[BA] Salve o comércio local - Salvador |

[BA] Salve o comércio local - Salvador

Colabore para ajudarmos pequenos empreendedores com vouchers de R$300 no bairro Uruguai (Bahia) durante o isolamento social.

Projeto por: Visão Mundial
R$ 30.000,00
arrecadado
meta R$ 30.000,00

3 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Visão Mundial

Visão Mundial
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!

A marca Alelo ficará responsável pelos vouchers multi-propósito que serão distribuídos para os beneficiários. Cada voucher terá o valor de R$ 300,00 e serão distribuídos para 40 micro e pequenos empreendedores do bairro do Uruguai durante 2 meses. Os beneficiários serão mapeados com o apoio do Banco Comunitário Santa Luzia, e receberão o cartão por correio ou em mãos, caso necessário, tomando as todas as medidas de precaução, como o uso de luvas e máscaras, sem que aglomerações se formem. Por meio desse auxílio financeiro, os empreendedores terão maior segurança financeira para enfrentarem a redução econômica proveniente das medidas de prevenção e proteção contra o COVID-19 ao possuírem mais recursos para manter seus estabelecimentos.

A Visão Mundial é uma organização não governamental instituída e registrada no Brasil desde 1975 voltada para o desenvolvimento econômico, educação, advocacy e resposta a situações de emergência. Buscamos garantir condições de vida mais justas, em especial às crianças e comunidades em situação de vulnerabilidade, principalmente o combate da violência contra as crianças. Proporcionando, através de programas, apadrinhamentos e campanhas de advocacy, a oportunidade de alcançar a vida em sua plenitude, independente de religião, raça, etnia ou gênero. No Brasil atuamos diretamente em comunidades e, sobretudo com parceiros locais devidamente registrados, sejam associações, igrejas, clubes ou organizações comunitárias. Em relação à resposta emergencial do COVID-19, a Visão Mundial Brasil já beneficiou:

  • 193,206 pessoas impactadas por campanhas de higiene
  • 18,010 pais e cuidadores apoiados com itens de higiene para toda a sua família (impacto indireto de 72,000 pessoas)
  • 28,212 materiais impressos foram distribuídos com mensagens chave sobre prevenção, protocolos de cuidado e medidas de higiene
  • 45,000 crianças beneficiárias de caixas de ternura distribuídas com itens pedagógicos e educativos
  • 16,252 famílias estão recebendo cestas básicas regularmente

A Associação de Moradores do Conjunto Santa Luzia é uma organização da sociedade civil, não empresarial, sem fins lucrativos, com sede, foro e Jurisdição no território do município de Salvador (BA). Seu princípio básico é “Valorização das pessoas e respeito às diferenças” e temos como missão “Lutar para formar cidadãos aptos para combater as desigualdades e buscar soluções dos problemas e desafios da sociedade, e cada vez mais criar mecanismos de luta em defesa de uma qualidade de vida para os seus moradores na formação ética, social e humana”. A Associação implementa as ações do Banco Comunitário no bairro do Uruguai.

O projeto será desenvolvido no bairro do Uruguai, em Salvador. A região é composta por diversas famílias, majoritariamente negras e pardas, de baixa renda. Muitos problemas socioeconômicos são evidentes como: a discriminação racial, alto índice de desemprego, tráfico de drogas, violência contra crianças, adolescentes e mulheres.

Apesar da gravidade do COVID-19, muitos estabelecimentos do bairro não estão respeitando o isolamento social, pois não podem se dar ao luxo de simplesmente fecharem suas portas, já que dependem da renda diária de seus comércios. Dessa forma, os vouchers permitirão que esses pequenos empreendedores consigam manter seus negócios e seguirem protegidos durante a pandemia.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Visão Mundial ainda não publicou nenhuma notícia.

A marca Alelo ficará responsável pelos vouchers multi-propósito que serão distribuídos para os beneficiários. Cada voucher terá o valor de R$ 300,00 e serão distribuídos para 40 micro e pequenos empreendedores do bairro do Uruguai durante 2 meses. Os beneficiários serão mapeados com o apoio do Banco Comunitário Santa Luzia, e receberão o cartão por correio ou em mãos, caso necessário, tomando as todas as medidas de precaução, como o uso de luvas e máscaras, sem que aglomerações se formem. Por meio desse auxílio financeiro, os empreendedores terão maior segurança financeira para enfrentarem a redução econômica proveniente das medidas de prevenção e proteção contra o COVID-19 ao possuírem mais recursos para manter seus estabelecimentos.

A Visão Mundial é uma organização não governamental instituída e registrada no Brasil desde 1975 voltada para o desenvolvimento econômico, educação, advocacy e resposta a situações de emergência. Buscamos garantir condições de vida mais justas, em especial às crianças e comunidades em situação de vulnerabilidade, principalmente o combate da violência contra as crianças. Proporcionando, através de programas, apadrinhamentos e campanhas de advocacy, a oportunidade de alcançar a vida em sua plenitude, independente de religião, raça, etnia ou gênero. No Brasil atuamos diretamente em comunidades e, sobretudo com parceiros locais devidamente registrados, sejam associações, igrejas, clubes ou organizações comunitárias. Em relação à resposta emergencial do COVID-19, a Visão Mundial Brasil já beneficiou:

  • 193,206 pessoas impactadas por campanhas de higiene
  • 18,010 pais e cuidadores apoiados com itens de higiene para toda a sua família (impacto indireto de 72,000 pessoas)
  • 28,212 materiais impressos foram distribuídos com mensagens chave sobre prevenção, protocolos de cuidado e medidas de higiene
  • 45,000 crianças beneficiárias de caixas de ternura distribuídas com itens pedagógicos e educativos
  • 16,252 famílias estão recebendo cestas básicas regularmente

A Associação de Moradores do Conjunto Santa Luzia é uma organização da sociedade civil, não empresarial, sem fins lucrativos, com sede, foro e Jurisdição no território do município de Salvador (BA). Seu princípio básico é “Valorização das pessoas e respeito às diferenças” e temos como missão “Lutar para formar cidadãos aptos para combater as desigualdades e buscar soluções dos problemas e desafios da sociedade, e cada vez mais criar mecanismos de luta em defesa de uma qualidade de vida para os seus moradores na formação ética, social e humana”. A Associação implementa as ações do Banco Comunitário no bairro do Uruguai.

O projeto será desenvolvido no bairro do Uruguai, em Salvador. A região é composta por diversas famílias, majoritariamente negras e pardas, de baixa renda. Muitos problemas socioeconômicos são evidentes como: a discriminação racial, alto índice de desemprego, tráfico de drogas, violência contra crianças, adolescentes e mulheres.

Apesar da gravidade do COVID-19, muitos estabelecimentos do bairro não estão respeitando o isolamento social, pois não podem se dar ao luxo de simplesmente fecharem suas portas, já que dependem da renda diária de seus comércios. Dessa forma, os vouchers permitirão que esses pequenos empreendedores consigam manter seus negócios e seguirem protegidos durante a pandemia.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Visão Mundial ainda não publicou nenhuma notícia.