Salve quem me ensinou |

Salve quem me ensinou

Festival de Circo de Taquaruçu mobilizando para salvar mestras e mestres da cultura popular

Projeto por: Festival de Circo de Taquaruçu
R$ 6.285,00
arrecadado
meta R$ 5.000,00

90 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Festival de Circo de Taquaruçu

Festival de Circo de Taquaruçu
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
14 benfeitores apoiando
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
13 benfeitores apoiando
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
3 benfeitores apoiando
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
12 benfeitores apoiando
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
3 benfeitores apoiando
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
2 benfeitores apoiando
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!

Toda a arte que você vê no palco, no picadeiro, nas praças e nas ruas, veio muito antes de nós. E por trás de tudo aquilo que nos emociona tem sempre um nome, uma mestra ou mestre que quase sempre não conhecemos.

Esse ano o Festival de Circo de Taquaruçu dedica sua 7a edição à três dessas personalidades, homenageando grandes mestres da cultura popular brasileira que precisam da sua ajuda para sobreviver em meio ao caos provocado pela pandemia. Reverenciamos o legado cultural da Dona Aurida do Prato, grande mestra sambadeira, atuante no bairro da Ilhota, em Vera Cruz na Ilha de Itaparica, Bahia.

Sua doação também vai ajudar o povo Krahô, do Norte do Tocantins, de onde vêm os mestres Hotxuá, sacerdotes do riso do seu povo. Sua doação também irá ajudar um dos grandes mestres palhaços brasileiros, José de Abreu Brasil. Conhecido como Palhaço Pimenta, é responsável pela inspiração e o ensino das artes do picadeiro para várias gerações de artistas do nordeste.

Não importa de onde você seja, Com certeza o legado de Pimenta, Aurinda e dos hotxuá já chegaram até você de alguma forma. Seja em uma referência que inspirou um samba, na cena de algum palhaço ou em uma roda de capoeira. Eles estão alí.

Chegou a hora de valorizar esse legado e, muito mais que isso, de solidarizar com as dificuldades que esses mestres e mestra estão vivendo neste momento. Doe o quanto puder. Contribua quantas vezes puder. Ajude a divulgar esta campanha, compartilhando pelo whats, por email ou nas suas redes sociais.

SOBRE NOSSAS METAS E DESTINAÇÃO

Dividimos nossa campanha em 3 etapas com a meta final de R$15 mil. Na primeira etapa, com a meta emergencial de R$ 5.000 na primeira semana , iremos auxilar as necessidades básicas de Donna Aurinda, Pimenta e do povo Kraô, destinando para cada um deles o valor de R$ 1,5 mil .para a compra de alimentos e outros produtos básicos. Nesta etapa, 10% do valor (R$500) será destinado para a Associação Cia Os Kaco, que desenvolvem há 7 anos projetos de circo social e atualmente estão com suas atividades suspensas, impactando na vida de várias famílias de profissionais do circo.

Na segunda etapa esperamos ampliar a arrecadação para R$10 mil. Com isso conseguiremos contriuir com melhoria estruturais nos centros culturais nossas mestras e mestres, destinando para cada um deles R$ 2.700. Queremos ajudar Dona Aurinda do Prato (BA) a restaurar o telhado do seu centro cultural, ajudar o  Mestre Palhaço Pimenta (CE) realizar pequenas reformas no seu circo para reabrí-lo após a quarentena,  e contribuir para a Associação Hotxwa Cia Hiken garantir acesso a combustível, remédios e transporte para hospitais quando necessário. Nesta etapa R$ 1.900 será destinado à Associação Cia Os Kaco, para auxiliar as famílias de artistas que integram a associação e estão impedidas de trabalhar durante a pandemia. 

Todos estes mestres e mestra da nossa cultura popular estão em plena produção e nós precisamos que continuem a fazer arte e a construir continuamente a identidade cultural do nosso país. Nesta 3a etapa, contamos com seu apoio para ampliar a arecadação para R$ 15 mil. Com o total de R$ 4 mil para cada homenageado queremos auxiliar Mestra Aurinda do Prato (BA), Mestre Palhaço Pimenta (CE) e os Sacerdotes do Riso do Provo Krahô - Hotxuá (TO) a continuarem se expressando nesse novo contexto de isolamento social. Com seu apoio estimularemos novas produções online de todos nossos homenageados. 30% desse valor será usado pela Associação Cia OS Kaco para auxiliar as famílias de artistas integradas a ela, além de pagar o custo de produção midiática desta campanha e contribuir com os custos de realização do Festival de Circo de Taquaruçu.

#SalveQuemMeEnsinou

Uma campanha do 7° Festival de Circo de Taquaruçu. Realização Circo Os Kaco

Festival de Circo de Taquaruçu ainda não publicou nenhuma notícia.

Toda a arte que você vê no palco, no picadeiro, nas praças e nas ruas, veio muito antes de nós. E por trás de tudo aquilo que nos emociona tem sempre um nome, uma mestra ou mestre que quase sempre não conhecemos.

Esse ano o Festival de Circo de Taquaruçu dedica sua 7a edição à três dessas personalidades, homenageando grandes mestres da cultura popular brasileira que precisam da sua ajuda para sobreviver em meio ao caos provocado pela pandemia. Reverenciamos o legado cultural da Dona Aurida do Prato, grande mestra sambadeira, atuante no bairro da Ilhota, em Vera Cruz na Ilha de Itaparica, Bahia.

Sua doação também vai ajudar o povo Krahô, do Norte do Tocantins, de onde vêm os mestres Hotxuá, sacerdotes do riso do seu povo. Sua doação também irá ajudar um dos grandes mestres palhaços brasileiros, José de Abreu Brasil. Conhecido como Palhaço Pimenta, é responsável pela inspiração e o ensino das artes do picadeiro para várias gerações de artistas do nordeste.

Não importa de onde você seja, Com certeza o legado de Pimenta, Aurinda e dos hotxuá já chegaram até você de alguma forma. Seja em uma referência que inspirou um samba, na cena de algum palhaço ou em uma roda de capoeira. Eles estão alí.

Chegou a hora de valorizar esse legado e, muito mais que isso, de solidarizar com as dificuldades que esses mestres e mestra estão vivendo neste momento. Doe o quanto puder. Contribua quantas vezes puder. Ajude a divulgar esta campanha, compartilhando pelo whats, por email ou nas suas redes sociais.

SOBRE NOSSAS METAS E DESTINAÇÃO

Dividimos nossa campanha em 3 etapas com a meta final de R$15 mil. Na primeira etapa, com a meta emergencial de R$ 5.000 na primeira semana , iremos auxilar as necessidades básicas de Donna Aurinda, Pimenta e do povo Kraô, destinando para cada um deles o valor de R$ 1,5 mil .para a compra de alimentos e outros produtos básicos. Nesta etapa, 10% do valor (R$500) será destinado para a Associação Cia Os Kaco, que desenvolvem há 7 anos projetos de circo social e atualmente estão com suas atividades suspensas, impactando na vida de várias famílias de profissionais do circo.

Na segunda etapa esperamos ampliar a arrecadação para R$10 mil. Com isso conseguiremos contriuir com melhoria estruturais nos centros culturais nossas mestras e mestres, destinando para cada um deles R$ 2.700. Queremos ajudar Dona Aurinda do Prato (BA) a restaurar o telhado do seu centro cultural, ajudar o  Mestre Palhaço Pimenta (CE) realizar pequenas reformas no seu circo para reabrí-lo após a quarentena,  e contribuir para a Associação Hotxwa Cia Hiken garantir acesso a combustível, remédios e transporte para hospitais quando necessário. Nesta etapa R$ 1.900 será destinado à Associação Cia Os Kaco, para auxiliar as famílias de artistas que integram a associação e estão impedidas de trabalhar durante a pandemia. 

Todos estes mestres e mestra da nossa cultura popular estão em plena produção e nós precisamos que continuem a fazer arte e a construir continuamente a identidade cultural do nosso país. Nesta 3a etapa, contamos com seu apoio para ampliar a arecadação para R$ 15 mil. Com o total de R$ 4 mil para cada homenageado queremos auxiliar Mestra Aurinda do Prato (BA), Mestre Palhaço Pimenta (CE) e os Sacerdotes do Riso do Provo Krahô - Hotxuá (TO) a continuarem se expressando nesse novo contexto de isolamento social. Com seu apoio estimularemos novas produções online de todos nossos homenageados. 30% desse valor será usado pela Associação Cia OS Kaco para auxiliar as famílias de artistas integradas a ela, além de pagar o custo de produção midiática desta campanha e contribuir com os custos de realização do Festival de Circo de Taquaruçu.

#SalveQuemMeEnsinou

Uma campanha do 7° Festival de Circo de Taquaruçu. Realização Circo Os Kaco

Festival de Circo de Taquaruçu ainda não publicou nenhuma notícia.