p-o-e-s-i-a.org |

p-o-e-s-i-a.org

p-o-e-s-i-a.org é uma rede de poetas, leitores, professores e apoiadores da cultura que atua para o fortalecimento da poesia brasileira.


Projeto por: poesia.org
R$ 2.220,00
arrecadado por mês
meta R$ 20.000,00

35
assinantes

11%
arrecadado

Faça parte desse projeto!
Vire um assinante mensal.



ASSINATURAS
R$ 20 por mês
8 assinantes mensais
R$ 60 por mês
8 assinantes mensais
R$ 75 por mês
6 assinantes mensais
R$ 100 por mês
10 assinantes mensais
R$ 380 por mês
Seja o primeiro assinante
R$ 500 por mês
Seja o primeiro assinante
R$ 1000 por mês
Seja o primeiro assinante
POR

poesia.org

poesia.org

 

 

[PROJETO P-O-E-S-I-A.ORG]

 

 

P-O-E-S-I-A é um projeto colaborativo e independente com a proposta de criação de uma rede de ação continuada para o fortalecimento da poesia brasileira.

A manutenção do projeto e a viabilidade de todas as suas ações dependem diretamente do valor arrecadado na campanha de financiamento coletivo hospedada no site da Benfeitoria https://benfeitoria.com/poesia.

 

Os membros e colaboradores deste projeto são, em sua ampla maioria, poetas, artistas, professores, estudantes e integrantes da cultura que - mesmo com todos os problemas financeiros e emocionais causados pela pandemia - decidiram adotar uma atitude construtiva e colaborativa diante do presente.

Incluindo representantes das cinco regiões do país, entre os conselheiros do projeto p-o-e-s-i-a.org estão nomes relevantes da cultura brasileira como: Alice Ruiz, Armando Freitas Filho, Carlos Vogt, Chico Buarque de Holanda, Claudio Willer, Conceição Evaristo, Eliane Potiguara, Eliane Robert de Moraes, Francisco Alvim, Heloísa Buarque de Hollanda, José Carlos Capinan, Josely Vianna Baptista, Leonardo Fróes, Ledusha Spinardi, Lu Menezes, Nicolas Behr, Olga Savary (in memorian), Ricardo Aleixo, Silviano Santiago e Waldo Motta. 


 

[REALIZAÇÕES]

PORTAL DIGITAL:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/

MAPA DA POESIA/NEWSLETTER:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/mapa-da-poesia/

REDES E IDENTIDADE VISUAL:

https://www.instagram.com/p_o_e_s_i_a_.o_r_g

SELEÇÃO DE POETAS E CONCESSÃO DE AUXÍLIOS: 

http://www.p-o-e-s-i-a.org/bolsas/

ASSESSORIA DE IMPRENSA:

https://www.p-o-e-s-i-a.org/imprensa/

APOIO INSTITUCIONAL:

Universidade Estadual de Campinas

 

 

[PUBLICAÇÕES]

Com o apoio institucional da UNICAMP, o projeto já publicou 3 dossiês de poesia contemporânea, cada um com editor(a) convidado(a) especialmente, além de homenagear poetas que contribuíram significativamente para o campo da literatura brasileira nas últimas décadas. Os livros impressos são enviados como contrapartida aos contribuintes da campanha de financiamento coletivo e excepcionalmente podem ser adquiridos individualmente através do e-mail contato@p-o-e-s-i-a.org 

 

O acesso aos dossiês P-O-E-S-I-A é gratuito pelo portal digital http://www.p-o-e-s-i-a.org/

[POESIA HOJE: NEGRA]

POESIA HOJE: NEGRA, foi lançado dia 21 de março em comemoração ao Dia Mundial da Poesia e ao Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial.

Editado pelo poeta RICARDO ALEIXO, os homenageados da publicação foram CONCEIÇÃO EVARISTO e WALDO MOTTA.

Entre os autores da publicação, que reuniu 26 poetas de todas as regiões do Brasil, estão nomes como Alex Simões, Bianca Gonçalves, Cristiane Sobral, Deisiane Barbosa, Eliane Marques, Fabiana Cozza, Richard Serraria e Stephanie Borges.

[POESIA INDÍGENA HOJE]

POESIA INDÍGENA HOJE, primeiro dossiê P-O-E-S-I-A, reúne um amplo olhar sobre a poesia indígena, com autores que escrevem em português, expressando sua cultura e o choque com a sociedade brasileira. Com a edição de JULIE DORRICO, o dossiê apresenta 27 poetas indígenas contemporâneos das mais diversas etnias, entre eles Ailton Krenak, Daniel Munduruku, Jaider Esbell, Kaká Wera, Márcia Mura e tem como homenageada a poeta ELIANE POTIGUARA.

 

 

Contribua com valores a partir de R$ 75,00 e receba a publicação impressa em casa.

Quando colaborar não se esqueça de inserir seu endereço completo e e-mail para contato.

Ajude a viabilizar o projeto e o fortalecimento da poesia brasileira!


[POR QUE CONTRIBUIR?]

 

Neste momento de pandemia mundial, com o agravamento de todas as consequências sociais e econômicas da Covid-19, o setor cultural tem sido bastante impactado. Dada a falta de políticas públicas e incentivos institucionais é fundamental criar iniciativas que promovam o fortalecimento e difusão da poesia brasileira. De todos os gêneros literários a poesia oferece menos retorno comercial e, por consequência, há menos investimentos nessa área. A constituição de amparo a poetas e incentivo à leitura são essenciais, e isto vai além do momento extremo que vivemos.

Nesse sentido o projeto P-O-E-S-I-A tem como objetivo a criação de diversas iniciativas para o fortalecimento da poesia brasileira a curto, médio e longo prazo, como publicações impressas e digitais, iniciativas digitais, projetos de preservação, memória e articulação junto a instituições para o fomento de ações voltadas à poesia.


 

[COMO PARTICIPAR?]

Existem diversas formas de participar do projeto p-o-e-s-i-a.org, e toda ajuda é bem-vinda!
#COLABORE na campanha de financiamento com valor financeiro mensal.
#DIVULGUE as ações e a campanha de financiamento do projeto.

#APOIE com recursos e contrapartidas específicos.


[COMO POSSO COLABORAR?] 

Toda colaboração é bem-vinda!

O p-o-e-s-i-a oferece como contrapartida a todos os colaboradores acesso aos dossiês digitais e agradecimento nas publicações digitais e impressas. Fortalecer a poesia brasileira, contribuir com a cultura, investir na vida e produção de poetas, é sem dúvida a maior recompensa. 

 

20 REAIS - QUERO AJUDAR NA MANUTENÇÃO DO PROJETO!
Colabore para manutenção das redes e do portal www.p-o-e-s-i-a.org.
60 REAIS - QUERO AJUDAR NA MANUTENÇÃO DO PROJETO!
Colabore para manutenção das redes e do portal: www.p-o-e-s-i-a.org,
(no segundo mês de colaboração você receberá um dossiê impresso).

75 REAIS - QUERO AJUDAR E RECEBER UM DOSSIÊ IMPRESSO!
Especifique qual exemplar pelo e-mail contato@p-o-e-s-i-a.org,
(valor do frete em território nacional já incluso).

120 REAIS - QUERO AJUDAR E RECEBER DOIS DOSSIÊS IMPRESSOS!
Especifique quais exemplares pelo e-mail contato@p-o-e-s-i-a.org,
(valor do frete em território nacional já incluso). 

380 reais - QUERO AJUDAR E SER UM COLABORADOR ATIVO!
Com essa doação você receberá 3 exemplares de cada um dos três dossiês do projeto, e ainda ajuda na manutenção do projeto.
500 REAIS - EU AMEI O PROJETO E QUERO QUE ELE SE EXPANDA! 
Com essa doação você recebe cinco exemplares de cada um dos três dossiês do projeto e ajuda na manutenção do projeto.
Outra proposta? Entre em contato@p-o-e-s-i-a.org.
1000 REAIS OU MAIS - EU QUERO QUE A MINHA EMPRESA SEJA APOIADORA DESSE PROJETO! 
Apoiadores institucionais podem receber contrapartidas específicas. Antes de realizar sua doação entre em contato@p-o-e-s-i-a.org.

ATENÇÃO: preencha corretamente seus dados no portal Benfeitoria para efetivarmos o envio e contato com você.


[DA DISTRIBUIÇÃO DE RECURSOS]

Os recursos são liberados ao projeto pela Benfeitoria no mês seguinte à arrecadação na Benfeitoria, ou seja, trinta dias após sua doação ser efetivada.

 

Até que possamos atingir a primeira meta, os valores doados são empregados na seguinte ordem: pagamento de taxas obrigatórias; manutenção do site e redes do projeto; produção de ações e contrapartidas com uso racional de recursos.

SENDO ATINGIDA A META 1: 

15% para taxas da Benfeitoria/WireCard/Cartão.

20% para produção das recompensas e contrapartidas do projeto.

45% para outras ações, incluindo bolsas de auxílio e/ou criação.

20% para custos administrativos e manutenção.

Acreditando na capacidade de colaboração mútua, o projeto busca oferecer uma imagem do que pode ser feito e que, ao vislumbrar a potência do trabalho dedicado, mais pessoas possam se unir à construção já existente, fortalecendo-a e multiplicando-a. 

O projeto p-o-e-s-i-a decidiu realizar, na medida do possível, todas as ações previstas mesmo sem captar todos os recursos necessários, incluindo a publicação de três dossiês de poesia brasileira (impresso e digital), bem como a seleção e concessão de auxílios a 20 poetas - em caráter de experiência e urgência.


[PERGUNTAS FREQUENTES]

Como entrar em contato com o projeto?

Envie um e-mail para: contato@p-o-e-s-i-a.org. Algum voluntário responderá quanto antes possível. 

Após realizar minha doação, quando receberei meus exemplares?

Os recursos são liberados ao projeto pela Benfeitoria no mês seguinte à arrecadação, ou seja, trinta dias após sua doação ser efetivada. Isso significa que apenas depois que receberemos o valor enviaremos as publicações. Até lá você pode ler todos os dossiês em versão digital, gratuitamente pelo portal: https://www.p-o-e-s-i-a.org/dossies/.

 

Caso faça questão de receber o dossiê imediatamente entre em contato com o projeto por e-mail: contato@p-o-e-s-i-a.org. Caso o envio seja realizado por SEDEX outros valores serão adicionados dependendo da localidade.

Moro no exterior e gostaria de receber os dossiês, é possível?

Sim, é possível. Mas o valor do frete muda, então entre em contato@p-o-e-s-i-a.org. Alguns países podem não aceitar postagens do Brasil devido à pandemia.

Posso acessar a versão virtual de algum dossiê em PDF?

Não apenas pelo portal https://www.p-o-e-s-i-a.org/dossies/.



 

 

 

[POETAS SELECIONADOS]

Em 29/12/2020 20:13

O projeto p-o-e-s-i-a dá as boas-vindas aos poetas selecionados:

AMANDA LEAL

Amanda Leal é artista híbrida: poeta, atriz, performer, e produtora. Nasceu e vive em Curitiba, onde graduou-se em Tecnologia em Produção Cênica pela UFPR. Vê na palavra uma forma de fisicalidade poética que nasce do corpo e da voz, a partir de pulsões sensoriais e cognitivas. Escreve poesias desde os 11 anos, quando nem se imaginava artista, mas já percebia o poder transformador da arte. Com 12 anos de carreira nos palcos, transitando entre o teatro, a dança, o audiovisual, a performance e as artes visuais, trabalhou com diversas companhias como Cena 11 Grupo de Dança, Cia Regina Vogue e Camerata Antiqua de Curitiba. Residente artística e produtora do espaço cultural independente Ap da 13 desde 2016, atualmente pesquisa as relações entre corpo-palavra-presença e seus desdobramentos em suportes como a poesia visual, pintura, colagem, videoarte e performance.

ANANÁS

Cria do Slam do Capim Xeroso e das cultura de periferia, dentro da literatura e do audiovisual negro. saboreia palavras pelo paladar ácido e doce, como o de um Abacaxi. É iluminadora pela MT Escola de Teatro e graduanda do curso de Rádio e Tv, pela Universidade Federal de Mato Grosso. É também editora na Revista Ruído Manifesto, e desenvolve a sessão Afrocine no Coletivo Audiovisual Negro Quariterê, na função de mediação e curadoria.

DIVINO DAMASCENO

Nascido na cidade de Goiás, Estado de Goiás. Vítima de paralisia na gestação, o que o impossibilitou de andar. Cursou o Ensino fundamental presencial (1967-1973) e o Ginasial (Ensino Médio) a distância pelo IUB – Instituto Universal Brasileiro. Prestou vestibular para Medicina e História pela Universidade Federal de Goiás. Desistiu dos estudos para fazer o que mais gosta escrever poemas. Até o momento, escreveu mais de 33.000 (trinta e três mil) poemas, com mais de 40.000 (quarenta mil) páginas de poesia, escreve diariamente como se fosse uma necessidade biológica. Publicou três livros, “No fundo das horas”, “Sombras de outono” e “Baú de cinzas” (prêmio il Convívio, na Itália). Tem o livro inédito: “Outros versos mais”, ganhador do prêmio Hugo de Carvalho Ramos, a ser publicado. Foi acometido na infância de brontofobia (medo de temporais) agravante no seu vestibular, empecilho para seguir uma carreira de estudos.

FERNANDO BORMA

Fernando Borma é psicólogo, escritor e performer. Convive com os livros e a paixão pelas artes, desde a infância na casa dos avós, onde nasceu, em Ituiutaba, Minas Gerais. Graduado em Psicologia, atua na clínica individual, tendo como suporte teórico a psicanálise e a arteterapia.  Participou de diversos grupos de pesquisa na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), onde estudou questões de corpo, gênero, sexualidade e educação. Realizou pesquisas teórico-práticas com a urbanidade, tendo as concepções filosóficas de Gilles Deleuze e de Félix Guattari, bem como as estratégias ligadas às Artes do Corpo e Visuais e a Literatura. Entre 2009 e 2014, criou e administrou o Blog "amandopalavras", no qual publicou poemas e artigos relacionados a literatura, à psicologia e às artes em geral. Em 2015, publicou pela Assis Editora de Uberlândia/MG, o livro de poemas "Amando Palavras". Desde então, participa em diversos eventos artísticos com apresentação de performances e leituras de textos próprios e de outros autores, dentre os quais se destacam: "FliAraxá - Feira Literária de Araxá", "Virada Cultural de Uberlândia" e "Noite literária", evento mensal na cidade de Uberlândia que reúne diversos artistas da região. Atualmente, apresenta-se por meio de vídeos nas redes sociais e trabalha no seu próximo livro: "301 - poemas de apartamento".

IARA ROCCHA

Iara Roccha - Atriz, diretora teatral, em 2002, criou e dirige a Cia Teatral Língua de Trapo - Ponto de Cultura, poeta e diretora de produção, membro da Academia Brasileira de Poesia - Casa Raúl de Leoni Petrópolis – RJ desde 2014, tendo como patrono o poeta Dante Milano ocupando a Cadeira 42. Tabladiana de formação (Escola de Teatro Tablado, RJ), já dirigiu diversas leituras DRAMATIZADAS e espetáculos infanto juvenil e adulto. Tem ainda um extenso trabalho como Diretora de Produção, tendo produzido diversos espetáculos teatrais e eventos culturais. Em novembro de 2019 se apresenta no Museo de las Mujeres no evento cultural anual intitulado "La Noche de los Museos", com um Sarau de seu livro À margem, poesia!  e homenagem a grandes Poetas brasileiras,realizado pela Agencia Córdoba de Cultura /Argentina Em 2020 participa de uma residência artística de pesquisa em linguagens na UNC – Universidade Nacional de Córdoba apresentando o texto infanto-juvenil de sua autoría   "A historia da menina que fugiu com o Circo" em intercambio com a comunidade Culltural - Las Murgas Los Infernales). Em agosto desse mesmo ano foi selecionada pelo edital Cultura Presente nas Redes /RJ com o projeto A Hora da Estrela nas redes, uma homenagem aos 100 anos de Clarice Lispector já disponível para acesso no canal  YouTube da atriz.


ASSISTA AO VIDEO DE AGRADECIMENTO DESTES POETAS:

https://www.youtube.com/watch?v=OtSByrkWzMI


O projeto p-o-e-s-i-a atua de modo independente e sua existência só é possível graças a trabalho voluntário. A manutenção e a viabilidade de todas as ações dependem diretamente de doações para a campanha de financiamento coletivo. 

Mesmo sem atingir a Meta 1, o projeto p-o-e-s-i-a deu início a todas as frentes de ação, registra-se, em caráter de experiência e urgência. Este ato foi efetivado graças ao trabalho de voluntários, como a Comissão de Seleção.

 O projeto decidiu realizar todas as ações previstas mesmo sem captar os recursos necessários na expectativa de que, com suas realizações, mais apoiadores se unissem ao projeto, viabilizando a manutenção das iniciativas existentes.

A Comissão de Seleção, plural e representativa, constituída por Claudio Willer, Dandara Tonantzin, Djamila Ribeiro, Duda Salabert, Marcia Wayna Kambeba e Tiago Hakiy, selecionou 20 poetas em vulnerabilidade social.

Quando o projeto realizou a atitude generosa de concessão de bolsas, a arrecadação da campanha alcançava quase metade da primeira meta. Infelizmente, desde o pagamento das primeiras bolsas, o projeto não recebeu novos aportes para alcançar as metas perseguidas, ao contrário, durante o primeiro mês de experiência de concessão do auxílio, houve queda significativa na arrecadação. 

Diante da falta de recursos, e não tendo sido atingida a primeira meta, o Conselho e a Comissão de Seleção foram consultados e decidiu-se pela alternância de bolsistas e manutenção das bolsas, visando estender o benefício a todos os 20 selecionados, e não apenas aos bolsistas iniciais. A alternância tem por objetivo garantir que todos os poetas selecionados recebam ao menos um auxílio, oferecendo igualdade de condições.

Seja um colaborador e ajude a atingir a primeira meta da campanha!

Contribua na Benfeitoria: https://benfeitoria.com/poesia


[POETAS SELECIONADOS]

Em 23/12/2020 16:57

O projeto p-o-e-s-i-a dá as boas-vindas aos poetas selecionados:

IAN WAPICHANA, nasceu em Boa Vista - Roraima e viveu até os 9 anos por lá. Ainda aos 9, se mudou, juntamente com sua família para a capital do país, Brasília. Ian herdou um berço cultural de artistas, compositores, escritores e poetas. Sempre foi apaixonado pela escrita, pela possibilidade de flutuar e mergulhar no intrínseco e absorver todas as culturas vivas nesse país. Ian é produtor audiovisual, músico, compositor e influenciador digital. Ian participa do dossiê Poesia Indígena Hoje, uma ação do projeto p-o-e-s-i-a.org que reúne 27 poetas indígenas contemporâneos.

JAMILE SANTANA, Santo Amaro/BA. Poeta, compositora, professora de literatura no programa Universidade Para Todos no Quilombo São Brás, cicloativista anti segregacionista, pesquisadora e impulsionadora da mobilidade ativa sustentável na luta pelo direito a cidades e ao bem viver do povo, e assim é co-criadora da Rede de Mobilização Coletiva Afro Ciclo, um projeto de base comunitária sociopolítica ativa na região do Recôncavo. E atualmente está escritora na coluna AfroCiclos-UOL, ampliando vozes e narrativas de outras modalidades possíveis.

JEAN ALBUQUERQUE, é jornalista e escritor de Maceió, AL. Publicou os livros: Meu peito é um caminhão de mudança abarrotado com todas as lembranças que você deixou (Selo Oxenti Records, 2016) e Os deuses estão embriagados de uísque falsificado (Selo Sirva-se Edições Alternativas, 2017). Organizou a coletânea de contos Inferno tropical (Selo Sirva-se Edições Alternativas, 2018). Participou da Antologia de poesias pornô Simultâneos Pulsando: uma antologia fescenina da poesia brasileira contemporânea (Corsário Satã, 2018). Editor do site: O que os Olhos Não Veem. Estudante de Letras - Português, da Universidade Federal de Alagoas, Ufal.

NAYARA LEMOS, natural de Porto Alegre RS. Bolsista de Iniciação Científica na Escola de Humanidades da PUCRS (2019), fazendo apoio técnico, organizando o acervo literário e correspondências do autor Cyro Martins no Delfos, orientada por Luiz Antonio de Assis Brasil. Membro do Reservatório Poético da PUCRS desde 2019. Produtora de eventos, organiza desde 2015 o evento chamado O Café Poético, onde convida artistas para participar e interagir com o público construindo atividades literárias e o evento atua até em tempos atuais virtualmente. Trabalhou como redatora da revista Programa em 2015. Possui relatos sobre os tempos de coronavírus no Blog Diário da Pandemia da Autora Julia Dantas (2020), Publicação de poesia na Antologia III de Escrita Criativa da PUCRS (2019).

TAUÃ VALLE PINHEIRO, é poeta, cantor e compositor de Pernambuco. Iniciou sua trajetória artística através da literatura quando, em 2013, lançou BALDIO, livro produzido pelas Edições Serpentinas e selecionado no Prêmio UFES de Literatura. Logo após, iniciou sua pesquisa literomusical, transformando poemas em canções e participando, em 2014, do Festival Internacional Red Bull Sounderground, no Rio de Janeiro. De 2015 a 2017 foi produtor e colaborador da Casa do Cachorro Preto, em Olinda, produzindo mais de 200 eventos de cunhos artísticos múltiplos. Em 2018 lançou seu primeiro álbum solo, intitulado "Ã", com participações de Martins e Joana Knobbe. Em 2020 se prepara para lançar um novo single, Luzia, trazendo a série de atravessamentos históricos que envolvem esta jovem, até virar cinzas no Museu Nacional. Luzia tem produção musical de Thomas Harres, baterista e percussionista que toca atualmente com Gal Costa e Céu, além de ter produzido o último álbum do Jards Macalé, junto com Kiko Dinucci.


ASSISTA AO VIDEO DE AGRADECIMENTO DESTES POETAS:

https://www.youtube.com/watch?v=t8qpOqjPMo4


O projeto p-o-e-s-i-a atua de modo independente e sua existência só é possível graças a trabalho voluntário. A manutenção e a viabilidade de todas as ações dependem diretamente de doações para a campanha de financiamento coletivo. 

Mesmo sem atingir a Meta 1, o projeto p-o-e-s-i-a deu início a todas as frentes de ação, registra-se, em caráter de experiência e urgência. Este ato foi efetivado graças ao trabalho de voluntários, como a Comissão de Seleção.

 O projeto decidiu realizar todas as ações previstas mesmo sem captar os recursos necessários na expectativa de que, com suas realizações, mais apoiadores se unissem ao projeto, viabilizando a manutenção das iniciativas existentes.

A Comissão de Seleção, plural e representativa, constituída por Claudio Willer, Dandara Tonantzin, Djamila Ribeiro, Duda Salabert, Marcia Wayna Kambeba e Tiago Hakiy, selecionou 20 poetas em vulnerabilidade social.

Quando o projeto realizou a atitude generosa de concessão de bolsas, a arrecadação da campanha alcançava quase metade da primeira meta. Infelizmente, desde o pagamento das primeiras bolsas, o projeto não recebeu novos aportes para alcançar as metas perseguidas, ao contrário, durante o primeiro mês de experiência de concessão do auxílio, houve queda significativa na arrecadação. 

Diante da falta de recursos, e não tendo sido atingida a primeira meta, o Conselho e a Comissão de Seleção foram consultados e decidiu-se pela alternância de bolsistas e manutenção das bolsas, visando estender o benefício a todos os 20 selecionados, e não apenas aos bolsistas iniciais. A alternância tem por objetivo garantir que todos os poetas selecionados recebam ao menos um auxílio, oferecendo igualdade de condições.

Seja um colaborador e ajude a atingir a primeira meta da campanha!

Contribua na Benfeitoria: https://benfeitoria.com/poesia


[POETAS SELECIONADAS]

Em 05/11/2020 15:40

O projeto p-o-e-s-i-a dá as boas-vindas às novas bolsistas.

AILA OLIVEIRA à deriva entre artes, tem em riste missões coletivas de compartilhamento. Atua, produz, roteiriza, pesquisa, cria, co-cria e escreve. 22 anos, graduanda em Letras Vernáculas e Inglês na UFBA — onde alinha sua paixão pela linguística ao confronto causado pela literatura — e cria do Cabula, Salvador, Bahia. Formada em Produção Cultural pelo Teatro Escola Jorge Amado, também em Produção Audiovisual pela Associação Pracatum Ação Social (APAS). 

ANA FATIMA, oriunda de Salvador-Bahia. Ativista do Movimento Negro, filha do Ilê Axé Iboro Odé, professora da rede municipal de educação. É licenciada em Letras Vernáculas e mestra e doutoranda em Crítica Cultural (Letras/UNEB). Tem poemas publicados no site da Fundação Palmares (2010); Projeto Escritoras da Bahia (2015), na Revista Entrelinhas (2015) e Projeto Pé de Poesia (Salvador, 2016). Poemas e contos pela Antologia Cadernos Negros (Quilombo hoje: 2014 a 2019). Em 2017 organizou uma antologia poética “Outras Carolinas: Mulherio da Bahia” com as autoras Anajara Tavares e Lia Sena. Em 2018, publicou seu primeiro livro infantil: As tranças de minha mãe (Ed. Uirapuru); 2019, Makeba vai à escola (Ed. Cogito); 2020, Tunde e as aves misteriosas (Ed. Ereginga Educação) e a coletânea de poemas autorais Já fui água um dia (2019, Ed. Penalux). 

ATENA BEAUVOIR, natural de Porto Alegre, é escritora com quatro obras publicadas. Poeta Slammer campeã do Slam RS 2019. É uma das organizadoras do Slam do Gozo na capital gaúcha. Educadora social, em 2016, recebeu Menção Honrosa pela atuação em defesa e promoção da dignidade humana. É colaboradora da Rede Trans Brasil e Red Latinoamericana y del Caribe de Personas Trans. E consultora da Transgender Europe. Idealizadora da Nemesis Editora para publicação de literatura invisível e transantropológica na área de filosofia existencialista. 

ZELIA BALBINA PUNAN PURI é produtora cultural, pesquisadora, poeta e escritora. Atriz formada pela Escola de Teatro Martins Penna, técnica em cinema registrada. Embaixadora da Paz pelo Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix - Suisse/France, membro da Associação Internacional de Poetas, membro do InBrasCI (Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais). Acadêmica da APALA (Academia Pan-americana de Letras e Artes). Membro ativo na Ressurgência da etnia Puri, Auditora Tecnóloga Fiscal e Tributária (formada pela Universidade Gama Filho).


ASSISTA AO VIDEO DE AGRADECIMENTO DAS POETAS SELECIONADAS:

https://www.youtube.com/watch?v=M2It9b6ZMrE&feature=youtu.be


[ROTATIVIDADE]

O projeto p-o-e-s-i-a atua de modo independente e sua existência só é possível graças a trabalho voluntário. A manutenção e a viabilidade de todas as ações dependem diretamente de doações para a campanha de financiamento coletivo. 

Mesmo sem atingir a Meta 1, o projeto p-o-e-s-i-a deu início a todas as frentes de ação, registra-se, em caráter de experiência e urgência. Este ato foi efetivado graças ao trabalho de voluntários, como a Comissão de Seleção, em gesto de extrema boa vontade, visando ajudar pessoas o mais rápido possível. O projeto decidiu realizar todas as ações previstas mesmo sem captar os recursos necessários na expectativa de que, com suas realizações, mais apoiadores se unissem ao projeto, viabilizando a manutenção das iniciativas existentes.

A Comissão de Seleção, plural e representativa, constituída por Claudio Willer, Dandara Tonantzin, Djamila Ribeiro, Duda Salabert, Marcia Wayna Kambeba e Tiago Hakiy, selecionou 20 poetas.

Quando o projeto realizou a atitude generosa de concessão de bolsas, a arrecadação da campanha alcançava quase metade da primeira meta. Infelizmente, desde o pagamento das primeiras bolsas, o projeto não recebeu novos aportes para alcançar as metas perseguidas, ao contrário, durante o primeiro mês de experiência de concessão do auxílio, houve queda significativa na arrecadação. 

Diante da falta de recursos, e não tendo sido atingida a primeira meta, o Conselho e a Comissão de Seleção foram consultados e decidiu-se pela alternância de bolsistas e manutenção das bolsas, visando estender o benefício a todos os 20 selecionados, e não apenas aos bolsistas iniciais. A alternância tem por objetivo garantir que todos os poetas selecionados recebam ao menos um auxílio, oferecendo igualdade de condições.

Até agora, o projeto já ofereceu auxílios a 9 poetas em vulnerabilidade, sendo estes:

Aila Oliveira

Ana Fátima 

Andrezza Xavier

Atena Beauvoir

Auritha Tabajara

Herbert Emanuel

Juliana Ben Brizola

Tom Grito

Zélia Balbina Ponan Puri

Além destes, o projeto p-o-e-s-i-a ajudou financeiramente e com a compra de alimentos dois de seus Concelheiros, sendo estes, Cláudio Willer e Olga Savary (dias antes de seu falecimento).

Entre os poetas selecionados que ainda não receberam bolsa encontram-se poetas em situação de maior vulnerabilidade do que os já beneficiados, alguns com doenças graves, a corroborar, portanto, com o acerto da medida de alternância. As bolsas do projeto estão ativas, havendo apenas a rotatividade momentânea de bolsistas, no intuito de ajudar o maior número de pessoas, dando oportunidade a quem ainda não recebeu nenhum apoio. 

A alternância de bolsistas foi decisão democrática da Comissão de Seleção e do Conselho do projeto p-o-e-s-i-a. Como consta na Chamada, as decisões da Comissão são soberanas e a elas não cabe recurso. Portanto, a rotatividade de bolsistas será mantida, procurando beneficiar o maior número de pessoas dentre os 20 selecionados, até o projeto atingir a Meta 1.

Seja um colaborador e ajude a atingir a primeira meta da campanha!

Contribua na Benfeitoria: https://benfeitoria.com/poesia


[NATUREZA DO PROJETO P-O-E-S-I-A]

Em 23/10/2020 19:11

p-o-e-s-i-a é um projeto colaborativo de poetas, leitores, professores e apoiadores da cultura, com a proposta de criação de uma rede de ação continuada para o fortalecimento da poesia brasileira.

 O projeto atua de modo independente e sua existência depende prioritariamente de trabalho voluntário. Este projeto não é uma instituição privada, não é uma ONG, não é órgão estatal, nem tem nenhum vínculo com dotação orçamentária pública ou privada. 

A manutenção do projeto e a viabilidade de todas as suas ações dependem diretamente a do valor arrecadado na campanha de financiamento coletivo hospedada no site da Benfeitoria https://benfeitoria.com/poesia

Os membros deste projeto e demais colaboradores, desde sua diretoria, conselho, comissão de seleção, voluntários e apoiadores, são poetas, artistas, professores, estudantes e integrantes da cultura que, em sua ampla maioria, enfrentam todos os problemas financeiros e emocionais causados pela pandemia, além das desigualdades estruturais presentes no país. 

A campanha de financiamento coletivo criada pelo projeto visa gerar recursos para diversas ações integradas, sendo elas:

Elaboração da identidade visual; criação das redes do projeto; criação e gerenciamento da campanha de financiamento coletivo; lançamento da campanha para o público, ações de divulgação; edições de vídeos; assessoria de impressa; divulgação de membros do conselho; criação de chamada emergencial para poetas; seleção e concessão de bolsas de auxílio para poetas em vulnerabilidade; edição e lançamento de revista digital e impressa; manutenção do projeto e das redes sociais; criação de iniciativas digitais e portal na internet.

Com apenas um terço dos recursos necessários arrecadados, e graças à dedicação generosa de voluntárias e da direção que trabalha há mais de 7 meses sem remuneração, o projeto p-o-e-s-i-a conseguiu dar início a todas as frentes de ação: 

Portal Digital:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/

Mapa da Poesia:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/mapa-da-poesia/

Redes do projeto com Identidade Visual criada:

https://www.instagram.com/p_o_e_s_i_a_.o_r_g/

https://www.facebook.com/poesia.org/

Dossiê Poesia Indígena Hoje:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/dossie1/

Seleção de bolsistas:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/bolsas/

20 selecionados, 5 beneficiados inicialmente, outros 7 da lista de espera em vias de recebimento do auxílio.

Matéria de capa do caderno de cultura do jornal O Estado de S. Paulo:

https://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,escritoras-indigenas-refletem-sobre-literatura-e-lugar-de-fala,70003409190?fbclid=IwAR1a1dVBzyh4ChhFz-cb_YD-6Ps_4Pk6B_PVKHLTrCLE_l3krE8AY-yh3z4

Apoio da Unicamp

A Universidade Estadual de Campinas, em parceira com o projeto p-o-e-s-i-a, viabilizou a impressão de 1.000 exemplares impressos da publicação e o envio para colaboradores do projeto e para pesquisadores do Brasil e do Exterior. Este apoio se deu graças ao generoso reitor da Universidade, em um empenho pessoal de Beatriz Azevedo, em diálogo com Marcelo Knobel.

Newsletters

Estão sendo enviados informativos digitais sobre as ações do projeto para mais de 1.000 pessoas inscritas no portal do projeto.


Portal http://www.p-o-e-s-i-a.org/

Em 02/09/2020 12:02

ESTÁ NO AR O PORTAL http://www.p-o-e-s-i-a.org/


NOTÍCIAS SOBRE A SELEÇÃO

Em 14/07/2020 13:32

Devido a grande quantidade e qualidade das inscrições recebidas, houve uma demanda maior de tempo para a avaliação das mesmas.

A comissão de seleção está trabalhando vividamente para que possamos divulgar os nomes das pessoas selecionadas quanto antes.

Em breve teremos a imensa alegria contemplar com uma bolsa mensal, durante seis meses, poetas que estão em situação de vulnerabilidade social.

Seguimos pelo fortalecimento da poesia brasileira!


BOA NOVAS - DIVULGAÇÂO

Em 21/06/2020 18:18

Mídia NINJA está apoiando a divulgação do P_o_e_s_i_a_ !

Na coluna de Beatriz Azevedo desta semana vocês podem saber mais sobre o projeto.

https://midianinja.org/…/projeto-p-o-e-s-i-a-org-vai-conce…/


CHAMADA BOLSAS PARA POETAS

Em 17/06/2020 19:39

P-O-E-S-I-A.ORG é um projeto colaborativo de apoiadores da cultura para o fortalecimento da poesia brasileira. Estamos construindo uma rede de apoio que visa conceder bolsas a poetas em situação de vulnerabilidade econômica.

Ainda não atingimos a primeira meta. No entanto, não queremos adiar o início da concessão das bolsas, por isso estamos abrindo o processo de seleção de bolsistas. Neste momento, cinco (5) poetas receberão a bolsa mensalmente. Serão selecionadas/dos dez (10) poetas, e outros (5) poetas ficarão na lista de espera. Assim que a primeira meta for alcançada, serão oferecidas novas bolsas.

A viabilidade das bolsas depende diretamente do valor arrecadado no financiamento coletivo. Colabore e incentive outras pessoas a contribuírem pelo site:

https://benfeitoria.com/poesia

QUEM PODE PARTICIPAR?

poetas do brasil;
há no mínimo 3 anos;
em vulnerabilidade econômica/social;
18 anos ou mais;
com conta em banco;
que possam emitir recibo/nota fiscal;

LINK DE INSCRIÇÃO:

https://forms.gle/Dh4dstbsou9hg2io8

 

SIGA AS REDES OFICIAIS DO PROJETO:

http://www.instagram.com/p_o_e_s_i_a_.o_r_g/

http://www.facebook.com/poesia.org/

 

 

 

 


 

 

[PROJETO P-O-E-S-I-A.ORG]

 

 

P-O-E-S-I-A é um projeto colaborativo e independente com a proposta de criação de uma rede de ação continuada para o fortalecimento da poesia brasileira.

A manutenção do projeto e a viabilidade de todas as suas ações dependem diretamente do valor arrecadado na campanha de financiamento coletivo hospedada no site da Benfeitoria https://benfeitoria.com/poesia.

 

Os membros e colaboradores deste projeto são, em sua ampla maioria, poetas, artistas, professores, estudantes e integrantes da cultura que - mesmo com todos os problemas financeiros e emocionais causados pela pandemia - decidiram adotar uma atitude construtiva e colaborativa diante do presente.

Incluindo representantes das cinco regiões do país, entre os conselheiros do projeto p-o-e-s-i-a.org estão nomes relevantes da cultura brasileira como: Alice Ruiz, Armando Freitas Filho, Carlos Vogt, Chico Buarque de Holanda, Claudio Willer, Conceição Evaristo, Eliane Potiguara, Eliane Robert de Moraes, Francisco Alvim, Heloísa Buarque de Hollanda, José Carlos Capinan, Josely Vianna Baptista, Leonardo Fróes, Ledusha Spinardi, Lu Menezes, Nicolas Behr, Olga Savary (in memorian), Ricardo Aleixo, Silviano Santiago e Waldo Motta. 


 

[REALIZAÇÕES]

PORTAL DIGITAL:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/

MAPA DA POESIA/NEWSLETTER:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/mapa-da-poesia/

REDES E IDENTIDADE VISUAL:

https://www.instagram.com/p_o_e_s_i_a_.o_r_g

SELEÇÃO DE POETAS E CONCESSÃO DE AUXÍLIOS: 

http://www.p-o-e-s-i-a.org/bolsas/

ASSESSORIA DE IMPRENSA:

https://www.p-o-e-s-i-a.org/imprensa/

APOIO INSTITUCIONAL:

Universidade Estadual de Campinas

 

 

[PUBLICAÇÕES]

Com o apoio institucional da UNICAMP, o projeto já publicou 3 dossiês de poesia contemporânea, cada um com editor(a) convidado(a) especialmente, além de homenagear poetas que contribuíram significativamente para o campo da literatura brasileira nas últimas décadas. Os livros impressos são enviados como contrapartida aos contribuintes da campanha de financiamento coletivo e excepcionalmente podem ser adquiridos individualmente através do e-mail contato@p-o-e-s-i-a.org 

 

O acesso aos dossiês P-O-E-S-I-A é gratuito pelo portal digital http://www.p-o-e-s-i-a.org/

[POESIA HOJE: NEGRA]

POESIA HOJE: NEGRA, foi lançado dia 21 de março em comemoração ao Dia Mundial da Poesia e ao Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial.

Editado pelo poeta RICARDO ALEIXO, os homenageados da publicação foram CONCEIÇÃO EVARISTO e WALDO MOTTA.

Entre os autores da publicação, que reuniu 26 poetas de todas as regiões do Brasil, estão nomes como Alex Simões, Bianca Gonçalves, Cristiane Sobral, Deisiane Barbosa, Eliane Marques, Fabiana Cozza, Richard Serraria e Stephanie Borges.

[POESIA INDÍGENA HOJE]

POESIA INDÍGENA HOJE, primeiro dossiê P-O-E-S-I-A, reúne um amplo olhar sobre a poesia indígena, com autores que escrevem em português, expressando sua cultura e o choque com a sociedade brasileira. Com a edição de JULIE DORRICO, o dossiê apresenta 27 poetas indígenas contemporâneos das mais diversas etnias, entre eles Ailton Krenak, Daniel Munduruku, Jaider Esbell, Kaká Wera, Márcia Mura e tem como homenageada a poeta ELIANE POTIGUARA.

 

 

Contribua com valores a partir de R$ 75,00 e receba a publicação impressa em casa.

Quando colaborar não se esqueça de inserir seu endereço completo e e-mail para contato.

Ajude a viabilizar o projeto e o fortalecimento da poesia brasileira!


[POR QUE CONTRIBUIR?]

 

Neste momento de pandemia mundial, com o agravamento de todas as consequências sociais e econômicas da Covid-19, o setor cultural tem sido bastante impactado. Dada a falta de políticas públicas e incentivos institucionais é fundamental criar iniciativas que promovam o fortalecimento e difusão da poesia brasileira. De todos os gêneros literários a poesia oferece menos retorno comercial e, por consequência, há menos investimentos nessa área. A constituição de amparo a poetas e incentivo à leitura são essenciais, e isto vai além do momento extremo que vivemos.

Nesse sentido o projeto P-O-E-S-I-A tem como objetivo a criação de diversas iniciativas para o fortalecimento da poesia brasileira a curto, médio e longo prazo, como publicações impressas e digitais, iniciativas digitais, projetos de preservação, memória e articulação junto a instituições para o fomento de ações voltadas à poesia.


 

[COMO PARTICIPAR?]

Existem diversas formas de participar do projeto p-o-e-s-i-a.org, e toda ajuda é bem-vinda!
#COLABORE na campanha de financiamento com valor financeiro mensal.
#DIVULGUE as ações e a campanha de financiamento do projeto.

#APOIE com recursos e contrapartidas específicos.


[COMO POSSO COLABORAR?] 

Toda colaboração é bem-vinda!

O p-o-e-s-i-a oferece como contrapartida a todos os colaboradores acesso aos dossiês digitais e agradecimento nas publicações digitais e impressas. Fortalecer a poesia brasileira, contribuir com a cultura, investir na vida e produção de poetas, é sem dúvida a maior recompensa. 

 

20 REAIS - QUERO AJUDAR NA MANUTENÇÃO DO PROJETO!
Colabore para manutenção das redes e do portal www.p-o-e-s-i-a.org.
60 REAIS - QUERO AJUDAR NA MANUTENÇÃO DO PROJETO!
Colabore para manutenção das redes e do portal: www.p-o-e-s-i-a.org,
(no segundo mês de colaboração você receberá um dossiê impresso).

75 REAIS - QUERO AJUDAR E RECEBER UM DOSSIÊ IMPRESSO!
Especifique qual exemplar pelo e-mail contato@p-o-e-s-i-a.org,
(valor do frete em território nacional já incluso).

120 REAIS - QUERO AJUDAR E RECEBER DOIS DOSSIÊS IMPRESSOS!
Especifique quais exemplares pelo e-mail contato@p-o-e-s-i-a.org,
(valor do frete em território nacional já incluso). 

380 reais - QUERO AJUDAR E SER UM COLABORADOR ATIVO!
Com essa doação você receberá 3 exemplares de cada um dos três dossiês do projeto, e ainda ajuda na manutenção do projeto.
500 REAIS - EU AMEI O PROJETO E QUERO QUE ELE SE EXPANDA! 
Com essa doação você recebe cinco exemplares de cada um dos três dossiês do projeto e ajuda na manutenção do projeto.
Outra proposta? Entre em contato@p-o-e-s-i-a.org.
1000 REAIS OU MAIS - EU QUERO QUE A MINHA EMPRESA SEJA APOIADORA DESSE PROJETO! 
Apoiadores institucionais podem receber contrapartidas específicas. Antes de realizar sua doação entre em contato@p-o-e-s-i-a.org.

ATENÇÃO: preencha corretamente seus dados no portal Benfeitoria para efetivarmos o envio e contato com você.


[DA DISTRIBUIÇÃO DE RECURSOS]

Os recursos são liberados ao projeto pela Benfeitoria no mês seguinte à arrecadação na Benfeitoria, ou seja, trinta dias após sua doação ser efetivada.

 

Até que possamos atingir a primeira meta, os valores doados são empregados na seguinte ordem: pagamento de taxas obrigatórias; manutenção do site e redes do projeto; produção de ações e contrapartidas com uso racional de recursos.

SENDO ATINGIDA A META 1: 

15% para taxas da Benfeitoria/WireCard/Cartão.

20% para produção das recompensas e contrapartidas do projeto.

45% para outras ações, incluindo bolsas de auxílio e/ou criação.

20% para custos administrativos e manutenção.

Acreditando na capacidade de colaboração mútua, o projeto busca oferecer uma imagem do que pode ser feito e que, ao vislumbrar a potência do trabalho dedicado, mais pessoas possam se unir à construção já existente, fortalecendo-a e multiplicando-a. 

O projeto p-o-e-s-i-a decidiu realizar, na medida do possível, todas as ações previstas mesmo sem captar todos os recursos necessários, incluindo a publicação de três dossiês de poesia brasileira (impresso e digital), bem como a seleção e concessão de auxílios a 20 poetas - em caráter de experiência e urgência.


[PERGUNTAS FREQUENTES]

Como entrar em contato com o projeto?

Envie um e-mail para: contato@p-o-e-s-i-a.org. Algum voluntário responderá quanto antes possível. 

Após realizar minha doação, quando receberei meus exemplares?

Os recursos são liberados ao projeto pela Benfeitoria no mês seguinte à arrecadação, ou seja, trinta dias após sua doação ser efetivada. Isso significa que apenas depois que receberemos o valor enviaremos as publicações. Até lá você pode ler todos os dossiês em versão digital, gratuitamente pelo portal: https://www.p-o-e-s-i-a.org/dossies/.

 

Caso faça questão de receber o dossiê imediatamente entre em contato com o projeto por e-mail: contato@p-o-e-s-i-a.org. Caso o envio seja realizado por SEDEX outros valores serão adicionados dependendo da localidade.

Moro no exterior e gostaria de receber os dossiês, é possível?

Sim, é possível. Mas o valor do frete muda, então entre em contato@p-o-e-s-i-a.org. Alguns países podem não aceitar postagens do Brasil devido à pandemia.

Posso acessar a versão virtual de algum dossiê em PDF?

Não apenas pelo portal https://www.p-o-e-s-i-a.org/dossies/.



 

 

 

[POETAS SELECIONADOS]

Em 29/12/2020 20:13

O projeto p-o-e-s-i-a dá as boas-vindas aos poetas selecionados:

AMANDA LEAL

Amanda Leal é artista híbrida: poeta, atriz, performer, e produtora. Nasceu e vive em Curitiba, onde graduou-se em Tecnologia em Produção Cênica pela UFPR. Vê na palavra uma forma de fisicalidade poética que nasce do corpo e da voz, a partir de pulsões sensoriais e cognitivas. Escreve poesias desde os 11 anos, quando nem se imaginava artista, mas já percebia o poder transformador da arte. Com 12 anos de carreira nos palcos, transitando entre o teatro, a dança, o audiovisual, a performance e as artes visuais, trabalhou com diversas companhias como Cena 11 Grupo de Dança, Cia Regina Vogue e Camerata Antiqua de Curitiba. Residente artística e produtora do espaço cultural independente Ap da 13 desde 2016, atualmente pesquisa as relações entre corpo-palavra-presença e seus desdobramentos em suportes como a poesia visual, pintura, colagem, videoarte e performance.

ANANÁS

Cria do Slam do Capim Xeroso e das cultura de periferia, dentro da literatura e do audiovisual negro. saboreia palavras pelo paladar ácido e doce, como o de um Abacaxi. É iluminadora pela MT Escola de Teatro e graduanda do curso de Rádio e Tv, pela Universidade Federal de Mato Grosso. É também editora na Revista Ruído Manifesto, e desenvolve a sessão Afrocine no Coletivo Audiovisual Negro Quariterê, na função de mediação e curadoria.

DIVINO DAMASCENO

Nascido na cidade de Goiás, Estado de Goiás. Vítima de paralisia na gestação, o que o impossibilitou de andar. Cursou o Ensino fundamental presencial (1967-1973) e o Ginasial (Ensino Médio) a distância pelo IUB – Instituto Universal Brasileiro. Prestou vestibular para Medicina e História pela Universidade Federal de Goiás. Desistiu dos estudos para fazer o que mais gosta escrever poemas. Até o momento, escreveu mais de 33.000 (trinta e três mil) poemas, com mais de 40.000 (quarenta mil) páginas de poesia, escreve diariamente como se fosse uma necessidade biológica. Publicou três livros, “No fundo das horas”, “Sombras de outono” e “Baú de cinzas” (prêmio il Convívio, na Itália). Tem o livro inédito: “Outros versos mais”, ganhador do prêmio Hugo de Carvalho Ramos, a ser publicado. Foi acometido na infância de brontofobia (medo de temporais) agravante no seu vestibular, empecilho para seguir uma carreira de estudos.

FERNANDO BORMA

Fernando Borma é psicólogo, escritor e performer. Convive com os livros e a paixão pelas artes, desde a infância na casa dos avós, onde nasceu, em Ituiutaba, Minas Gerais. Graduado em Psicologia, atua na clínica individual, tendo como suporte teórico a psicanálise e a arteterapia.  Participou de diversos grupos de pesquisa na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), onde estudou questões de corpo, gênero, sexualidade e educação. Realizou pesquisas teórico-práticas com a urbanidade, tendo as concepções filosóficas de Gilles Deleuze e de Félix Guattari, bem como as estratégias ligadas às Artes do Corpo e Visuais e a Literatura. Entre 2009 e 2014, criou e administrou o Blog "amandopalavras", no qual publicou poemas e artigos relacionados a literatura, à psicologia e às artes em geral. Em 2015, publicou pela Assis Editora de Uberlândia/MG, o livro de poemas "Amando Palavras". Desde então, participa em diversos eventos artísticos com apresentação de performances e leituras de textos próprios e de outros autores, dentre os quais se destacam: "FliAraxá - Feira Literária de Araxá", "Virada Cultural de Uberlândia" e "Noite literária", evento mensal na cidade de Uberlândia que reúne diversos artistas da região. Atualmente, apresenta-se por meio de vídeos nas redes sociais e trabalha no seu próximo livro: "301 - poemas de apartamento".

IARA ROCCHA

Iara Roccha - Atriz, diretora teatral, em 2002, criou e dirige a Cia Teatral Língua de Trapo - Ponto de Cultura, poeta e diretora de produção, membro da Academia Brasileira de Poesia - Casa Raúl de Leoni Petrópolis – RJ desde 2014, tendo como patrono o poeta Dante Milano ocupando a Cadeira 42. Tabladiana de formação (Escola de Teatro Tablado, RJ), já dirigiu diversas leituras DRAMATIZADAS e espetáculos infanto juvenil e adulto. Tem ainda um extenso trabalho como Diretora de Produção, tendo produzido diversos espetáculos teatrais e eventos culturais. Em novembro de 2019 se apresenta no Museo de las Mujeres no evento cultural anual intitulado "La Noche de los Museos", com um Sarau de seu livro À margem, poesia!  e homenagem a grandes Poetas brasileiras,realizado pela Agencia Córdoba de Cultura /Argentina Em 2020 participa de uma residência artística de pesquisa em linguagens na UNC – Universidade Nacional de Córdoba apresentando o texto infanto-juvenil de sua autoría   "A historia da menina que fugiu com o Circo" em intercambio com a comunidade Culltural - Las Murgas Los Infernales). Em agosto desse mesmo ano foi selecionada pelo edital Cultura Presente nas Redes /RJ com o projeto A Hora da Estrela nas redes, uma homenagem aos 100 anos de Clarice Lispector já disponível para acesso no canal  YouTube da atriz.


ASSISTA AO VIDEO DE AGRADECIMENTO DESTES POETAS:

https://www.youtube.com/watch?v=OtSByrkWzMI


O projeto p-o-e-s-i-a atua de modo independente e sua existência só é possível graças a trabalho voluntário. A manutenção e a viabilidade de todas as ações dependem diretamente de doações para a campanha de financiamento coletivo. 

Mesmo sem atingir a Meta 1, o projeto p-o-e-s-i-a deu início a todas as frentes de ação, registra-se, em caráter de experiência e urgência. Este ato foi efetivado graças ao trabalho de voluntários, como a Comissão de Seleção.

 O projeto decidiu realizar todas as ações previstas mesmo sem captar os recursos necessários na expectativa de que, com suas realizações, mais apoiadores se unissem ao projeto, viabilizando a manutenção das iniciativas existentes.

A Comissão de Seleção, plural e representativa, constituída por Claudio Willer, Dandara Tonantzin, Djamila Ribeiro, Duda Salabert, Marcia Wayna Kambeba e Tiago Hakiy, selecionou 20 poetas em vulnerabilidade social.

Quando o projeto realizou a atitude generosa de concessão de bolsas, a arrecadação da campanha alcançava quase metade da primeira meta. Infelizmente, desde o pagamento das primeiras bolsas, o projeto não recebeu novos aportes para alcançar as metas perseguidas, ao contrário, durante o primeiro mês de experiência de concessão do auxílio, houve queda significativa na arrecadação. 

Diante da falta de recursos, e não tendo sido atingida a primeira meta, o Conselho e a Comissão de Seleção foram consultados e decidiu-se pela alternância de bolsistas e manutenção das bolsas, visando estender o benefício a todos os 20 selecionados, e não apenas aos bolsistas iniciais. A alternância tem por objetivo garantir que todos os poetas selecionados recebam ao menos um auxílio, oferecendo igualdade de condições.

Seja um colaborador e ajude a atingir a primeira meta da campanha!

Contribua na Benfeitoria: https://benfeitoria.com/poesia


[POETAS SELECIONADOS]

Em 23/12/2020 16:57

O projeto p-o-e-s-i-a dá as boas-vindas aos poetas selecionados:

IAN WAPICHANA, nasceu em Boa Vista - Roraima e viveu até os 9 anos por lá. Ainda aos 9, se mudou, juntamente com sua família para a capital do país, Brasília. Ian herdou um berço cultural de artistas, compositores, escritores e poetas. Sempre foi apaixonado pela escrita, pela possibilidade de flutuar e mergulhar no intrínseco e absorver todas as culturas vivas nesse país. Ian é produtor audiovisual, músico, compositor e influenciador digital. Ian participa do dossiê Poesia Indígena Hoje, uma ação do projeto p-o-e-s-i-a.org que reúne 27 poetas indígenas contemporâneos.

JAMILE SANTANA, Santo Amaro/BA. Poeta, compositora, professora de literatura no programa Universidade Para Todos no Quilombo São Brás, cicloativista anti segregacionista, pesquisadora e impulsionadora da mobilidade ativa sustentável na luta pelo direito a cidades e ao bem viver do povo, e assim é co-criadora da Rede de Mobilização Coletiva Afro Ciclo, um projeto de base comunitária sociopolítica ativa na região do Recôncavo. E atualmente está escritora na coluna AfroCiclos-UOL, ampliando vozes e narrativas de outras modalidades possíveis.

JEAN ALBUQUERQUE, é jornalista e escritor de Maceió, AL. Publicou os livros: Meu peito é um caminhão de mudança abarrotado com todas as lembranças que você deixou (Selo Oxenti Records, 2016) e Os deuses estão embriagados de uísque falsificado (Selo Sirva-se Edições Alternativas, 2017). Organizou a coletânea de contos Inferno tropical (Selo Sirva-se Edições Alternativas, 2018). Participou da Antologia de poesias pornô Simultâneos Pulsando: uma antologia fescenina da poesia brasileira contemporânea (Corsário Satã, 2018). Editor do site: O que os Olhos Não Veem. Estudante de Letras - Português, da Universidade Federal de Alagoas, Ufal.

NAYARA LEMOS, natural de Porto Alegre RS. Bolsista de Iniciação Científica na Escola de Humanidades da PUCRS (2019), fazendo apoio técnico, organizando o acervo literário e correspondências do autor Cyro Martins no Delfos, orientada por Luiz Antonio de Assis Brasil. Membro do Reservatório Poético da PUCRS desde 2019. Produtora de eventos, organiza desde 2015 o evento chamado O Café Poético, onde convida artistas para participar e interagir com o público construindo atividades literárias e o evento atua até em tempos atuais virtualmente. Trabalhou como redatora da revista Programa em 2015. Possui relatos sobre os tempos de coronavírus no Blog Diário da Pandemia da Autora Julia Dantas (2020), Publicação de poesia na Antologia III de Escrita Criativa da PUCRS (2019).

TAUÃ VALLE PINHEIRO, é poeta, cantor e compositor de Pernambuco. Iniciou sua trajetória artística através da literatura quando, em 2013, lançou BALDIO, livro produzido pelas Edições Serpentinas e selecionado no Prêmio UFES de Literatura. Logo após, iniciou sua pesquisa literomusical, transformando poemas em canções e participando, em 2014, do Festival Internacional Red Bull Sounderground, no Rio de Janeiro. De 2015 a 2017 foi produtor e colaborador da Casa do Cachorro Preto, em Olinda, produzindo mais de 200 eventos de cunhos artísticos múltiplos. Em 2018 lançou seu primeiro álbum solo, intitulado "Ã", com participações de Martins e Joana Knobbe. Em 2020 se prepara para lançar um novo single, Luzia, trazendo a série de atravessamentos históricos que envolvem esta jovem, até virar cinzas no Museu Nacional. Luzia tem produção musical de Thomas Harres, baterista e percussionista que toca atualmente com Gal Costa e Céu, além de ter produzido o último álbum do Jards Macalé, junto com Kiko Dinucci.


ASSISTA AO VIDEO DE AGRADECIMENTO DESTES POETAS:

https://www.youtube.com/watch?v=t8qpOqjPMo4


O projeto p-o-e-s-i-a atua de modo independente e sua existência só é possível graças a trabalho voluntário. A manutenção e a viabilidade de todas as ações dependem diretamente de doações para a campanha de financiamento coletivo. 

Mesmo sem atingir a Meta 1, o projeto p-o-e-s-i-a deu início a todas as frentes de ação, registra-se, em caráter de experiência e urgência. Este ato foi efetivado graças ao trabalho de voluntários, como a Comissão de Seleção.

 O projeto decidiu realizar todas as ações previstas mesmo sem captar os recursos necessários na expectativa de que, com suas realizações, mais apoiadores se unissem ao projeto, viabilizando a manutenção das iniciativas existentes.

A Comissão de Seleção, plural e representativa, constituída por Claudio Willer, Dandara Tonantzin, Djamila Ribeiro, Duda Salabert, Marcia Wayna Kambeba e Tiago Hakiy, selecionou 20 poetas em vulnerabilidade social.

Quando o projeto realizou a atitude generosa de concessão de bolsas, a arrecadação da campanha alcançava quase metade da primeira meta. Infelizmente, desde o pagamento das primeiras bolsas, o projeto não recebeu novos aportes para alcançar as metas perseguidas, ao contrário, durante o primeiro mês de experiência de concessão do auxílio, houve queda significativa na arrecadação. 

Diante da falta de recursos, e não tendo sido atingida a primeira meta, o Conselho e a Comissão de Seleção foram consultados e decidiu-se pela alternância de bolsistas e manutenção das bolsas, visando estender o benefício a todos os 20 selecionados, e não apenas aos bolsistas iniciais. A alternância tem por objetivo garantir que todos os poetas selecionados recebam ao menos um auxílio, oferecendo igualdade de condições.

Seja um colaborador e ajude a atingir a primeira meta da campanha!

Contribua na Benfeitoria: https://benfeitoria.com/poesia


[POETAS SELECIONADAS]

Em 05/11/2020 15:40

O projeto p-o-e-s-i-a dá as boas-vindas às novas bolsistas.

AILA OLIVEIRA à deriva entre artes, tem em riste missões coletivas de compartilhamento. Atua, produz, roteiriza, pesquisa, cria, co-cria e escreve. 22 anos, graduanda em Letras Vernáculas e Inglês na UFBA — onde alinha sua paixão pela linguística ao confronto causado pela literatura — e cria do Cabula, Salvador, Bahia. Formada em Produção Cultural pelo Teatro Escola Jorge Amado, também em Produção Audiovisual pela Associação Pracatum Ação Social (APAS). 

ANA FATIMA, oriunda de Salvador-Bahia. Ativista do Movimento Negro, filha do Ilê Axé Iboro Odé, professora da rede municipal de educação. É licenciada em Letras Vernáculas e mestra e doutoranda em Crítica Cultural (Letras/UNEB). Tem poemas publicados no site da Fundação Palmares (2010); Projeto Escritoras da Bahia (2015), na Revista Entrelinhas (2015) e Projeto Pé de Poesia (Salvador, 2016). Poemas e contos pela Antologia Cadernos Negros (Quilombo hoje: 2014 a 2019). Em 2017 organizou uma antologia poética “Outras Carolinas: Mulherio da Bahia” com as autoras Anajara Tavares e Lia Sena. Em 2018, publicou seu primeiro livro infantil: As tranças de minha mãe (Ed. Uirapuru); 2019, Makeba vai à escola (Ed. Cogito); 2020, Tunde e as aves misteriosas (Ed. Ereginga Educação) e a coletânea de poemas autorais Já fui água um dia (2019, Ed. Penalux). 

ATENA BEAUVOIR, natural de Porto Alegre, é escritora com quatro obras publicadas. Poeta Slammer campeã do Slam RS 2019. É uma das organizadoras do Slam do Gozo na capital gaúcha. Educadora social, em 2016, recebeu Menção Honrosa pela atuação em defesa e promoção da dignidade humana. É colaboradora da Rede Trans Brasil e Red Latinoamericana y del Caribe de Personas Trans. E consultora da Transgender Europe. Idealizadora da Nemesis Editora para publicação de literatura invisível e transantropológica na área de filosofia existencialista. 

ZELIA BALBINA PUNAN PURI é produtora cultural, pesquisadora, poeta e escritora. Atriz formada pela Escola de Teatro Martins Penna, técnica em cinema registrada. Embaixadora da Paz pelo Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix - Suisse/France, membro da Associação Internacional de Poetas, membro do InBrasCI (Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais). Acadêmica da APALA (Academia Pan-americana de Letras e Artes). Membro ativo na Ressurgência da etnia Puri, Auditora Tecnóloga Fiscal e Tributária (formada pela Universidade Gama Filho).


ASSISTA AO VIDEO DE AGRADECIMENTO DAS POETAS SELECIONADAS:

https://www.youtube.com/watch?v=M2It9b6ZMrE&feature=youtu.be


[ROTATIVIDADE]

O projeto p-o-e-s-i-a atua de modo independente e sua existência só é possível graças a trabalho voluntário. A manutenção e a viabilidade de todas as ações dependem diretamente de doações para a campanha de financiamento coletivo. 

Mesmo sem atingir a Meta 1, o projeto p-o-e-s-i-a deu início a todas as frentes de ação, registra-se, em caráter de experiência e urgência. Este ato foi efetivado graças ao trabalho de voluntários, como a Comissão de Seleção, em gesto de extrema boa vontade, visando ajudar pessoas o mais rápido possível. O projeto decidiu realizar todas as ações previstas mesmo sem captar os recursos necessários na expectativa de que, com suas realizações, mais apoiadores se unissem ao projeto, viabilizando a manutenção das iniciativas existentes.

A Comissão de Seleção, plural e representativa, constituída por Claudio Willer, Dandara Tonantzin, Djamila Ribeiro, Duda Salabert, Marcia Wayna Kambeba e Tiago Hakiy, selecionou 20 poetas.

Quando o projeto realizou a atitude generosa de concessão de bolsas, a arrecadação da campanha alcançava quase metade da primeira meta. Infelizmente, desde o pagamento das primeiras bolsas, o projeto não recebeu novos aportes para alcançar as metas perseguidas, ao contrário, durante o primeiro mês de experiência de concessão do auxílio, houve queda significativa na arrecadação. 

Diante da falta de recursos, e não tendo sido atingida a primeira meta, o Conselho e a Comissão de Seleção foram consultados e decidiu-se pela alternância de bolsistas e manutenção das bolsas, visando estender o benefício a todos os 20 selecionados, e não apenas aos bolsistas iniciais. A alternância tem por objetivo garantir que todos os poetas selecionados recebam ao menos um auxílio, oferecendo igualdade de condições.

Até agora, o projeto já ofereceu auxílios a 9 poetas em vulnerabilidade, sendo estes:

Aila Oliveira

Ana Fátima 

Andrezza Xavier

Atena Beauvoir

Auritha Tabajara

Herbert Emanuel

Juliana Ben Brizola

Tom Grito

Zélia Balbina Ponan Puri

Além destes, o projeto p-o-e-s-i-a ajudou financeiramente e com a compra de alimentos dois de seus Concelheiros, sendo estes, Cláudio Willer e Olga Savary (dias antes de seu falecimento).

Entre os poetas selecionados que ainda não receberam bolsa encontram-se poetas em situação de maior vulnerabilidade do que os já beneficiados, alguns com doenças graves, a corroborar, portanto, com o acerto da medida de alternância. As bolsas do projeto estão ativas, havendo apenas a rotatividade momentânea de bolsistas, no intuito de ajudar o maior número de pessoas, dando oportunidade a quem ainda não recebeu nenhum apoio. 

A alternância de bolsistas foi decisão democrática da Comissão de Seleção e do Conselho do projeto p-o-e-s-i-a. Como consta na Chamada, as decisões da Comissão são soberanas e a elas não cabe recurso. Portanto, a rotatividade de bolsistas será mantida, procurando beneficiar o maior número de pessoas dentre os 20 selecionados, até o projeto atingir a Meta 1.

Seja um colaborador e ajude a atingir a primeira meta da campanha!

Contribua na Benfeitoria: https://benfeitoria.com/poesia


[NATUREZA DO PROJETO P-O-E-S-I-A]

Em 23/10/2020 19:11

p-o-e-s-i-a é um projeto colaborativo de poetas, leitores, professores e apoiadores da cultura, com a proposta de criação de uma rede de ação continuada para o fortalecimento da poesia brasileira.

 O projeto atua de modo independente e sua existência depende prioritariamente de trabalho voluntário. Este projeto não é uma instituição privada, não é uma ONG, não é órgão estatal, nem tem nenhum vínculo com dotação orçamentária pública ou privada. 

A manutenção do projeto e a viabilidade de todas as suas ações dependem diretamente a do valor arrecadado na campanha de financiamento coletivo hospedada no site da Benfeitoria https://benfeitoria.com/poesia

Os membros deste projeto e demais colaboradores, desde sua diretoria, conselho, comissão de seleção, voluntários e apoiadores, são poetas, artistas, professores, estudantes e integrantes da cultura que, em sua ampla maioria, enfrentam todos os problemas financeiros e emocionais causados pela pandemia, além das desigualdades estruturais presentes no país. 

A campanha de financiamento coletivo criada pelo projeto visa gerar recursos para diversas ações integradas, sendo elas:

Elaboração da identidade visual; criação das redes do projeto; criação e gerenciamento da campanha de financiamento coletivo; lançamento da campanha para o público, ações de divulgação; edições de vídeos; assessoria de impressa; divulgação de membros do conselho; criação de chamada emergencial para poetas; seleção e concessão de bolsas de auxílio para poetas em vulnerabilidade; edição e lançamento de revista digital e impressa; manutenção do projeto e das redes sociais; criação de iniciativas digitais e portal na internet.

Com apenas um terço dos recursos necessários arrecadados, e graças à dedicação generosa de voluntárias e da direção que trabalha há mais de 7 meses sem remuneração, o projeto p-o-e-s-i-a conseguiu dar início a todas as frentes de ação: 

Portal Digital:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/

Mapa da Poesia:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/mapa-da-poesia/

Redes do projeto com Identidade Visual criada:

https://www.instagram.com/p_o_e_s_i_a_.o_r_g/

https://www.facebook.com/poesia.org/

Dossiê Poesia Indígena Hoje:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/dossie1/

Seleção de bolsistas:

http://www.p-o-e-s-i-a.org/bolsas/

20 selecionados, 5 beneficiados inicialmente, outros 7 da lista de espera em vias de recebimento do auxílio.

Matéria de capa do caderno de cultura do jornal O Estado de S. Paulo:

https://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,escritoras-indigenas-refletem-sobre-literatura-e-lugar-de-fala,70003409190?fbclid=IwAR1a1dVBzyh4ChhFz-cb_YD-6Ps_4Pk6B_PVKHLTrCLE_l3krE8AY-yh3z4

Apoio da Unicamp

A Universidade Estadual de Campinas, em parceira com o projeto p-o-e-s-i-a, viabilizou a impressão de 1.000 exemplares impressos da publicação e o envio para colaboradores do projeto e para pesquisadores do Brasil e do Exterior. Este apoio se deu graças ao generoso reitor da Universidade, em um empenho pessoal de Beatriz Azevedo, em diálogo com Marcelo Knobel.

Newsletters

Estão sendo enviados informativos digitais sobre as ações do projeto para mais de 1.000 pessoas inscritas no portal do projeto.


Portal http://www.p-o-e-s-i-a.org/

Em 02/09/2020 12:02

ESTÁ NO AR O PORTAL http://www.p-o-e-s-i-a.org/


NOTÍCIAS SOBRE A SELEÇÃO

Em 14/07/2020 13:32

Devido a grande quantidade e qualidade das inscrições recebidas, houve uma demanda maior de tempo para a avaliação das mesmas.

A comissão de seleção está trabalhando vividamente para que possamos divulgar os nomes das pessoas selecionadas quanto antes.

Em breve teremos a imensa alegria contemplar com uma bolsa mensal, durante seis meses, poetas que estão em situação de vulnerabilidade social.

Seguimos pelo fortalecimento da poesia brasileira!


BOA NOVAS - DIVULGAÇÂO

Em 21/06/2020 18:18

Mídia NINJA está apoiando a divulgação do P_o_e_s_i_a_ !

Na coluna de Beatriz Azevedo desta semana vocês podem saber mais sobre o projeto.

https://midianinja.org/…/projeto-p-o-e-s-i-a-org-vai-conce…/


CHAMADA BOLSAS PARA POETAS

Em 17/06/2020 19:39

P-O-E-S-I-A.ORG é um projeto colaborativo de apoiadores da cultura para o fortalecimento da poesia brasileira. Estamos construindo uma rede de apoio que visa conceder bolsas a poetas em situação de vulnerabilidade econômica.

Ainda não atingimos a primeira meta. No entanto, não queremos adiar o início da concessão das bolsas, por isso estamos abrindo o processo de seleção de bolsistas. Neste momento, cinco (5) poetas receberão a bolsa mensalmente. Serão selecionadas/dos dez (10) poetas, e outros (5) poetas ficarão na lista de espera. Assim que a primeira meta for alcançada, serão oferecidas novas bolsas.

A viabilidade das bolsas depende diretamente do valor arrecadado no financiamento coletivo. Colabore e incentive outras pessoas a contribuírem pelo site:

https://benfeitoria.com/poesia

QUEM PODE PARTICIPAR?

poetas do brasil;
há no mínimo 3 anos;
em vulnerabilidade econômica/social;
18 anos ou mais;
com conta em banco;
que possam emitir recibo/nota fiscal;

LINK DE INSCRIÇÃO:

https://forms.gle/Dh4dstbsou9hg2io8

 

SIGA AS REDES OFICIAIS DO PROJETO:

http://www.instagram.com/p_o_e_s_i_a_.o_r_g/

http://www.facebook.com/poesia.org/