VIVA CTO! |

VIVA CTO!

O Centro de Teatro do Oprimido, instituição de referência na metodologia sistematizada por Augusto Boal, precisa de sua ajuda para sobreviver à pandemia.


Projeto por: Centro de Teatro do Oprimido
R$ 2.360,00
arrecadado por mês
meta R$ 5.000,00

29
assinantes

47%
arrecadado

Faça parte desse projeto!
Vire um assinante mensal.



ASSINATURAS
R$ 10 por mês
4 assinantes mensais
R$ 20 por mês
5 assinantes mensais
R$ 40 por mês
8 assinantes mensais
R$ 60 por mês
5 assinantes mensais
R$ 100 por mês
5 assinantes mensais
POR

Centro de Teatro do Oprimido

Centro de Teatro do Oprimido

Como é de conhecimento geral, a pandemia do novo Corona Vírus atinge todo o mundo, já tendo atingido a marca de quase 1 milhão de infectados e quase 50 mil pessoas mortas no Brasil, até o presente momento. Sabendo que o Centro de Teatro do Oprimido atua com grupos de especificidades e que sua equipe também é formada por pessoas  que ficam ainda mais vulnerabilizados neste momento; pessoas faveladas, trabalhadoras domésticas, autônomas, integrantes de movimentos sociais; nos vimos obrigados a, no último dia 17 de março, paralisar nossas atividades por tempo indeterminado.

 

O momento, que já era de grande dificuldade devido ao término do Projeto Circuito Teatro do Oprimido 2018-2020, e às políticas de recrudecimento da cultura, praticadas pelos governos federal, estadual e municipal; tornou-se ainda mais difícil, pois quando não há projetos vigentes é por meio dos cursos, da residência internacional e da ocupação da casa que o CTO sobrevive; atividades estas que estão suspensas devido à pandemia.

 

Nos últimos dois anos, através do Projeto Circuito Teatro do Oprimido, impactamos mais de 250 pessoas, componentes dos 10 grupos que integram a instituição, sendo destes, 46% de mulheres negras. Chegamos ao número de 193 apresentações gratuitas, tendo atingido um público estimado em mais de seis mil pessoas. Realizamos oficinas gratuitas em escolas, universidades, periferias e favelas. Destinamos bolsas regularmente a parceiros de movimentos sociais e integrantes de grupos, que são em sua maioria coletivos de negros, LGBTQIA+ e favelados. Nosso objetivo é, a partir da democratização dos meios de produção teatrais, seguir construindo uma sociedade mais justa e humana pra todes.

 

 

Acreditando, portanto, nas possibilidades de autogestão e nas nossas redes de solidariedade, abrimos este crowdfuding (vaquinha online) com o objetivo de garantir a vida do Centro de Teatro do Oprimido em tempos de pandemia. Contamos com vocês que acompanham o trabalho desenvolvido pelo CTO ao longo destes mais de 30 anos de história, à frente da pesquisa, desenvolvimento e multiplicação do Método sistematizado por Augusto Boal, para que em breve possamos – juntos e juntas – continuar lutando pelo mundo que queremos.


Quem contribuir com valores entre R$10 e R$200 recebe periodicamente um agradecimento nas nossas redes sociais, bem como um convite especial virtual para todos os nossos eventos. Quem optar pela contribuição mensal acima de R$200, vai receber em casa todos os meses uma surpresa exclusiva do Centro de Teatro do Oprimido.

Também aceitamos outras doações via depósito/tranferência bancária:

Banco do Brasil - CTO administração
Conta Corrente: 18075-0
Agência: 0392-1
CNPJ: 01.633.889.0001-07

 

The Center for Theater of the Oppressed, the institution of reference for the most used theater method in the world, needs your help.

The moment, which was already incredibly difficult due to the Circuit Theater of the Oppressed project ending, became even harder, because when there are no current projects, CTO survives by hosting classes and international residencies, both of which are suspended because of the pandemic.

Because of this we need to raise funds to pay our rent and other CTO bills, in addition to the 10 people that make up our team. Our commitment also extends to our 10 community Theater of the Oppressed groups, made up mainly of young people, women, Afro-Brazilians, people living in favelas (slums) and the LGBTQIA+ community. The majority of the 237 artists that make up this network need basic essentials, hygienic and protective materials, along with financial help. Thinking about this, we have created an emergency fund to serve them.

We are counting on you who have accompanied the developing work of CTO over its long history of over 30 years (including research, development, and multiplication of the method systematized by Augusto Boal) so that we can continue fighting for the world we want.

Long live CTO!

Pessoas que estão ajudando essa campanha a acontecer.

Centro de Teatro do Oprimido ainda não publicou nenhuma notícia.

Como é de conhecimento geral, a pandemia do novo Corona Vírus atinge todo o mundo, já tendo atingido a marca de quase 1 milhão de infectados e quase 50 mil pessoas mortas no Brasil, até o presente momento. Sabendo que o Centro de Teatro do Oprimido atua com grupos de especificidades e que sua equipe também é formada por pessoas  que ficam ainda mais vulnerabilizados neste momento; pessoas faveladas, trabalhadoras domésticas, autônomas, integrantes de movimentos sociais; nos vimos obrigados a, no último dia 17 de março, paralisar nossas atividades por tempo indeterminado.

 

O momento, que já era de grande dificuldade devido ao término do Projeto Circuito Teatro do Oprimido 2018-2020, e às políticas de recrudecimento da cultura, praticadas pelos governos federal, estadual e municipal; tornou-se ainda mais difícil, pois quando não há projetos vigentes é por meio dos cursos, da residência internacional e da ocupação da casa que o CTO sobrevive; atividades estas que estão suspensas devido à pandemia.

 

Nos últimos dois anos, através do Projeto Circuito Teatro do Oprimido, impactamos mais de 250 pessoas, componentes dos 10 grupos que integram a instituição, sendo destes, 46% de mulheres negras. Chegamos ao número de 193 apresentações gratuitas, tendo atingido um público estimado em mais de seis mil pessoas. Realizamos oficinas gratuitas em escolas, universidades, periferias e favelas. Destinamos bolsas regularmente a parceiros de movimentos sociais e integrantes de grupos, que são em sua maioria coletivos de negros, LGBTQIA+ e favelados. Nosso objetivo é, a partir da democratização dos meios de produção teatrais, seguir construindo uma sociedade mais justa e humana pra todes.

 

 

Acreditando, portanto, nas possibilidades de autogestão e nas nossas redes de solidariedade, abrimos este crowdfuding (vaquinha online) com o objetivo de garantir a vida do Centro de Teatro do Oprimido em tempos de pandemia. Contamos com vocês que acompanham o trabalho desenvolvido pelo CTO ao longo destes mais de 30 anos de história, à frente da pesquisa, desenvolvimento e multiplicação do Método sistematizado por Augusto Boal, para que em breve possamos – juntos e juntas – continuar lutando pelo mundo que queremos.


Quem contribuir com valores entre R$10 e R$200 recebe periodicamente um agradecimento nas nossas redes sociais, bem como um convite especial virtual para todos os nossos eventos. Quem optar pela contribuição mensal acima de R$200, vai receber em casa todos os meses uma surpresa exclusiva do Centro de Teatro do Oprimido.

Também aceitamos outras doações via depósito/tranferência bancária:

Banco do Brasil - CTO administração
Conta Corrente: 18075-0
Agência: 0392-1
CNPJ: 01.633.889.0001-07

 

The Center for Theater of the Oppressed, the institution of reference for the most used theater method in the world, needs your help.

The moment, which was already incredibly difficult due to the Circuit Theater of the Oppressed project ending, became even harder, because when there are no current projects, CTO survives by hosting classes and international residencies, both of which are suspended because of the pandemic.

Because of this we need to raise funds to pay our rent and other CTO bills, in addition to the 10 people that make up our team. Our commitment also extends to our 10 community Theater of the Oppressed groups, made up mainly of young people, women, Afro-Brazilians, people living in favelas (slums) and the LGBTQIA+ community. The majority of the 237 artists that make up this network need basic essentials, hygienic and protective materials, along with financial help. Thinking about this, we have created an emergency fund to serve them.

We are counting on you who have accompanied the developing work of CTO over its long history of over 30 years (including research, development, and multiplication of the method systematized by Augusto Boal) so that we can continue fighting for the world we want.

Long live CTO!

Pessoas que estão ajudando essa campanha a acontecer.

Centro de Teatro do Oprimido ainda não publicou nenhuma notícia.