Pankararu contra o coronavírus |

Pankararu contra o coronavírus

Ajude os Pankararu a arrecadar dinheiro para a compra de itens de higiene, limpeza e alimentos para combater a pandemia do coronavírus na favela do Real Parque

Projeto por: Arianne Rayis Lovo
R$ 3.340,00
arrecadado
meta R$ 5.000,00

28 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Arianne Rayis Lovo

Arianne Rayis Lovo

Nós somos os Pankararu que moram na favela do Real Parque, em São Paulo. Muitas pessoas nem sabem que moramos na cidade, assim como vários povos indígenas que vivem em contexto urbano na capital paulista, como os Guarani Mbya, Terena, Xucuru-Kariri, entre outros. Fazemos nossos rituais, nossas rezas, nosso Toré mesmo com todas as dificuldades encontradas vivendo numa metrópole.

Por conta do coronavírus, muitas das nossas famílias acabaram perdendo seus empregos e não tem como pagar suas contas de gás, luz e alimentação no fim do mês. Então, resolvemos criar esse projeto para arrecadar recursos financeiros para comprar pelo menos os itens básicos para o combate da pandemia. Em momentos de instabilidade econômica, os povos indígenas, assim como outros grupos minoritários, acabam sofrendo com o descaso de órgãos estatais, sem receber apoio político e econômico.

Dessa forma, temos como finalidade arrecadar dinheiro para a compra de itens de limpeza, higiene pessoal e alimentos não perecíveis. São 166 famílias Pankararu que moram no Real Parque e outras 150 famílias na região metropolitana, somando quase 2 mil Pankararu na cidade de São Paulo. A Associação Indígena SOS - Comunidade Indígena Pankararu é a nossa representante na cidade e todo dinheiro arrecadado será destinado a ela. Sua contribuição nos ajudará a atravessar essa crise de uma forma mais digna e justa. Que os encantados nos protejam.  

Arianne Rayis Lovo ainda não publicou nenhuma notícia.

Nós somos os Pankararu que moram na favela do Real Parque, em São Paulo. Muitas pessoas nem sabem que moramos na cidade, assim como vários povos indígenas que vivem em contexto urbano na capital paulista, como os Guarani Mbya, Terena, Xucuru-Kariri, entre outros. Fazemos nossos rituais, nossas rezas, nosso Toré mesmo com todas as dificuldades encontradas vivendo numa metrópole.

Por conta do coronavírus, muitas das nossas famílias acabaram perdendo seus empregos e não tem como pagar suas contas de gás, luz e alimentação no fim do mês. Então, resolvemos criar esse projeto para arrecadar recursos financeiros para comprar pelo menos os itens básicos para o combate da pandemia. Em momentos de instabilidade econômica, os povos indígenas, assim como outros grupos minoritários, acabam sofrendo com o descaso de órgãos estatais, sem receber apoio político e econômico.

Dessa forma, temos como finalidade arrecadar dinheiro para a compra de itens de limpeza, higiene pessoal e alimentos não perecíveis. São 166 famílias Pankararu que moram no Real Parque e outras 150 famílias na região metropolitana, somando quase 2 mil Pankararu na cidade de São Paulo. A Associação Indígena SOS - Comunidade Indígena Pankararu é a nossa representante na cidade e todo dinheiro arrecadado será destinado a ela. Sua contribuição nos ajudará a atravessar essa crise de uma forma mais digna e justa. Que os encantados nos protejam.  

Arianne Rayis Lovo ainda não publicou nenhuma notícia.