[SP] Solidariedade e autonomia |

[SP] Solidariedade e autonomia

Colabore para que a Serra Pelada enfrente a pandemia autonomamente e seja capaz de promover saúde, geração de renda e conhecimento dentro da comunidade.

Projeto por: Fernanda Suemi Yonamine Takemoto
R$ 16.197,00
arrecadado
meta R$ 30.000,00

33
benfeitores

53%
arrecadado

8
dias restantes

PARCELE SEU PAGAMENTO EM ATÉ 6 VEZES

Ajude-nos a bater nossa meta até 05/06/2020 - 23:59


POR

Fernanda Suemi Yonamine Takemoto

Fernanda Suemi Yonamine Takemoto
R$ 10 + FRETE
Vasos Pet Autoirrigáveis
Seja o primeiro a apoiar!
Vaso pet instalado nas farmácias vivas do Projeto de Autonomia.
R$ 15 + FRETE
Lambes Informativos
1 benfeitor apoiando
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
3 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
3 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!

Não encontrou o que queria?

Outro valor

O dinheiro arrecadado será utilizado para:

- a instalação das farmácias vivas, com a compra de ervas medicinais e pagamento de oficineiros.  A farmácia viva permite que a comunidade tenha autonomia e permanência em promoção de saúde, resgate saberes ancestrais, co-crie novas formas de se relacionar e conviver no local, passando a circular menos e, consequentemente, ter condições de cumprir a quarentena com saúde e saberes;

- a divulgação do projeto de autonomia, com a busca de compartilhamento de excedentes de materiais relacionados à prevenção do coronavírus e, também, para a divulgação dos serviços prestados pela comunidade visando à autosustentação realizada dentro do projeto de economia solidária (compra de equipamentos necessários à cozinha comunitária e para os EPIs dos membros do serviço de logística).

Somos um coletivo formado durante o período de pandemia, cujos membros são apoiadores e moradores da Serra Pelada. Possuímos histórico de atuação em comunidades, através de projetos ligados a direitos e em permacultura. Especificamente, nesta comunidade, projetos em permacultura são desenvolvidos há cinco anos. instagram e facebook: @autonomia.zn 

A Comunidade da Serra Pelada está localizada na zona norte de São Paulo e, muitos de seus e suas moradoras são trabalhadores informais, os quais, com a pandemia e seus reflexos socioeconômicos, encontram-se sem renda e sem outras formas de subsistência. 

Aliado a isso, há a dificuldade em cumprimento das recomendações ligadas às formas de prevenção ao Coronavírus, tendo em vista o tamanho, a quantidade de habitantes e as condições das moradias do local.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Fernanda Suemi Yonamine Takemoto ainda não publicou nenhuma notícia.

O dinheiro arrecadado será utilizado para:

- a instalação das farmácias vivas, com a compra de ervas medicinais e pagamento de oficineiros.  A farmácia viva permite que a comunidade tenha autonomia e permanência em promoção de saúde, resgate saberes ancestrais, co-crie novas formas de se relacionar e conviver no local, passando a circular menos e, consequentemente, ter condições de cumprir a quarentena com saúde e saberes;

- a divulgação do projeto de autonomia, com a busca de compartilhamento de excedentes de materiais relacionados à prevenção do coronavírus e, também, para a divulgação dos serviços prestados pela comunidade visando à autosustentação realizada dentro do projeto de economia solidária (compra de equipamentos necessários à cozinha comunitária e para os EPIs dos membros do serviço de logística).

Somos um coletivo formado durante o período de pandemia, cujos membros são apoiadores e moradores da Serra Pelada. Possuímos histórico de atuação em comunidades, através de projetos ligados a direitos e em permacultura. Especificamente, nesta comunidade, projetos em permacultura são desenvolvidos há cinco anos. instagram e facebook: @autonomia.zn 

A Comunidade da Serra Pelada está localizada na zona norte de São Paulo e, muitos de seus e suas moradoras são trabalhadores informais, os quais, com a pandemia e seus reflexos socioeconômicos, encontram-se sem renda e sem outras formas de subsistência. 

Aliado a isso, há a dificuldade em cumprimento das recomendações ligadas às formas de prevenção ao Coronavírus, tendo em vista o tamanho, a quantidade de habitantes e as condições das moradias do local.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Fernanda Suemi Yonamine Takemoto ainda não publicou nenhuma notícia.