Salvaguarda de Palco Teatral |

Salvaguarda de Palco Teatral

Um grupo de jovens artistas que compõem o Ponto de Cultura e Grupo de Teatro Um Ponto Dois realizam este financiamento coletivo para salvaguardar palco cultura

Projeto por: Lucas Alcides Justino
R$ 586,00
arrecadado
meta R$ 10.000,00

13 benfeitores
apoiaram essa campanha

Não foi dessa vez :/

A meta de arrecadação não foi atingida e todas as colaborações foram estornadas. Obrigado pelo apoio ainda assim!

POR

Lucas Alcides Justino

Lucas Alcides Justino
R$ 10
Lua
Seja o primeiro a apoiar!
As doações serão revertidas em ingressos para a serem doados para crianças, jovens e idosos em situação de vulnerabilidade social. O benfeitor contará com: registro de seu nome no livro ouro do Ponto de Cultura Um Ponto Dois e link para assistir a gravação do nosso último espetáculo e participar de um bate-papo virtual com parte do elenco.
R$ 35 + FRETE
Sol
2 benfeitores apoiando
As doações serão revertidas em ingressos a serem doados para crianças, jovens e idosos em situação de vulnerabilidade social. O benfeitor contará com: registro de seu nome no livro ouro do Ponto de Cultura Um Ponto Dois; link para assistir a gravação do nosso último espetáculo e participar de um bate-papo virtual com parte do elenco e cartão postal personalizado e assinado por todo o Grupo Um Ponto Dois.
R$ 50 + FRETE
Estrelas
Seja o primeiro a apoiar!
As doações serão revertidas em ingressos a serem doados para crianças, jovens e idosos em situação de vulnerabilidade social. O benfeitor contará com: agradecimento personalizado no Instagram; registro de seu nome no livro ouro do Ponto de Cultura Um Ponto Dois; link para assistir a gravação do nosso último espetáculo e participar de um bate-papo virtual com parte do elenco; imã e cartão postal personalizado assinado por todo o Grupo Um Ponto Dois.
R$ 100 + FRETE
Eclipse
Seja o primeiro a apoiar!
As doações serão revertidas em ingressos a serem doados para crianças, jovens e idosos em situação de vulnerabilidade social. O benfeitor contará com: agradecimento personalizado no Instagram; registro de seu nome no livro ouro do Ponto de Cultura Um Ponto Dois; link para assistir a gravação do nosso último espetáculo e participar de um bate-papo virtual com parte do elenco; imã, chaveiro e cartão portal personalizado assinado por todo o Grupo Um Ponto Dois.

SOBRE O PROJETO

 

 

Figura 1 - Arquivo da Internet: TrupeAçu (Palco montado)
 

 

O Palco em questão pertenceu a um ponto de cultura em Palmas/TO, que encerrou suas atividades, e foi nele que o Grupo Um Ponto Dois de teatro realizou suas primeiras apresentações, como a adaptação de Saltimbancos (2013), Feiurinha (2014) e João e Maria: Uma Aventura no Cerrado (2015). Foi lá que nosso grupo se consolidou e por esta significância e simbologia, este palco carrega imensa importância para todos nós do grupo.

 

Figura 2 - Transporte do palco 

 

Vale ressaltar que o Palco está completo. Possui madeiras de qualidade, todas suas ferragens para sua sustentação, estrutura superior para coxias e as cortinas. Assim com visto nas imagens aqui publicadas.

 

Figura 3 - Transporte do palco

 

Figura 4 - Arquivo Um Ponto Dois: Adaptação Saltimbancos (2013) 

 

OBJETIVOS DO FINANCIAMENTO COLETIVO

Infelizmente o Ponto de Cultura que abrigava o palco encerrou suas atividades, e, portanto, o palco que nos serviu durante muito tempo foi colocado a venda. Com o sentimento e o dever de preservar um símbolo tão importante para nós e também para a cultura tocantinense, todos os integrantes do Grupo Um Ponto Dois realizaram um empréstimo e adquiriram o palco e agora buscam nesse financiamento coletivo os meios necessários para pagar o empréstimo e salvaguardar o palco. 

Figura 5 - Montagem do Tablado

Nosso intuito é manter este palco ativo por meio do nosso Ponto de Cultura (Um Ponto Dois), preservando sua história e abrindo possibilidades para que artistas, grupos e coletivos possam também criar sua história através dele.

 

 

Figura 6 - Montagem do Tablado

QUEM SOMOS

O Grupo Um Ponto Dois de teatro nasceu no ano de 2012 por meio da atuação do diretor e professor Lucas Justino em uma escola pública de Palmas. Os anos se passaram e o grupo mantém, durante todo esse tempo, a sua essência de um espaço de experimentação teatral, fortemente ligada as manifestações de caráter popular, enaltecendo a literatura nacional, suas lendas, mitos e histórias da região centro-oeste do país. Para tanto utiliza-se dos elementos do teatro de animação, reforçando o estímulo ao teatro e a contação de histórias de geração em geração.

Em 2016 o grupo foi reconhecido por suas atividades sociais como Ponto de Cultura pelo Ministério da Cultura e desde então fortificou sua atuação social. Hoje além de atuar de forma itinerante, levando espetáculos e formação em teatro para escolas, praças, comunidades e outros, também recebe residentes que acompanham todos os processos de gestão, produção e criação do Grupo de Teatro e do Ponto de Cultura. Nesse sentido, além de preservar a história do palco, também poderemos criar novas histórias juntamente com a comunidade tocantinense.

Figura 7 - Arquivo Um Ponto Dois: As Histórias que vou te contar (2020)

RECOMPENSAS

Como uma das recompensas, o Grupo Um Ponto Dois reverterá o valor arrecadado em ingressos a serem doados para crianças, jovens e idosos em situação de vulnerabilidade social, em suas apresentações presenciais pós pandemia. Os doadores também receberão o link para assistirem à exibição do último espetáculo do Grupo “As histórias que vou te contar” e participarem de bate-papo com os atores e diretor de modo virtual.

Figura 8 - Arquivo Um Ponto Dois: As histórias que vou te contar (2020)

PRECISAMOS DA SUA AJUDA

Com o desejo imenso de tornar esse sonho uma realidade coletiva, pedimos ajuda a você que, assim como nós, ama e incentiva a arte e a cultura! Vem conosco fazer esse sonho se tornar realidade!


https://www.grupoumpontodois.blogspot.com/       -  @grupoumpontodois

Lucas Alcides Justino ainda não publicou nenhuma notícia.

SOBRE O PROJETO

 

 

Figura 1 - Arquivo da Internet: TrupeAçu (Palco montado)
 

 

O Palco em questão pertenceu a um ponto de cultura em Palmas/TO, que encerrou suas atividades, e foi nele que o Grupo Um Ponto Dois de teatro realizou suas primeiras apresentações, como a adaptação de Saltimbancos (2013), Feiurinha (2014) e João e Maria: Uma Aventura no Cerrado (2015). Foi lá que nosso grupo se consolidou e por esta significância e simbologia, este palco carrega imensa importância para todos nós do grupo.

 

Figura 2 - Transporte do palco 

 

Vale ressaltar que o Palco está completo. Possui madeiras de qualidade, todas suas ferragens para sua sustentação, estrutura superior para coxias e as cortinas. Assim com visto nas imagens aqui publicadas.

 

Figura 3 - Transporte do palco

 

Figura 4 - Arquivo Um Ponto Dois: Adaptação Saltimbancos (2013) 

 

OBJETIVOS DO FINANCIAMENTO COLETIVO

Infelizmente o Ponto de Cultura que abrigava o palco encerrou suas atividades, e, portanto, o palco que nos serviu durante muito tempo foi colocado a venda. Com o sentimento e o dever de preservar um símbolo tão importante para nós e também para a cultura tocantinense, todos os integrantes do Grupo Um Ponto Dois realizaram um empréstimo e adquiriram o palco e agora buscam nesse financiamento coletivo os meios necessários para pagar o empréstimo e salvaguardar o palco. 

Figura 5 - Montagem do Tablado

Nosso intuito é manter este palco ativo por meio do nosso Ponto de Cultura (Um Ponto Dois), preservando sua história e abrindo possibilidades para que artistas, grupos e coletivos possam também criar sua história através dele.

 

 

Figura 6 - Montagem do Tablado

QUEM SOMOS

O Grupo Um Ponto Dois de teatro nasceu no ano de 2012 por meio da atuação do diretor e professor Lucas Justino em uma escola pública de Palmas. Os anos se passaram e o grupo mantém, durante todo esse tempo, a sua essência de um espaço de experimentação teatral, fortemente ligada as manifestações de caráter popular, enaltecendo a literatura nacional, suas lendas, mitos e histórias da região centro-oeste do país. Para tanto utiliza-se dos elementos do teatro de animação, reforçando o estímulo ao teatro e a contação de histórias de geração em geração.

Em 2016 o grupo foi reconhecido por suas atividades sociais como Ponto de Cultura pelo Ministério da Cultura e desde então fortificou sua atuação social. Hoje além de atuar de forma itinerante, levando espetáculos e formação em teatro para escolas, praças, comunidades e outros, também recebe residentes que acompanham todos os processos de gestão, produção e criação do Grupo de Teatro e do Ponto de Cultura. Nesse sentido, além de preservar a história do palco, também poderemos criar novas histórias juntamente com a comunidade tocantinense.

Figura 7 - Arquivo Um Ponto Dois: As Histórias que vou te contar (2020)

RECOMPENSAS

Como uma das recompensas, o Grupo Um Ponto Dois reverterá o valor arrecadado em ingressos a serem doados para crianças, jovens e idosos em situação de vulnerabilidade social, em suas apresentações presenciais pós pandemia. Os doadores também receberão o link para assistirem à exibição do último espetáculo do Grupo “As histórias que vou te contar” e participarem de bate-papo com os atores e diretor de modo virtual.

Figura 8 - Arquivo Um Ponto Dois: As histórias que vou te contar (2020)

PRECISAMOS DA SUA AJUDA

Com o desejo imenso de tornar esse sonho uma realidade coletiva, pedimos ajuda a você que, assim como nós, ama e incentiva a arte e a cultura! Vem conosco fazer esse sonho se tornar realidade!


https://www.grupoumpontodois.blogspot.com/       -  @grupoumpontodois

Lucas Alcides Justino ainda não publicou nenhuma notícia.