Pontes da Terra: pelo direito à alimentação agroecológica para todes |

Pontes da Terra: pelo direito à alimentação agroecológica para todes

Junte-se a nós na luta por um Brasil agroecológico e sem fome

Projeto por: Pontes da Terra
R$ 55.241,00
arrecadado
meta R$ 100.000,00

193
benfeitores

55%
arrecadado

21
dias restantes

PARCELE SEU PAGAMENTO EM ATÉ 6 VEZES

A primeira meta foi batida! O projeto será realizado, mas a arrecadação continua até 08/11/2021 - 23:59


POR

Pontes da Terra

Pontes da Terra
R$ 35
Doe 1 cesta de alimentos agroecológicos
68 benfeitores apoiando
Muito obrigada! Sua colaboração viabiliza a compra de alimentos agroecológicos de pequenas e de pequenos produtores e a doação de uma cesta para pessoas em estado de insegurança alimentar. Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica!
R$ 75
Doe 2 cestas de alimentos agroecológicos
26 benfeitores apoiando
Muito obrigada! Sua colaboração viabiliza a compra de alimentos agroecológicos de pequenas e de pequenos produtores e a doação de duas cestas para famílias em estado de insegurança alimentar. Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica!
R$ 100
Fotos e carta de agradecimento
33 benfeitores apoiando
Muito obrigada! Você receberá por e-mail uma carta especial com fotos e depoimentos como forma de agradecimento. Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica!
R$ 150
Vídeo de agradecimento + nome créditos
21 benfeitores apoiando
Muito obrigada! Você receberá por e-mail um vídeo de agradecimento e, para ficar mais especial, seu nome estará nos créditos! Incrível, né? Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica!
R$ 300
Cartilha Pontes da Terra
7 benfeitores apoiando
Muito obrigada! Você receberá a cartilha virtual “Resgate da Terra: a memória tá no prato” do Pontes da Terra sobre agroecologia e alimentação saudável para você conhecer mais o que chega no seu prato + vídeo de agradecimento com seu nome nos créditos! Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica!
R$ 500
Cartão postal Pontes da Terra
5 benfeitores apoiando
Muito obrigada! Você receberá diretamente na sua casa o cartão postal Pontes da Terra criado pela nossa equipe criativa com uma foto das nossas ações! + vídeo de agradecimento com seu nome nos créditos + cartilha Pontes da Terra. Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica!
R$ 800
Mudas das Mulheres do GAU
4 benfeitores apoiando
Muito obrigada! Você ganhará três mudas agroecológicas entre PANCs, medicinais e temperos cultivados pelas mulheres do GAU (@mulheresdogau), coletivo de mulheres imigrantes nordestinas empoderadas que trabalham a terra e desenvolvem agricultura/culinária orgânica. Na retirada, você conhecerá o maravilhoso Viveiro Escola onde elas trabalham, localizado na várzea do Rio Tietê. + vídeo de agradecimento com seu nome nos créditos + cartilha Pontes da Terra. Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica! * São Paulo: recompensa a ser retiradas no local ** Outras localidades, frete não incluso
R$ 1.000
Peça de cerâmica + vídeo aula exclusiva
1 benfeitor apoiando
Uau! Muito obrigada! Você receberá uma peça de cerâmica incrível da @enjoytheconfusion feita pela ceramista Bruna Thomé, integrante do Pontes da Terra. As peças são diversas e trazem como tema alimentos agroecológicos. E você também receberá em primeira mão uma vídeo aula de cerâmica para aprender a fazer suas próprias! + vídeo de agradecimento com seu nome nos créditos + cartilha Pontes da Terra. Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica! * São Paulo: recompensa a ser retirada no local ** Outras localidades, frete não incluso

9 disponíveis.
R$ 1.500
Encontro "Resgates da Terra"
2 benfeitores apoiando
Uau! Muito obrigada! Uma das nossas frentes de trabalho são oficinas socioambientais para promover a saúde e a agroecologia. Participe do encontro online exclusivo "Resgates da Terra: a memória tá no prato" organizado por nós para você! Compartilharemos muitos saberes e reflexões juntas/os/es nessa troca + vídeo de agradecimento com seu nome nos créditos + cartilha Pontes da Terra. Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica!
R$ 3.000
Oficina culinária + almoço agroecológico
Seja o primeiro a apoiar!
Uau! Muito obrigada! Você participará de uma oficina culinária com alimentos frescos e agroecológicos organizada por uma parceira super querida, @anacreuzasantos na Associação Comunitária Pequeno Príncipe em Parelheiros, uma área de proteção ambiental. Depois dessa experiência, você irá se deleitar em um almoço com as comidas que foram preparadas em conjunto! Já pensou? Deu água na boca! + vídeo de agradecimento com seu nome nos créditos + cartilha Pontes da Terra + encontro “Resgates da Terra". Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica! * Transporte não incluso ** A atividade seguirá os protocolos de segurança da Covid-19
R$ 5.000
Vivência de plantio agroecológico
Seja o primeiro a apoiar!
Uau! Muito obrigada! Você terá uma experiência única e marcante de plantio agroecológico em Salesópolis com o nosso parceiro Nildar, um grande conhecedor da agricultura biodinâmica e da apicultura. Será um dia de vivência na terra e de muitos aprendizados. O alimento plantado por você será colhido e doado em uma de nossas entregas. Uma oportunidade única! + vídeo de agradecimento com seu nome nos créditos + cartilha Pontes da Terra + encontro “Resgates da Terra". Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica! * Transporte não incluso **A atividade seguirá os protocolos de segurança da Covid-19.
R$ 10.000
Leva tudo!
Seja o primeiro a apoiar!
Uau! Nosso muito muito obrigada! Ficamos extremamente felizes por você se juntar ao Pontes da Terra e contribuir para que alimentos cheguem a mais pessoas! Palavras não são suficientes para demonstrar a nossa gratidão! Você receberá todas as incríveis recompensas da nossa campanha! Fotos e carta de agradecimento + vídeo de agradecimento com seu nome nos créditos + cartilha Pontes da Terra + cartão postal Pontes da Terra + mudas das Mulheres do GAU + peça de cerâmica com vídeo aula exclusiva + encontro “Resgates da Terra” + oficina culinária com almoço agroecológico + vivência de plantio agroecológico. Agradecemos a você por se juntar a nós na luta pela democratização da alimentação agroecológica! * Mudas das Mulheres do GAU/ Utensílio de Cerâmica: retirada no local ** Oficina culinária e Vivência de plantio agroecológico: transporte não incluso; atividade seguirá os protocolos de segurança da COVID-19

Não encontrou o que queria?

Apoie com qualquer valor

Dúvidas‌ ‌de‌ ‌como‌ ‌fazer a sua contribuição?‌ ‌Escreva‌ ‌para‌ ‌‌pontesdaterra@gmail.com‌ ‌ 

 

Para‌ ‌contribuir com ‌um‌ ‌valor‌ ‌diferente‌ ‌dos‌ ‌sugeridos‌ ‌nas‌ ‌recompensas,‌ ‌clique‌ ‌direto‌ ‌no‌ ‌botão‌ ‌APOIAR‌ ‌(recompensas‌ ‌não‌ ‌inclusas)

 

Click here for english version

Click here for english version

 uWLhl7Y.png

Atuamos no combate à fome através do fortalecimento daqueles que colocam comida em nossas mesas: agricultores familiares, quilombolas e assentados. Tecemos redes através do alimento agroecológico, não contemplado nas cestas básicas, como forma de lutar pelo direito à comida sem veneno para todos. Somos uma organização criada e gerida por mulheres e atuamos em parceria com lideranças comunitárias na valorização de saberes populares e da autonomia.

12NOHkz.pngNascemos no começo da pandemia quando agir se mostrava emergencial. A crise do coronavírus escancarou a temática da fome em nosso país. A redução da atividade econômica e as altas taxas de desemprego colocaram muitas famílias em situação de fome, principalmente nas periferias das grandes cidades. Ao mesmo tempo, as feiras de rua e as merendas escolares foram interrompidas, impactando diversos agricultores que antes vendiam para esses locais e que, de repente, se viram com dificuldade de escoar seus alimentos e tiveram suas rendas afetadas. De um lado, alimentos sendo perdidos; do outro, pessoas que precisavam urgentemente deles. Diante desse contexto, nasceu o Pontes da Terra. 

vg3UUqd.pngTrabalhamos em rede e atuamos de forma colaborativa em duas frentes: 1) na compra de alimentos de pequenas e pequenos agricultores agroecológicos do Estado de São Paulo e no fortalecimento deste tipo de produção 2) na distribuição gratuita destes alimentos para associações comunitárias na periferia de São Paulo e na realização de oficinas socioeducativas. 

4Wa3Bd9.png

PRiocb7.pngNa produção agroecológica, as agricultoras e agricultores utilizam de forma responsável os recursos naturais, sem fazer o uso de agrotóxicos e de maquinários pesados. Os princípios ecológicos e culturais são incorporados nas práticas agrícolas e permitem a diversidade de alimentos, sua qualidade nutritiva, o uso consciente da água, o respeito aos ciclos naturais e o desenvolvimento socioeconômico de quem produz. Há um impacto direto e positivo na saúde humana e no meio ambiente, em que tanto os trabalhadores rurais, os consumidores finais e o ecossistema são respeitados no seu direito à existência. Agroecologia é vida!

wlqXyX6.pngSem comida, não há vida. São Paulo é o estado com o maior número bruto de pessoas em situação de fome no país e a população de baixa renda não tem acesso a alimentos de qualidade, ficando sujeita ao consumo de alimentos industrializados, que são mais baratos e causam grandes danos à saúde. Atuamos em conjunto com as associações comunitárias na distribuição gratuita dos alimentos agroecológicos e na promoção da saúde e bem estar. Além disso, realizamos oficinas socioambientais que tem como princípio resgatar a memória que vem do prato, trazendo a importância de saber o que comemos, de onde vem esses alimentos e seus impactos na saúde e no meio ambiente.

vSaXIoI.png

  1. Acréscimo da renda de pequenas e pequenos agricultores agroecológicos;
  2. Aumento da produção de alimentos agroecológicos;
  3. Diversificação da dieta das famílias que recebem os alimentos;
  4. Promoção da saúde e bem estar de todos os beneficiários;
  5. Promoção do conhecimento e do debate sobre agroecologia e o direito à uma alimentação saudável

jdlQxdp.png

cn6mTxx.pngPara essa campanha teremos o apoio do fundo Todo Cuidado Conta e, para cada valor investido no Pontes da Terra, o fundo Todo Cuidado Conta dobra a colaboração! Isso mesmo, multiplica o impacto coletivo! Vale lembrar que o Fundo Todo Cuidado Conta é colaborativo na sua essência, pois é formado pelo troco que os clientes das farmácias Droga Raia e Drogasil optam por doar, no ato da compra e pelo aporte direto da RD. 

Vale lembrar que o Fundo Todo Cuidado Conta é colaborativo na sua essência, pois é formado pelo troco que os clientes das farmácias Droga Raia e Drogasil optam por doar, no ato da compra e pelo aporte direto da RD.

 

63lWle5.gif

wy9j6dk.pngAgora precisamos de você para continuarmos!

Nossa primeira meta é de R$20 mil e iremos comprar e distribuir 2.8 toneladas de alimentos agroecológicos + realizar 3 oficinas socioambientais em conjunto com as associações comunitárias. A primeira meta é tudo ou nada: ou conseguimos o valor total ou o dinheiro volta para os apoiadores. Após atingirmos essa meta, todo o valor fica para o projeto.

A segunda meta é R$50 mil e iremos comprar e distribuir 6.8 toneladas de alimentos agroecológicos + realizar 6 oficinas socioambientais em conjunto com as associações comunitárias. O fundo dobrará as colaborações até aqui. Após isso, acreditamos na força da nossa rede para chegarmos na terceira meta!

A terceira meta é de R$100 mil e fortalecerá os primeiros meses do Pontes da Terra como instituto. Iremos comprar e distribuir 12.5 toneladas de alimentos agroecológicos + realizar 12 oficinas socioambientais em conjunto com as associações comunitárias + construir uma horta comunitária na periferia de São Paulo + produzir um vídeo institucional.

* As oficinas serão realizadas respeitando os protocolos de segurança contra a Covid-19.

 

alZwve6.png

 xSm3PAa.png

sntocNV.png

3xG7ggc.pngcvYgUH3.png

uU37W06.png

0gC7vfm.pngAna Adsuara, Bruna Thomé, Elisa Carvalho, Elisa Pires, Gabriela Thomazinho, Giulia Parnes, Laís Nara, Mariana Melo Cortese e Vitória Vivian de Barros.

MOdNI28.pngSite | Instagram | Facebook | YouTube

Matéria na revista Valor Compartilhado

Podcast

UVIx3D2.png

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------

Still not sure on how to donate? Write us at pontesdaterra@gmail.com ‌ ‌

To‌ donate‌ a different amount from‌ the options suggested‌, click on the SUPPORT button (rewards not included).

About Us

We are a social organization created and managed entirely by women. Our organization’s work promotes economic development in rural areas, improves food security without relying on toxic agricultural processes, and advances socio-environmental education by building bridges between smallholders and impoverished communities living in outer São Paulo.

Our Story

We started our urgent work at the beginning of the COVID-19 pandemic. The sharp decline in economic activity and soaring unemployment rates drove many families to hunger, especially in the outskirts of large cities. The pandemic interrupted street fairs and school lunches, which heavily impacted associated farmers who suddenly found it extremely difficult to sell their harvests, severely affecting their livelihood. On the one hand, high-quality food was going to waste; on the other, the harsh financial conditions left many people starving. In response to this combined food waste and food insecurity emergency, Pontes Da Terra was born.

What do we do?

We weave collaborative networks on two fronts:

1. We buy organic/agroecological food from smallholders and support this type of production.

2. We distribute these foods free of charge to various community associations in outer São Paulo and facilitate workshops.

How does it work?

Front 1: Why agroecological farming?

In agroecological production, smallholders use natural resources responsibly, without using pesticides and heavy machinery. Ecological and cultural principles are incorporated into their agricultural practices allowing for more diverse and nutrient-dense organic foods, conscientious use of water, respect for natural cycles, and the socio-economic development of those involved in producing the food. This has a direct and positive impact on everyone’s health and environment while respecting rural workers, consumers, and our ecosystem’s right to exist and thrive together. Agroecology is life!

Front 2: Why focus on community associations in greater São Paulo?

Without food, there is no life. São Paulo is the state with the highest rates of food insecurity in the country. Additionally, the state’s low-income population has no access to quality foods and is left to consume industrially processed food products, which are cheaper but impact their health negatively. We work together with community associations to distribute agroecological foods and promote the community’s health and wellbeing. We also facilitate educational workshops that deepen the connection between the countryside and the city. We build this bridge by highlighting the importance of knowing what we eat, where our food comes from, and its impacts on our health and the environment.

What impact do we have?

1. Better income for small agroecological rural farmers.

2. Elevated production of agroecological foods and less food waste.

3. Increased access to diverse and high quality foods for low-income families.

4. Promotion of the health and well-being of all beneficiaries.

What have we accomplished so far?

-  Purchased $25,863 USD worth of agroecological food.

- Received $17,103 USD in funding granted by Brazil’s Public Ministry of Labor for our work combating the COVID-19 pandemic hunger crisis.

- Donated more than 35 tons of agroecological food (fruits, vegetables, and greens) and over 20,000 meals to the more than 15,000 people who have benefited from our work.

- Assisted and created bridges between 31 Community Associations, 28 social organizations, and 65 smallholders.

How does the campaign work?

For this campaign we will have the support of “Todo Cuidado Conta” fund! So for every amount donated for the campaign, the “Todo Cuidado Conta” fund doubles the final value!

What do we need?

We need your support!

Our first target is R$20,000 (equivalent to $3,750USD), allowing us to buy and distribute 2.8 tons of agroecological food during the next six months and hold tree workshops* in collaboration with community associations.

Reaching our first goal is crucial because it’s all or nothing.

If we don’t raise the full amount, all funding goes back to the donors. If we reach our goal, the total value of the donations goes to the project.

Our second goal is R$50,000 (equal to $9,373USD), which would allow us to make an even more significant impact! We would use these funds to buy and distribute 6.8 tons of agroecological food, hold 6 workshops* along with community associations. The fund will double the collaborations so far!

Our third and final goal is R$100,000 (equal to $18,747USD), which would allow us to make an even more brilliant impact and finance the first months of Pontes da Terra Institute!! We would use these funds to buy and distribute 12.5 tons of agroecological food, hold 12 workshops* along with community associations, build a community garden in a favela (brazilian ghetto) and produce an institutional video.

*All workshops will be held in compliance with the latest health/sanitary measures and protocols.

Food is a basic human right. We strive to make agroecology and sustainable production systems the norm rather than the exception. We work hard to fight hunger and make sure agroecological foods reach food deserts and become more accessible to impoverished communities. From farm to plate, we connect the city and the countryside, promoting development across the six areas of sustainability: economic, social, ecological, political, cultural, and ethical.

Join us in our mission!

Website | Instagram | Facebook | YouTube


 

Pontes da Terra ainda não publicou nenhuma notícia.

Dúvidas‌ ‌de‌ ‌como‌ ‌fazer a sua contribuição?‌ ‌Escreva‌ ‌para‌ ‌‌pontesdaterra@gmail.com‌ ‌ 

 

Para‌ ‌contribuir com ‌um‌ ‌valor‌ ‌diferente‌ ‌dos‌ ‌sugeridos‌ ‌nas‌ ‌recompensas,‌ ‌clique‌ ‌direto‌ ‌no‌ ‌botão‌ ‌APOIAR‌ ‌(recompensas‌ ‌não‌ ‌inclusas)

 

Click here for english version

Click here for english version

 uWLhl7Y.png

Atuamos no combate à fome através do fortalecimento daqueles que colocam comida em nossas mesas: agricultores familiares, quilombolas e assentados. Tecemos redes através do alimento agroecológico, não contemplado nas cestas básicas, como forma de lutar pelo direito à comida sem veneno para todos. Somos uma organização criada e gerida por mulheres e atuamos em parceria com lideranças comunitárias na valorização de saberes populares e da autonomia.

12NOHkz.pngNascemos no começo da pandemia quando agir se mostrava emergencial. A crise do coronavírus escancarou a temática da fome em nosso país. A redução da atividade econômica e as altas taxas de desemprego colocaram muitas famílias em situação de fome, principalmente nas periferias das grandes cidades. Ao mesmo tempo, as feiras de rua e as merendas escolares foram interrompidas, impactando diversos agricultores que antes vendiam para esses locais e que, de repente, se viram com dificuldade de escoar seus alimentos e tiveram suas rendas afetadas. De um lado, alimentos sendo perdidos; do outro, pessoas que precisavam urgentemente deles. Diante desse contexto, nasceu o Pontes da Terra. 

vg3UUqd.pngTrabalhamos em rede e atuamos de forma colaborativa em duas frentes: 1) na compra de alimentos de pequenas e pequenos agricultores agroecológicos do Estado de São Paulo e no fortalecimento deste tipo de produção 2) na distribuição gratuita destes alimentos para associações comunitárias na periferia de São Paulo e na realização de oficinas socioeducativas. 

4Wa3Bd9.png

PRiocb7.pngNa produção agroecológica, as agricultoras e agricultores utilizam de forma responsável os recursos naturais, sem fazer o uso de agrotóxicos e de maquinários pesados. Os princípios ecológicos e culturais são incorporados nas práticas agrícolas e permitem a diversidade de alimentos, sua qualidade nutritiva, o uso consciente da água, o respeito aos ciclos naturais e o desenvolvimento socioeconômico de quem produz. Há um impacto direto e positivo na saúde humana e no meio ambiente, em que tanto os trabalhadores rurais, os consumidores finais e o ecossistema são respeitados no seu direito à existência. Agroecologia é vida!

wlqXyX6.pngSem comida, não há vida. São Paulo é o estado com o maior número bruto de pessoas em situação de fome no país e a população de baixa renda não tem acesso a alimentos de qualidade, ficando sujeita ao consumo de alimentos industrializados, que são mais baratos e causam grandes danos à saúde. Atuamos em conjunto com as associações comunitárias na distribuição gratuita dos alimentos agroecológicos e na promoção da saúde e bem estar. Além disso, realizamos oficinas socioambientais que tem como princípio resgatar a memória que vem do prato, trazendo a importância de saber o que comemos, de onde vem esses alimentos e seus impactos na saúde e no meio ambiente.

vSaXIoI.png

  1. Acréscimo da renda de pequenas e pequenos agricultores agroecológicos;
  2. Aumento da produção de alimentos agroecológicos;
  3. Diversificação da dieta das famílias que recebem os alimentos;
  4. Promoção da saúde e bem estar de todos os beneficiários;
  5. Promoção do conhecimento e do debate sobre agroecologia e o direito à uma alimentação saudável

jdlQxdp.png

cn6mTxx.pngPara essa campanha teremos o apoio do fundo Todo Cuidado Conta e, para cada valor investido no Pontes da Terra, o fundo Todo Cuidado Conta dobra a colaboração! Isso mesmo, multiplica o impacto coletivo! Vale lembrar que o Fundo Todo Cuidado Conta é colaborativo na sua essência, pois é formado pelo troco que os clientes das farmácias Droga Raia e Drogasil optam por doar, no ato da compra e pelo aporte direto da RD. 

Vale lembrar que o Fundo Todo Cuidado Conta é colaborativo na sua essência, pois é formado pelo troco que os clientes das farmácias Droga Raia e Drogasil optam por doar, no ato da compra e pelo aporte direto da RD.

 

63lWle5.gif

wy9j6dk.pngAgora precisamos de você para continuarmos!

Nossa primeira meta é de R$20 mil e iremos comprar e distribuir 2.8 toneladas de alimentos agroecológicos + realizar 3 oficinas socioambientais em conjunto com as associações comunitárias. A primeira meta é tudo ou nada: ou conseguimos o valor total ou o dinheiro volta para os apoiadores. Após atingirmos essa meta, todo o valor fica para o projeto.

A segunda meta é R$50 mil e iremos comprar e distribuir 6.8 toneladas de alimentos agroecológicos + realizar 6 oficinas socioambientais em conjunto com as associações comunitárias. O fundo dobrará as colaborações até aqui. Após isso, acreditamos na força da nossa rede para chegarmos na terceira meta!

A terceira meta é de R$100 mil e fortalecerá os primeiros meses do Pontes da Terra como instituto. Iremos comprar e distribuir 12.5 toneladas de alimentos agroecológicos + realizar 12 oficinas socioambientais em conjunto com as associações comunitárias + construir uma horta comunitária na periferia de São Paulo + produzir um vídeo institucional.

* As oficinas serão realizadas respeitando os protocolos de segurança contra a Covid-19.

 

alZwve6.png

 xSm3PAa.png

sntocNV.png

3xG7ggc.pngcvYgUH3.png

uU37W06.png

0gC7vfm.pngAna Adsuara, Bruna Thomé, Elisa Carvalho, Elisa Pires, Gabriela Thomazinho, Giulia Parnes, Laís Nara, Mariana Melo Cortese e Vitória Vivian de Barros.

MOdNI28.pngSite | Instagram | Facebook | YouTube

Matéria na revista Valor Compartilhado

Podcast

UVIx3D2.png

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------

Still not sure on how to donate? Write us at pontesdaterra@gmail.com ‌ ‌

To‌ donate‌ a different amount from‌ the options suggested‌, click on the SUPPORT button (rewards not included).

About Us

We are a social organization created and managed entirely by women. Our organization’s work promotes economic development in rural areas, improves food security without relying on toxic agricultural processes, and advances socio-environmental education by building bridges between smallholders and impoverished communities living in outer São Paulo.

Our Story

We started our urgent work at the beginning of the COVID-19 pandemic. The sharp decline in economic activity and soaring unemployment rates drove many families to hunger, especially in the outskirts of large cities. The pandemic interrupted street fairs and school lunches, which heavily impacted associated farmers who suddenly found it extremely difficult to sell their harvests, severely affecting their livelihood. On the one hand, high-quality food was going to waste; on the other, the harsh financial conditions left many people starving. In response to this combined food waste and food insecurity emergency, Pontes Da Terra was born.

What do we do?

We weave collaborative networks on two fronts:

1. We buy organic/agroecological food from smallholders and support this type of production.

2. We distribute these foods free of charge to various community associations in outer São Paulo and facilitate workshops.

How does it work?

Front 1: Why agroecological farming?

In agroecological production, smallholders use natural resources responsibly, without using pesticides and heavy machinery. Ecological and cultural principles are incorporated into their agricultural practices allowing for more diverse and nutrient-dense organic foods, conscientious use of water, respect for natural cycles, and the socio-economic development of those involved in producing the food. This has a direct and positive impact on everyone’s health and environment while respecting rural workers, consumers, and our ecosystem’s right to exist and thrive together. Agroecology is life!

Front 2: Why focus on community associations in greater São Paulo?

Without food, there is no life. São Paulo is the state with the highest rates of food insecurity in the country. Additionally, the state’s low-income population has no access to quality foods and is left to consume industrially processed food products, which are cheaper but impact their health negatively. We work together with community associations to distribute agroecological foods and promote the community’s health and wellbeing. We also facilitate educational workshops that deepen the connection between the countryside and the city. We build this bridge by highlighting the importance of knowing what we eat, where our food comes from, and its impacts on our health and the environment.

What impact do we have?

1. Better income for small agroecological rural farmers.

2. Elevated production of agroecological foods and less food waste.

3. Increased access to diverse and high quality foods for low-income families.

4. Promotion of the health and well-being of all beneficiaries.

What have we accomplished so far?

-  Purchased $25,863 USD worth of agroecological food.

- Received $17,103 USD in funding granted by Brazil’s Public Ministry of Labor for our work combating the COVID-19 pandemic hunger crisis.

- Donated more than 35 tons of agroecological food (fruits, vegetables, and greens) and over 20,000 meals to the more than 15,000 people who have benefited from our work.

- Assisted and created bridges between 31 Community Associations, 28 social organizations, and 65 smallholders.

How does the campaign work?

For this campaign we will have the support of “Todo Cuidado Conta” fund! So for every amount donated for the campaign, the “Todo Cuidado Conta” fund doubles the final value!

What do we need?

We need your support!

Our first target is R$20,000 (equivalent to $3,750USD), allowing us to buy and distribute 2.8 tons of agroecological food during the next six months and hold tree workshops* in collaboration with community associations.

Reaching our first goal is crucial because it’s all or nothing.

If we don’t raise the full amount, all funding goes back to the donors. If we reach our goal, the total value of the donations goes to the project.

Our second goal is R$50,000 (equal to $9,373USD), which would allow us to make an even more significant impact! We would use these funds to buy and distribute 6.8 tons of agroecological food, hold 6 workshops* along with community associations. The fund will double the collaborations so far!

Our third and final goal is R$100,000 (equal to $18,747USD), which would allow us to make an even more brilliant impact and finance the first months of Pontes da Terra Institute!! We would use these funds to buy and distribute 12.5 tons of agroecological food, hold 12 workshops* along with community associations, build a community garden in a favela (brazilian ghetto) and produce an institutional video.

*All workshops will be held in compliance with the latest health/sanitary measures and protocols.

Food is a basic human right. We strive to make agroecology and sustainable production systems the norm rather than the exception. We work hard to fight hunger and make sure agroecological foods reach food deserts and become more accessible to impoverished communities. From farm to plate, we connect the city and the countryside, promoting development across the six areas of sustainability: economic, social, ecological, political, cultural, and ethical.

Join us in our mission!

Website | Instagram | Facebook | YouTube


 

Pontes da Terra ainda não publicou nenhuma notícia.