Projeto SOL nosso LAR |

Projeto SOL nosso LAR

Manutenção do teatro Espaço Cia. da Revista fechado durante a pandemia de COVID/19 e apoio à população de rua do seu entorno - Santa Cecília e Barra Fund

Projeto por: Kleber Montanheiro
R$ 23.090,00
arrecadado
meta R$ 55.000,00

120 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Kleber Montanheiro

Kleber Montanheiro
R$ 20
KABARETT
8 benfeitores apoiando
Faremos um agradecimento público a todos os nomes que apoiaram nessa categoria nas redes sociais, para que todos saibam quem nos ajudou nesse momento tão difícil.
R$ 50
CABEÇA DE PAPELÃO
21 benfeitores apoiando
Faremos um agradecimento público a todos os nomes que apoiaram nessa categoria nas redes sociais para que todos saibam quem nos ajudou nesse momento tão difícil. Também colocaremos um painel no hall do espaço com os nomes dos nossos apoiadores.
R$ 80
CARNAVALHA
5 benfeitores apoiando
Uma caixinha com 4 trufas da Trufélica Doces Artesanais.

95 disponíveis.
R$ 100
SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO
16 benfeitores apoiando
Squeeze de metal com trechos de textos de teatro gravados.

84 disponíveis.
R$ 200
O DOENTE IMAGINÁRIO
6 benfeitores apoiando
Copo térmico de fibra de bambu com arte exclusiva.

44 disponíveis.
R$ 300
A ODISSÉIA DE ARLEQUINO
4 benfeitores apoiando
Livro para crianças Luz dos Olhos Meus, de Victor Grizzo.

26 disponíveis.
R$ 500
A COR DE ROSA
4 benfeitores apoiando
4 ingressos para a pré estreia VIP do novo espetáculo da Cia. da Revista.

6 disponíveis.
R$ 1.500
ÓPERA DO MALANDRO
1 benfeitor apoiando
Kit festa de aniversário. Uma data para um evento de aniversário para até 30 pessoas, realizado no charmoso bistrô do Espaço Cia. da Revista (hall) com bolo e parabéns especial por nossa conta! + 2 ingressos para o novo espetáculo da Cia. da Revista.

5 disponíveis.
R$ 5.000
CORPORATIVO - PATROCINADOR
Seja o primeiro a apoiar!
Kit evento. Uma data para um evento da sua empresa, onde você poderá contar com todo o Espaço Cia.da Revista fechado para seus convidados. Poderá contar com palco equipado com som e luz, além do nosso bistrô para recepção e coquetel (coquetel não incluso).

4 disponíveis.

 

Juntos somos mais fortes.

Nesse momento em que vivemos, os espaços que trabalham com arte e cultura estão seriamente ameaçados. Existem alguns projetos que estão em curso para tentar salvar esses espaços, mas sabemos que infelizmente os processos burocráticos são longos. Nosso problema é aqui e agora. Levamos vida e alegria para a cidade e não queremos que esse sorriso se apague. 

Estamos fechados desde o dia 15 de março e sem perspectivas para reabertura; neste momento não temos nenhuma receita, que vinha da locação do espaço, bilheteria, projetos apoiados e/ou patrocinados.

Todo mundo que pode deve ficar em casa. Mas não podemos deixar de pensar que provavelmente iremos reabrir nossas portas somente em 2021, ou quando for seguro para os artistas e o público frequentador. Estamos agora numa luta para que o espaço Cia. da Revista que foi inaugurado há 6 anos possa vencer essa fase difícil. 

Vai passar!

Resistir não é fácil e nesse momento precisamos da ajuda da sociedade. Você que ama teatro, cinema, cultura e sabe da importância da arte na vida das pessoas. Se não fosse a arte aliás, estaríamos em casa bem mais tristes e preocupados. A arte é o respiro que precisamos em momentos como esse. 

Precisamos de contribuição financeira e de pessoas que nos ajude a chamar mais gente para essa luta.

 

 

O projeto criado pela Cia. da Revista vai manter o espaço com suas dívidas acumuladas nos primeiros meses de pandemia totalmente quitadas e prevê o apoio de mais 4 meses a frente. 

Mas não vamos ficar de braços cruzados! O teatro traz para o público a diversão, o entretenimento, mas também ajuda a pensar, a entender a si mesmo e o mundo que nos cerca. Os espetáculos, shows e exposições que recebemos no Espaço Cia. da Revista, sede do grupo, e as montagens da Cia. da Revista têm uma função social, além de entreter. Os ingressos são sempre a preços populares ou gratuitos, geramos mesas de debates, rodas de leituras, workshops e cursos. Por isso, neste momento de dificuldade queremos continuar a exercer nossa função social, que faz parte do nosso ofício de comunicar e se relacionar. 

A relação é a nossa maior fonte de inspiração.

Durante a existência desse projeto, iremos doar e distribuir 300 kits Higiene para a população carente do entorno do Espaço Cia. da Revista, que compreende os bairros de Santa Cecília e Barra Funda. Esses kits serão compostos por escova e pasta de dentes, álcool gel, sabonete, máscara, absorvente e outros itens. 

Como estamos fechados sem poder espalhar arte por aí, vamos espalhar amor, compreensão e seguir nosso trabalho olhando para o outro, para quem mais precisa. 

Você pode fazer parte dessa equipe, da sua casa. 

 

 

A Cia. da Revista é formada pelos artistas Kleber Montanheiro, Natália Quadros, Paulo Vasconcelos, Gabriel Hernandes, Lua Negrão e Rodrigo Oliveira.

O grupo nasceu em 1997 com a proposta de investigar o Teatro de Revista, gênero que chegou ao Brasil no século XIX e que, a partir da década de 1920, ganhou as características que inspiram o trabalho de pesquisa da Companhia: estrutura fragmentada que engloba diversos gêneros em um único espetáculo, olhar crítico e irreverente sobre seu tempo e a presença da música como importante elemento narrativo. Durante os 23 anos que esteve em ação, a Cia. da Revista montou importantes espetáculos na história do  teatro paulistano, como Ópera do Malandro, de Chico Buarque de Holanda, que estreou no Centro Cultural Banco do Brasil em São Paulo e seguiu em temporada no Espaço Cia. da Revista, inaugurando a sede na al. Nothmann em 2014.

Em 2016, com o apoio do Proac Edital, a Cia. da Revista estreou o espetáculo “Um dez cem mil inimigos do povo”, uma criação dramatúrgica de Cássio Pires inspirada em “Um inimigo do Povo”, de Henrik Ibsen. Contemplada pelo prêmio Zé Renato, a peça cumpriu temporada popular e realizou apresentações gratuitas (com direito a transporte) para diferentes grupos periféricos da cidade de São Paulo.

O grupo foi contemplado com os prêmios FEMSA (categoria Melhor Atriz Coadjuvante em O Doente Imaginário, Sonho de uma Noite de Verão e A Odisséia de Arlequino; categoria Melhor Atriz em A Odisséia de Arlequino), APCA (melhor elenco, A Odisséia de Arlequino), FEMSA (melhor espetáculo, A Odisséia de Arlequino) e Cooperativa Paulista de Teatro (melhor espetáculo para es- paços não convencionais, A Odisséia de Arlequino). O diretor do grupo, Kleber Montanheiro, recebeu os prêmios APCA (Sonho de uma Noite de Verão) e FEMSA (A Odisséia de Arlequino), ambos como melhor diretor. Em 2012, foi indicada a dois prêmios Shell (Direção musical e dramaturgia) e dois prêmios Cooperativa Paulista de Teatro (Direção e direção musical) pelo espetáculo Cabeça de Papelão.

 

 

Espetáculos realizados

A Cor de Rosa – 1995 / 1999 

Kabarett – 1999 – 2000 

Caos 1-3 – 2006

MauDitas – 2006

Nem Aqui Nem Lá - 2006

O Doente Imaginário – 2007

Sonho de Uma Noite de Verão – 2008

A Odisséia de Arlequino – 2009

Kabarett (remontagem) – 2010 / 2011 

Cada Qual no Seu Barril– 2011 

Carnavalha – 2011

Cabeça de Papelão – 2012

Ópera do Malandro – 2014/2015

Um dez cem mil inimigos do povo – 2016

Ensaio Sobre a Lucidez - 2018/2019

Desbotou - 2019

 

 

O Espaço Cia. da Revista

O Espaço cia. da Revista está localizado na Al. Nothmann, 1135 - Santa Cecília - São Paulo, SP.

Em seus 400m2 conta com: palco (sala multiuso) com plateia móvel (99 lugares) em quatro arquibancadas com rodas e poltronas estofadas medindo no total da área cênica 14,00 x 14,00 m; 4 passarelas em torno de toda a área cênica para utilização artística a 3 metros do piso; 3 passarelas técnicas (urdimento) a 6 metros de altura do piso, totalizando 9 metros de pé direito; camarim com bancadas que recebe confortavelmente até 15 artistas por vez; área técnica para guarda de equipamentos; cozinha e dois banheiros no camarim; Hall com poltronas e mesas que recebe até 40 pessoas sentadas; cozinha e café, acervo de figurinos e ateliê de trabalho; escritório, bilheteria, e 4 banheiros para o público. O espaço está equipado com rampas de acesso para portadores de necessidades especiais, além de banheiro adaptado.

 

 

Além dos espetáculos e processos artísticos do grupo, o Espaço Cia. da Revista recebeu inúmeros shows, atividades formativas e espetáculos de teatro de outros grupos e produções, totalizando até março de 2020: 39 espetáculos, 49 shows, 04 exposições, 18 oficinas e atividades formativas, 20 leituras dramáticas, e 12 mesas de debate.

 

 

 

É muito fácil! Se você colaborar com alguma das categorias definidas, vai nos ajudar a manter o espaço e proporcionar ajuda a pessoas em situação de rua nesse momento tão difícil. Depois de encerrado o projeto entraremos em contato para combinar a entrega das recompensas oferecidas pelos nossos parceiros, pequenos produtores que nesse momento também precisam de apoio. 

Estamos ajudando uma grande rede de pessoas simultaneamente!

E tem mais: você receberá um relatório completo de tudo o que foi gasto na nossa campanha, para saber onde o dinheiro foi empregado com total transparência. Vamos informar quantitativamente e nominalmente quem recebeu os kits higiene e o custo de cada item.

 

 

Nós sabemos que se você está aqui é porque quer nos ajudar. Mas mesmo assim, queremos te agradecer com "mimos" incríveis. É a nossa forma simbólica e carinhosa de dizer: MUITO OBRIGADO!

Vamos lá:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nós sabemos que tudo isso vai passar. E que daqui a pouco vamos estar juntos novamente. Daqui um tempo continuaremos espalhando arte pela cidade.

Até breve. E cuidem-se. 

 

 

 

 

Kleber Montanheiro ainda não publicou nenhuma notícia.

 

Juntos somos mais fortes.

Nesse momento em que vivemos, os espaços que trabalham com arte e cultura estão seriamente ameaçados. Existem alguns projetos que estão em curso para tentar salvar esses espaços, mas sabemos que infelizmente os processos burocráticos são longos. Nosso problema é aqui e agora. Levamos vida e alegria para a cidade e não queremos que esse sorriso se apague. 

Estamos fechados desde o dia 15 de março e sem perspectivas para reabertura; neste momento não temos nenhuma receita, que vinha da locação do espaço, bilheteria, projetos apoiados e/ou patrocinados.

Todo mundo que pode deve ficar em casa. Mas não podemos deixar de pensar que provavelmente iremos reabrir nossas portas somente em 2021, ou quando for seguro para os artistas e o público frequentador. Estamos agora numa luta para que o espaço Cia. da Revista que foi inaugurado há 6 anos possa vencer essa fase difícil. 

Vai passar!

Resistir não é fácil e nesse momento precisamos da ajuda da sociedade. Você que ama teatro, cinema, cultura e sabe da importância da arte na vida das pessoas. Se não fosse a arte aliás, estaríamos em casa bem mais tristes e preocupados. A arte é o respiro que precisamos em momentos como esse. 

Precisamos de contribuição financeira e de pessoas que nos ajude a chamar mais gente para essa luta.

 

 

O projeto criado pela Cia. da Revista vai manter o espaço com suas dívidas acumuladas nos primeiros meses de pandemia totalmente quitadas e prevê o apoio de mais 4 meses a frente. 

Mas não vamos ficar de braços cruzados! O teatro traz para o público a diversão, o entretenimento, mas também ajuda a pensar, a entender a si mesmo e o mundo que nos cerca. Os espetáculos, shows e exposições que recebemos no Espaço Cia. da Revista, sede do grupo, e as montagens da Cia. da Revista têm uma função social, além de entreter. Os ingressos são sempre a preços populares ou gratuitos, geramos mesas de debates, rodas de leituras, workshops e cursos. Por isso, neste momento de dificuldade queremos continuar a exercer nossa função social, que faz parte do nosso ofício de comunicar e se relacionar. 

A relação é a nossa maior fonte de inspiração.

Durante a existência desse projeto, iremos doar e distribuir 300 kits Higiene para a população carente do entorno do Espaço Cia. da Revista, que compreende os bairros de Santa Cecília e Barra Funda. Esses kits serão compostos por escova e pasta de dentes, álcool gel, sabonete, máscara, absorvente e outros itens. 

Como estamos fechados sem poder espalhar arte por aí, vamos espalhar amor, compreensão e seguir nosso trabalho olhando para o outro, para quem mais precisa. 

Você pode fazer parte dessa equipe, da sua casa. 

 

 

A Cia. da Revista é formada pelos artistas Kleber Montanheiro, Natália Quadros, Paulo Vasconcelos, Gabriel Hernandes, Lua Negrão e Rodrigo Oliveira.

O grupo nasceu em 1997 com a proposta de investigar o Teatro de Revista, gênero que chegou ao Brasil no século XIX e que, a partir da década de 1920, ganhou as características que inspiram o trabalho de pesquisa da Companhia: estrutura fragmentada que engloba diversos gêneros em um único espetáculo, olhar crítico e irreverente sobre seu tempo e a presença da música como importante elemento narrativo. Durante os 23 anos que esteve em ação, a Cia. da Revista montou importantes espetáculos na história do  teatro paulistano, como Ópera do Malandro, de Chico Buarque de Holanda, que estreou no Centro Cultural Banco do Brasil em São Paulo e seguiu em temporada no Espaço Cia. da Revista, inaugurando a sede na al. Nothmann em 2014.

Em 2016, com o apoio do Proac Edital, a Cia. da Revista estreou o espetáculo “Um dez cem mil inimigos do povo”, uma criação dramatúrgica de Cássio Pires inspirada em “Um inimigo do Povo”, de Henrik Ibsen. Contemplada pelo prêmio Zé Renato, a peça cumpriu temporada popular e realizou apresentações gratuitas (com direito a transporte) para diferentes grupos periféricos da cidade de São Paulo.

O grupo foi contemplado com os prêmios FEMSA (categoria Melhor Atriz Coadjuvante em O Doente Imaginário, Sonho de uma Noite de Verão e A Odisséia de Arlequino; categoria Melhor Atriz em A Odisséia de Arlequino), APCA (melhor elenco, A Odisséia de Arlequino), FEMSA (melhor espetáculo, A Odisséia de Arlequino) e Cooperativa Paulista de Teatro (melhor espetáculo para es- paços não convencionais, A Odisséia de Arlequino). O diretor do grupo, Kleber Montanheiro, recebeu os prêmios APCA (Sonho de uma Noite de Verão) e FEMSA (A Odisséia de Arlequino), ambos como melhor diretor. Em 2012, foi indicada a dois prêmios Shell (Direção musical e dramaturgia) e dois prêmios Cooperativa Paulista de Teatro (Direção e direção musical) pelo espetáculo Cabeça de Papelão.

 

 

Espetáculos realizados

A Cor de Rosa – 1995 / 1999 

Kabarett – 1999 – 2000 

Caos 1-3 – 2006

MauDitas – 2006

Nem Aqui Nem Lá - 2006

O Doente Imaginário – 2007

Sonho de Uma Noite de Verão – 2008

A Odisséia de Arlequino – 2009

Kabarett (remontagem) – 2010 / 2011 

Cada Qual no Seu Barril– 2011 

Carnavalha – 2011

Cabeça de Papelão – 2012

Ópera do Malandro – 2014/2015

Um dez cem mil inimigos do povo – 2016

Ensaio Sobre a Lucidez - 2018/2019

Desbotou - 2019

 

 

O Espaço Cia. da Revista

O Espaço cia. da Revista está localizado na Al. Nothmann, 1135 - Santa Cecília - São Paulo, SP.

Em seus 400m2 conta com: palco (sala multiuso) com plateia móvel (99 lugares) em quatro arquibancadas com rodas e poltronas estofadas medindo no total da área cênica 14,00 x 14,00 m; 4 passarelas em torno de toda a área cênica para utilização artística a 3 metros do piso; 3 passarelas técnicas (urdimento) a 6 metros de altura do piso, totalizando 9 metros de pé direito; camarim com bancadas que recebe confortavelmente até 15 artistas por vez; área técnica para guarda de equipamentos; cozinha e dois banheiros no camarim; Hall com poltronas e mesas que recebe até 40 pessoas sentadas; cozinha e café, acervo de figurinos e ateliê de trabalho; escritório, bilheteria, e 4 banheiros para o público. O espaço está equipado com rampas de acesso para portadores de necessidades especiais, além de banheiro adaptado.

 

 

Além dos espetáculos e processos artísticos do grupo, o Espaço Cia. da Revista recebeu inúmeros shows, atividades formativas e espetáculos de teatro de outros grupos e produções, totalizando até março de 2020: 39 espetáculos, 49 shows, 04 exposições, 18 oficinas e atividades formativas, 20 leituras dramáticas, e 12 mesas de debate.

 

 

 

É muito fácil! Se você colaborar com alguma das categorias definidas, vai nos ajudar a manter o espaço e proporcionar ajuda a pessoas em situação de rua nesse momento tão difícil. Depois de encerrado o projeto entraremos em contato para combinar a entrega das recompensas oferecidas pelos nossos parceiros, pequenos produtores que nesse momento também precisam de apoio. 

Estamos ajudando uma grande rede de pessoas simultaneamente!

E tem mais: você receberá um relatório completo de tudo o que foi gasto na nossa campanha, para saber onde o dinheiro foi empregado com total transparência. Vamos informar quantitativamente e nominalmente quem recebeu os kits higiene e o custo de cada item.

 

 

Nós sabemos que se você está aqui é porque quer nos ajudar. Mas mesmo assim, queremos te agradecer com "mimos" incríveis. É a nossa forma simbólica e carinhosa de dizer: MUITO OBRIGADO!

Vamos lá:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nós sabemos que tudo isso vai passar. E que daqui a pouco vamos estar juntos novamente. Daqui um tempo continuaremos espalhando arte pela cidade.

Até breve. E cuidem-se. 

 

 

 

 

Kleber Montanheiro ainda não publicou nenhuma notícia.