Síndroma - um musical original |

Síndroma - um musical original

Sem aguentar o sofrimento do mundo real, Corina foge para Síndroma. Entre realidade e fantasia, tenta descobrir propósitos para sua vida.

Projeto por: Vivian Vecchi Ruiz Teonácio dos Santos
R$ 11.110,00
arrecadado
meta R$ 10.000,00

105 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Vivian Vecchi Ruiz Teonácio dos Santos

Vivian Vecchi Ruiz Teonácio dos Santos
R$ 15
Chá de Camomila
16 benfeitores apoiando
- Agradecimento especial no programa do espetáculo
R$ 30
Suco de Maracujá
18 benfeitores apoiando
- Agradecimento especial no programa do espetáculo - Cartaz autografado pelo elenco
R$ 50
Alprazolam
22 benfeitores apoiando
- Agradecimento especial no programa do espetáculo - Cartaz autografado pelo elenco - Ímã de geladeira do musical
R$ 80
Rivotril
7 benfeitores apoiando
- Agradecimento especial no programa do espetáculo - Cartaz autografado pelo elenco - Ímã de geladeira do musical - Chaveiro do musical
R$ 100
Frontal
27 benfeitores apoiando
- Agradecimento especial no programa do espetáculo - Cartaz autografado pelo elenco - Chaveiro do musical - Caneca do musical
R$ 150
Sertralina
13 benfeitores apoiando
- Agradecimento especial no programa do espetáculo - Cartaz autografado pelo elenco - Chaveiro do musical - Caneca do musical - Camiseta do musical
R$ 250
Clozapina
7 benfeitores apoiando
- Agradecimento especial no programa do espetáculo - Cartaz autografado pelo elenco - Chaveiro do musical - Caneca do musical - Camiseta do musical - 1 ingresso para o musical
R$ 500
Diazepam na veia
2 benfeitores apoiando
- Agradecimento especial no programa do espetáculo - Agradecimento especial nas redes - Ímã do musical - Cartaz autografado pelo elenco - Chaveiro do musical - Caneca do musical - Camiseta do musical - 1 ingresso para o musical - 1 ingresso para o pocket show de Jay Vaquer no Ceftem
R$ 1.000
Camisa de força
1 benfeitor apoiando
- Agradecimento especial no programa do espetáculo - Agradecimento especial nas redes - 2 cartazes autografados pelo elenco - 2 ímãs do musical - 2 chaveiros do musical - 2 canecas do musical - 2 camisetas do musical - 2 ingressos para o musical - 2 ingressos para o pocket show de Jay Vaquer no Ceftem

Esse musical original conta a história de Corina, uma jovem que, por mais que procure na família, na religião, nos livros, nos remédios, não encontra propósito para a sua vida. Sem conseguir suportar o ambiente hostil em que vive, ela acaba fugindo para o reino de Síndroma e, entre realidade, fantasia e memórias, tenta descobrir a si mesma.

A peça fala sobre questões psicológicas, crenças e a falta delas, o mundo que nos adoece, amor próprio, a busca incessante que todos temos de nos encontrar, e muitas outras questões tão particulares e, ao mesmo tempo, tão universais.

A autoria e as músicas são de Jay Vaquer, que, além de ter uma longa caminhada na música e no teatro, trabalha no projeto há mais de sete anos. Entre mudanças e aperfeiçoamentos do texto, montou o espetáculo em 2015, ainda com o nome de "Cinza". Com dez músicas retiradas da peça, Jay gravou o álbum "Ecos do Acaso e Casos de Caos", que foi indicado ao Grammy Latino em 2018 na categoria Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa.

As coreografias e direção de movimento são de Clara da Costa, que trabalhou em musicais como "70? Divino Maravilhoso - Doc Musical" e coreografou musicais como "Matilda", "Rapsódia" e "Aconteceu de Acontecer Assim". A coordenação pedagógica e supervisão geral fica a cargo de Reiner Tenente, que trabalhou em musicais como "Cantando na Chuva", "Tim Maia - Vale Tudo" e "Company".

A peça é uma prática de montagem do Ceftem, escola de teatro musical do Rio de Janeiro que realizou musicais de grande sucesso, também como práticas de montagem, como "Cartas Para Gonzaguinha", "Fame" e "Elis, a Musical".

Em meio a muito rock'n'roll e um texto cativante, "Síndroma" leva o espectador a diversos questionamentos e o convida a olhar ao redor com novos olhos. Nesse momento em que a cultura sofre grandes repressões, essa peça nos faz soltar nossa voz sem medo e falar sobre questões urgentes.

O financiamento coletivo visa cobrir os custos de produção (cenário, figurino, iluminação, sonorização e músicos) e com a sua ajuda conseguiremos trazer à tona a caótica fantasia desse lugar!

Vivian Vecchi Ruiz Teonácio dos Santos ainda não publicou nenhuma notícia.

Esse musical original conta a história de Corina, uma jovem que, por mais que procure na família, na religião, nos livros, nos remédios, não encontra propósito para a sua vida. Sem conseguir suportar o ambiente hostil em que vive, ela acaba fugindo para o reino de Síndroma e, entre realidade, fantasia e memórias, tenta descobrir a si mesma.

A peça fala sobre questões psicológicas, crenças e a falta delas, o mundo que nos adoece, amor próprio, a busca incessante que todos temos de nos encontrar, e muitas outras questões tão particulares e, ao mesmo tempo, tão universais.

A autoria e as músicas são de Jay Vaquer, que, além de ter uma longa caminhada na música e no teatro, trabalha no projeto há mais de sete anos. Entre mudanças e aperfeiçoamentos do texto, montou o espetáculo em 2015, ainda com o nome de "Cinza". Com dez músicas retiradas da peça, Jay gravou o álbum "Ecos do Acaso e Casos de Caos", que foi indicado ao Grammy Latino em 2018 na categoria Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa.

As coreografias e direção de movimento são de Clara da Costa, que trabalhou em musicais como "70? Divino Maravilhoso - Doc Musical" e coreografou musicais como "Matilda", "Rapsódia" e "Aconteceu de Acontecer Assim". A coordenação pedagógica e supervisão geral fica a cargo de Reiner Tenente, que trabalhou em musicais como "Cantando na Chuva", "Tim Maia - Vale Tudo" e "Company".

A peça é uma prática de montagem do Ceftem, escola de teatro musical do Rio de Janeiro que realizou musicais de grande sucesso, também como práticas de montagem, como "Cartas Para Gonzaguinha", "Fame" e "Elis, a Musical".

Em meio a muito rock'n'roll e um texto cativante, "Síndroma" leva o espectador a diversos questionamentos e o convida a olhar ao redor com novos olhos. Nesse momento em que a cultura sofre grandes repressões, essa peça nos faz soltar nossa voz sem medo e falar sobre questões urgentes.

O financiamento coletivo visa cobrir os custos de produção (cenário, figurino, iluminação, sonorização e músicos) e com a sua ajuda conseguiremos trazer à tona a caótica fantasia desse lugar!

Vivian Vecchi Ruiz Teonácio dos Santos ainda não publicou nenhuma notícia.