PROJETO COVID SAÚDE NAS COMUNIDADES |

PROJETO COVID SAÚDE NAS COMUNIDADES

CONECTANDO VIDAS DA COMUNIDADE COM SAÚDE, A QUEM MAIS PRECISA

Projeto por: Intraneuro Medicina Neurológica e Capacitação EIRELI
R$ 0,00
arrecadado
meta R$ 100.000,00

0
benfeitores

0%
arrecadado

16
dias restantes

PARCELE SEU PAGAMENTO EM ATÉ 6 VEZES

Ajude-nos a bater nossa meta até 27/07/2020 - 23:59

POR

Intraneuro Medicina Neurológica e Capacitação EIRELI

Intraneuro Medicina Neurológica e Capacitação EIRELI
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!

Não encontrou o que queria?

Outro valor

APRESENTAÇÃO

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, em 30 de janeiro de 2020, que o surto da doença causada pelo novo coronavírus (COVID-19) constitui uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional – o mais alto nível de alerta da Organização, conforme previsto no Regulamento Sanitário Internacional. Em 11 de março de 2020, a COVID-19 foi caracterizada pela OMS como uma pandemia.

O Brasil confirmou 61.888 casos e 4.205 mortes até a tarde do dia 26 de abril de 2020.

Pelo que se sabe até o momento, a principal forma de transmissão ocorre por pessoas que apresentam sintomas. Por isso, a prática do isolamento social se torna tão importante nesse momento. A medida tem sido uma das principais recomendações de órgãos como a Organização Mundial da Saúde, o Ministério da Saúde e governos estaduais na prevenção contra a proliferação do vírus.

No entanto, o isolamento social, de maneira indireta, evidenciou aquilo que há de mais grave no Brasil: a desigualdade social. Como aplicar o distanciamento ou isolamento social a moradores de comunidades e trabalhadores autônomos? Como impor home office a profissões que necessitam obrigatoriamente de presença física? Fica evidente que o covid-19 no Brasil, e em outros diversos países emergentes, expõe a vulnerabilidade da população que vive em submoradias, sem água encanada ou esgoto, que viaja apertada em transporte público e está acostumada a enfrentar longas filas para ser atendido no sistema de saúde.

Neste cenário delicado, a sociedade no geral, entidades governamentais e privadas, assim como a população, podem e devem se mobilizar para amenizar os impactos. Há diversas necessidades: máscaras de pano, materiais de limpeza e higiene pessoal, alimentos, orientação médica, dentre outros itens básicos ao enfrentamento desta pandemia mundial.

 

Acesse o portal do projeto e obetenha maiores informações e acompanhe nossas ações: https://www.healthconnections.com.br/projeto-social-covid-19

 

OBJETIVOS

 

 

O objetivo geral deste projeto é atender um grupo de até 1.200 famílias de comunidades do Rio de Janeiro no sentido de oferecer condições mínimas para o enfrentamento do Covid-19 durante 90 dias. Os Objetivos específicos são:

 

•       Oferecer teleatendimento médico individualizado para famílias com integrantes que apresentem sintomas respiratórios

•       Oferecer condições para disseminação de conhecimento e medidas preventivas contra o Covid-19 através de telemedicina

•       Oferecer produtos de higiene pessoal

•       Oferecer produtos de limpeza

•       Oferecer cesta básica para garantir a segurança alimentar

•       Oferecer máscaras de pano a fim de auxiliar na proteção dos núcleos familiares e da comunidade

 

 

PÚBLICO ALVO

 

 

O objetivo é atender até 1.200 famílias em condições de risco que se encontram nos cadastros das seguintes organizações:

 

•       Comunidade Santa Marta - Associação de Moradores

CNPJ 40.604.669/001-91

 

•       Comunidade da Rocinha - União Pró Melhoramento dos Moradores da Rocinha                     

CNPJ 29. 524.121/001-14

 

•       Maré - Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré.

CNPJ 02.260.953/0001-14

 

•       Jardim Gramacho - Casa Semente

CNPJ 23.200.661/001-66

 

METODOLOGIA

 

O projeto será desenvolvido sob liderança da Sinapse S/A e Health Connections. Serão desenvolvidas as etapas de captação de recursos e apoio, marcação de teleconsultas para pacientes com sintomas respiratórios, infraestrutura e organização de transmissão de webinar sobre prevenção, aquisição e logística de entrega dos materiais, acompanhamento das famílias beneficiadas no projeto enquanto durar a pandemia de covid-19;

 

   CAPTAÇÃO DE RECURSOS E APOIO

 

Nesta fase, serão feitos contatos com entidades privadas a fim de apresentar o projeto, colocar o mesmo para apreciação e buscar apoio operacional e financeiro para a execução do mesmo;

 

MARCAÇÃO DE TELECONSULTAS

 

Contato com as entidades disponíveis a participar do projeto (Público Alvo) para agendamento de teleconsultas com dois médicos do time Sinapse S/A. Alinhamento com as entidades para infraestrutura disponível para tal atividade;

 

ORGANIZAÇÃO DE TRANSMISSÃO DE WEBINAR

 

Alinhamento junto as entidades participantes para transmissão de 8 webinars no intuito de levar informações de prevenção e esclarecimento de dúvidas às famílias participantes. Serão responsáveis pelos webinars 2 médicos e uma enfermeira do time Sinapse S/A, assim como uma mediadora da equipe Health Connections;

 

AQUISIÇÃO E LOGÍSTICA DE ENTREGA DOS MATERIAIS

 

Aquisição e entrega dos materiais descritos em “Recurso” para as entidades participantes do projeto a fim de distribuição. Acompanhamento das entregas e cadastramento das famílias em sistema web desenvolvido para este projeto;

 

ACOMPANHAMENTO DAS FAMÍLIAS BENEFICIADAS

 

Cadastramento e acompanhamento das famílias beneficiadas por este projeto, pelo menos até o fim da pandemia do covid-19. Nesta etapa, colaboradores das equipes da Sinapse S/A e Health Connections manterão contato frequente com as famílias e entidades participantes a fim de quantificar o impacto do mesmo e identificar novas necessidades;

 

Intraneuro Medicina Neurológica e Capacitação EIRELI ainda não publicou nenhuma notícia.

APRESENTAÇÃO

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, em 30 de janeiro de 2020, que o surto da doença causada pelo novo coronavírus (COVID-19) constitui uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional – o mais alto nível de alerta da Organização, conforme previsto no Regulamento Sanitário Internacional. Em 11 de março de 2020, a COVID-19 foi caracterizada pela OMS como uma pandemia.

O Brasil confirmou 61.888 casos e 4.205 mortes até a tarde do dia 26 de abril de 2020.

Pelo que se sabe até o momento, a principal forma de transmissão ocorre por pessoas que apresentam sintomas. Por isso, a prática do isolamento social se torna tão importante nesse momento. A medida tem sido uma das principais recomendações de órgãos como a Organização Mundial da Saúde, o Ministério da Saúde e governos estaduais na prevenção contra a proliferação do vírus.

No entanto, o isolamento social, de maneira indireta, evidenciou aquilo que há de mais grave no Brasil: a desigualdade social. Como aplicar o distanciamento ou isolamento social a moradores de comunidades e trabalhadores autônomos? Como impor home office a profissões que necessitam obrigatoriamente de presença física? Fica evidente que o covid-19 no Brasil, e em outros diversos países emergentes, expõe a vulnerabilidade da população que vive em submoradias, sem água encanada ou esgoto, que viaja apertada em transporte público e está acostumada a enfrentar longas filas para ser atendido no sistema de saúde.

Neste cenário delicado, a sociedade no geral, entidades governamentais e privadas, assim como a população, podem e devem se mobilizar para amenizar os impactos. Há diversas necessidades: máscaras de pano, materiais de limpeza e higiene pessoal, alimentos, orientação médica, dentre outros itens básicos ao enfrentamento desta pandemia mundial.

 

Acesse o portal do projeto e obetenha maiores informações e acompanhe nossas ações: https://www.healthconnections.com.br/projeto-social-covid-19

 

OBJETIVOS

 

 

O objetivo geral deste projeto é atender um grupo de até 1.200 famílias de comunidades do Rio de Janeiro no sentido de oferecer condições mínimas para o enfrentamento do Covid-19 durante 90 dias. Os Objetivos específicos são:

 

•       Oferecer teleatendimento médico individualizado para famílias com integrantes que apresentem sintomas respiratórios

•       Oferecer condições para disseminação de conhecimento e medidas preventivas contra o Covid-19 através de telemedicina

•       Oferecer produtos de higiene pessoal

•       Oferecer produtos de limpeza

•       Oferecer cesta básica para garantir a segurança alimentar

•       Oferecer máscaras de pano a fim de auxiliar na proteção dos núcleos familiares e da comunidade

 

 

PÚBLICO ALVO

 

 

O objetivo é atender até 1.200 famílias em condições de risco que se encontram nos cadastros das seguintes organizações:

 

•       Comunidade Santa Marta - Associação de Moradores

CNPJ 40.604.669/001-91

 

•       Comunidade da Rocinha - União Pró Melhoramento dos Moradores da Rocinha                     

CNPJ 29. 524.121/001-14

 

•       Maré - Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré.

CNPJ 02.260.953/0001-14

 

•       Jardim Gramacho - Casa Semente

CNPJ 23.200.661/001-66

 

METODOLOGIA

 

O projeto será desenvolvido sob liderança da Sinapse S/A e Health Connections. Serão desenvolvidas as etapas de captação de recursos e apoio, marcação de teleconsultas para pacientes com sintomas respiratórios, infraestrutura e organização de transmissão de webinar sobre prevenção, aquisição e logística de entrega dos materiais, acompanhamento das famílias beneficiadas no projeto enquanto durar a pandemia de covid-19;

 

   CAPTAÇÃO DE RECURSOS E APOIO

 

Nesta fase, serão feitos contatos com entidades privadas a fim de apresentar o projeto, colocar o mesmo para apreciação e buscar apoio operacional e financeiro para a execução do mesmo;

 

MARCAÇÃO DE TELECONSULTAS

 

Contato com as entidades disponíveis a participar do projeto (Público Alvo) para agendamento de teleconsultas com dois médicos do time Sinapse S/A. Alinhamento com as entidades para infraestrutura disponível para tal atividade;

 

ORGANIZAÇÃO DE TRANSMISSÃO DE WEBINAR

 

Alinhamento junto as entidades participantes para transmissão de 8 webinars no intuito de levar informações de prevenção e esclarecimento de dúvidas às famílias participantes. Serão responsáveis pelos webinars 2 médicos e uma enfermeira do time Sinapse S/A, assim como uma mediadora da equipe Health Connections;

 

AQUISIÇÃO E LOGÍSTICA DE ENTREGA DOS MATERIAIS

 

Aquisição e entrega dos materiais descritos em “Recurso” para as entidades participantes do projeto a fim de distribuição. Acompanhamento das entregas e cadastramento das famílias em sistema web desenvolvido para este projeto;

 

ACOMPANHAMENTO DAS FAMÍLIAS BENEFICIADAS

 

Cadastramento e acompanhamento das famílias beneficiadas por este projeto, pelo menos até o fim da pandemia do covid-19. Nesta etapa, colaboradores das equipes da Sinapse S/A e Health Connections manterão contato frequente com as famílias e entidades participantes a fim de quantificar o impacto do mesmo e identificar novas necessidades;

 

Intraneuro Medicina Neurológica e Capacitação EIRELI ainda não publicou nenhuma notícia.