênero assim como poetas e músicos locais. Paralelamente, promovemos a arrecadação e distribuição de mantimentos para famílias carentes da região. Também  mantemos uma biblioteca pública e iniciação musical para crianças e jovens. Tudo isso na rua considerada a mais violenta do distrito do  Grajaú na década de 90 e que ainda tem uma população que sofre constantes limitações de cultura, saúde, educação e até mesmo insumos básicos.

O Grajaú se tornou um dos distritos mais populosos da cidade durante a década de 90. A rápida ocupação durante período de crise econômica foi um fator fundamental para termos aqui os piores índices de violência e vulnerabilidade social da cidade. E diante do descaso do governo, nós, jovens da região, começamos a nos organizarmos com os recursos disponíveis para, pelo menos,  ter esperança de um futuro digno. Assim surgiram vários movimentos culturais, como o Pagode da 27, dentro da “Favela do Buracanã”, Pq. Grajaú. E nesses 15 anos, fazemos samba com a mesma motivação com que fazemos trabalho social.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

FLAVIO SARMENTO BARBOZA ainda não publicou nenhuma notícia.

No começo dessa quarentena, juntamente com a equipe do programa Saúde da Família, selecionamos algumas famílias do Pq Grajaú, tendo como critério a vulnerabilidade social. Com doações avulsas já começamos a distribuição de cestas básicas, Kits Higiene e livros. Entretanto, percebemos  que se agrava a necessidade de insumos básicos para muitas famílias, como alimentos e remédios. Nesse projeto, vamos usar a força do samba como sempre usamos pela dignidade humana  de uma população que há gerações é marginalizada. 

Há 15 anos o Pagode da 27 promove semanalmente lazer com cultura através da roda samba onde valorizamos as raízes afro-brasileiras do gênero assim como poetas e músicos locais. Paralelamente, promovemos a arrecadação e distribuição de mantimentos para famílias carentes da região. Também  mantemos uma biblioteca pública e iniciação musical para crianças e jovens. Tudo isso na rua considerada a mais violenta do distrito do  Grajaú na década de 90 e que ainda tem uma população que sofre constantes limitações de cultura, saúde, educação e até mesmo insumos básicos.

O Grajaú se tornou um dos distritos mais populosos da cidade durante a década de 90. A rápida ocupação durante período de crise econômica foi um fator fundamental para termos aqui os piores índices de violência e vulnerabilidade social da cidade. E diante do descaso do governo, nós, jovens da região, começamos a nos organizarmos com os recursos disponíveis para, pelo menos,  ter esperança de um futuro digno. Assim surgiram vários movimentos culturais, como o Pagode da 27, dentro da “Favela do Buracanã”, Pq. Grajaú. E nesses 15 anos, fazemos samba com a mesma motivação com que fazemos trabalho social.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

FLAVIO SARMENTO BARBOZA ainda não publicou nenhuma notícia.