Antena Zero - Rádio Independente |

Antena Zero - Rádio Independente

Uma web rádio independente que toca não só o que você quer ouvir, mas o que você precisa escutar


Projeto por: Flavio Fernandes
R$ 290,00
arrecadado por mês
meta R$ 3.000,00

13
assinantes

10%
arrecadado

Faça parte desse projeto!
Vire um assinante mensal.



ASSINATURAS
R$ 10 por mês
7 assinantes mensais
R$ 30 por mês
4 assinantes mensais
R$ 50 por mês
2 assinantes mensais
POR

Flavio Fernandes

Flavio Fernandes

A Antena Zero começou na casa do Flávio Chiclé, diretor da rádio, pela simples paixão de reunir uma galera que curte música pra ouvir uns sons. Depois de 6 anos, muitos lugares, programas e rolês diferentes, a Antena Zero se estabeleceu numa sala comercial no centro de São Paulo, onde o Chiclé vem todos os dias, de segunda à segunda, fazer a gravação de cada um dos mais de 30 programas que vão ao ar. 

A programação musical rola 24 horas por dia, 7 dias por semana. De madrugada, das 2h às 6h, tem o soft rock de boa. Durante o dia, das 6h às 18h, é música atrás de música: punk, metal, grunge, dance, synth, prog, indie, goth, psychobilly, 50s, 60s, 70s, 80s, 90s, 00s. À noite começam os programas, a cada hora um diferente. E aí, além de música, tem também ativismo, feminismo, jornalismo, esporte, cinema, entrevistas, e muita história.

O espaço da rádio é muito vivo. Tem sempre alguém gravando, alguém visitando, banda sendo entrevistada e apresentadores trocando ideia. Pra manter esse espaço rolando todos os dias o Flávio Chiclé e os outros dois sócios, o Edu Abreu e o Jeff Bem, bancam as contas do próprio bolso e contam com a contribuição dos colaboradores de R$30 por mês. A Laura Catta Preta faz as redes socais, organiza as gravações e grava alguns programas, e o Ramis Al Bud edita os vídeos do canal do YouTube e dá um help nas gravações também.

O dinheiro da 1a meta é imprescindível para o pagamento das contas de luz e internet e remuneração de transporte e comida de quem já doa tempo e trabalho pela rádio todos os dias. A segunda prioridade é investir em divulgar a rádio. Atualmente a comunicação é feita de forma orgânica e colaborativa.

A Antena Zero também quer usar os recursos para expandir e abrir outras rádios, aproveitando a estrutura física e o estúdio: uma rádio sobre cultura feminina, uma sobre cultura negra e uma só de metal. Essas rádios vão derivar de vários programas que já temos na programação. O investimento pretende remunerar pessoas especializadas para coordenar cada uma dessas rádios e também o gasto com servidor.

APOIADORES DE R$10
+ Serão agradecidos em nossas rede social e no programa favorito. 

APOIADORES DE R$30
+ Serão agradecidos em nossas redes sociais e no programa favorito. 
+ Participarão de sorteios mensais exclusivos.

APOIADORES DE R$50
+ Serão agradecidos em nossas redes sociais e no programa favorito. 
+ Participarão de sorteios mensais exclusivos.
+ Participarão do programa favorito.


Não tem cartão de crédito e quer apoiar a Antena Zero?

Envie um e-mail para radioantenazero@gmail.com para receber os dados.


 

Flavio Fernandes ainda não publicou nenhuma notícia.

A Antena Zero começou na casa do Flávio Chiclé, diretor da rádio, pela simples paixão de reunir uma galera que curte música pra ouvir uns sons. Depois de 6 anos, muitos lugares, programas e rolês diferentes, a Antena Zero se estabeleceu numa sala comercial no centro de São Paulo, onde o Chiclé vem todos os dias, de segunda à segunda, fazer a gravação de cada um dos mais de 30 programas que vão ao ar. 

A programação musical rola 24 horas por dia, 7 dias por semana. De madrugada, das 2h às 6h, tem o soft rock de boa. Durante o dia, das 6h às 18h, é música atrás de música: punk, metal, grunge, dance, synth, prog, indie, goth, psychobilly, 50s, 60s, 70s, 80s, 90s, 00s. À noite começam os programas, a cada hora um diferente. E aí, além de música, tem também ativismo, feminismo, jornalismo, esporte, cinema, entrevistas, e muita história.

O espaço da rádio é muito vivo. Tem sempre alguém gravando, alguém visitando, banda sendo entrevistada e apresentadores trocando ideia. Pra manter esse espaço rolando todos os dias o Flávio Chiclé e os outros dois sócios, o Edu Abreu e o Jeff Bem, bancam as contas do próprio bolso e contam com a contribuição dos colaboradores de R$30 por mês. A Laura Catta Preta faz as redes socais, organiza as gravações e grava alguns programas, e o Ramis Al Bud edita os vídeos do canal do YouTube e dá um help nas gravações também.

O dinheiro da 1a meta é imprescindível para o pagamento das contas de luz e internet e remuneração de transporte e comida de quem já doa tempo e trabalho pela rádio todos os dias. A segunda prioridade é investir em divulgar a rádio. Atualmente a comunicação é feita de forma orgânica e colaborativa.

A Antena Zero também quer usar os recursos para expandir e abrir outras rádios, aproveitando a estrutura física e o estúdio: uma rádio sobre cultura feminina, uma sobre cultura negra e uma só de metal. Essas rádios vão derivar de vários programas que já temos na programação. O investimento pretende remunerar pessoas especializadas para coordenar cada uma dessas rádios e também o gasto com servidor.

APOIADORES DE R$10
+ Serão agradecidos em nossas rede social e no programa favorito. 

APOIADORES DE R$30
+ Serão agradecidos em nossas redes sociais e no programa favorito. 
+ Participarão de sorteios mensais exclusivos.

APOIADORES DE R$50
+ Serão agradecidos em nossas redes sociais e no programa favorito. 
+ Participarão de sorteios mensais exclusivos.
+ Participarão do programa favorito.


Não tem cartão de crédito e quer apoiar a Antena Zero?

Envie um e-mail para radioantenazero@gmail.com para receber os dados.


 

Flavio Fernandes ainda não publicou nenhuma notícia.